by

Estudo do Tarot: A Carta d’A Morte

Continuando o Estudo do Tarot, vamos seguindo com a carta d’A Morte.

Vamos ver seus símbolos, cores, personagens, o que significa e mais. Esse estudo servirá para todos que seguem o estilo do Tarot de Marselha, ou seja, para todos que possuem  a mesma simbologia.

A  MORTE

arcano 13

Também conhecida como A imortalidade, O Ciclo Sem Fim, O Arcano Sem Nome ou O Arcano 13, A Morte representa o fim de um ciclo.

Morte?! E essa foice? E essas pessoas sem corpo???? Gente…. tem pedaços de corpo pelo chão! E porque o chão é preto?!

Todas essas questões e reflexões são válidas para essa carta!

Abaixo temos algumas imagens, de outros tarots, da carta da Morte. Observe atentamente os símbolos que se repetem.

arcano 13 a morte o arcano sem nome

Pontos em comum da Carta da Morte

  1. Haverá sempre algo como a foice, lembrando um “corte”;
  2. Aparecem pessoas caídas, coisas mortas;
  3. A Morte aparece como um personagem;
  4. A Morte para aparecer como Caveira, como Cavaleiro ou simplesmente como destruição;
  5. Número 13;
  6. Porque “morte”?

Mas então, o que esses pontos querem dizer?

Esses pontos mostram o que essa carta quer dizer quando sai no seu jogo, ou seja, os aspectos da carta, porque ela é o que é, porque ela tem os significados que conhecemos atribuídos a ela.

Vamos ver um por um.

1. Simbolismo da foice

A foice é “aquilo que corta”, ou seja, o maior simbolismo do Arcano da Morte é o fim de algo, o fim de um ciclo. Quando falamos ciclo, falamos… de tudo: da vida, de um relacionamento, de um problema, de uma doença, de saúde, de ..tudo que você conseguir imaginar.

2. As pessoas que aparecem na carta

E essas pessoas que aparecem caídas ou mortas? É estranho ver isso, né? Bem, quando vemos esses corpos só pensamos… em dor. É, é isso mesmo que que quer dizer. A carta da Morte mostra final de ciclo – que pode ser BEM doloroso. Não é só a morte que dói, mas o fim de qualquer coisa que você não queira dói. Calma, aparecem pessoas vivas, veja na carta do Tarot Mitológico. As pessoas estão fazendo oferendas para o ser gigante de preto… que é Hades, o senhor do Submundo. No Tarot Mitológico não temos pessoas – e a carta nem se chama “morte”… por quê? Os Egípcios acreditavam que a vida carnal era apenas uma preparação para a vida eterna, por isso a morte carnal era apenas uma passagem, apenas o início para a imortalidade. Então, nessa carta Egípcia vemos apenas a foice ceifando trigo, ou seja, a ordem natural, uma espécie de ciclo infinito.

3. A Morte aparece como uma personagem

Que coisa né… alguém aí já viu a morte? Não, claro que não. A morte “acontece”, ela não vem por aí matando ninguém… mas… então por que ela aparece? Porque a morte não é “visível” mas é extremamente real, quase palpável. Você vê alguém doente, você consegue “ver” a morte. A morte é assustadora – mesmo sem rosto! Portanto sim, a morte aparece como uma personagem, pois ela está inserida e muito no nosso dia a dia.

4. Porque a Morte aparece como uma caveira, um cavaleiro, algo “obscuro”?

Por causa do medo. Ah, vai me dizer que ninguém tem medo da morte? “Ah, de boas morrer. Suave!” DUVIDO! A caveira mostra…. bem, o que você será depois de morto! Não precisa ter medo da caveira, ela representa os ossos, os “restos mortais”, representa o que importa: o interior. Bem, precisamos notar uma coisa interessante: no Tarot de Rider Waite a morte aparece como um cavaleiro…. por quê?

5. O número 13

Ah… o 13! É, um dos motivos é a fama de número do azar sim. Mas o 13 também significa recomeço, que é bem o que a carta da Morte traz. Sim, é preciso o caos, a morte, o FIM, para entrar recomeçar, reconstruir, nascer.

6. Enfim… porque “Morte”?

Por que temos A Morte no Tarot? Pense… ainda não lhe vem nenhum porquê? Bem, o tarot conta uma Viagem, conta sobre a vida, em todos os aspectos… A morte faz parte da vida! ;)

É, é uma carta difícil, mas…

Há Aspectos “Negativos”

Terrível, mas é… tudo tem seu lado negativo, ou que pelo menos nos alerta do que será negativo. Mas o que isso quer dizer?

Como vimos, A Morte é uma carta voltada para o fim de algo, mas só saberemos mesmo o que ela significa, dentro de um jogo, ao vermos o contexto que vem acompanhando-a. A Morte pode representar também:

  1. Dor insuportável;
  2. Catástrofe em uma cirurgia;
  3. Acidentes;
  4. Divórcios;
  5. Término de algo de forma muito inesperada;
  6. Término e início de problemas;
  7. Morte Física;
  8. Depressão;
  9. Doença incurável;
  10. Perda irrecuperável de algo, oportunidade, etc;

Os aspectos negativos não aparecem sem motivos, são parte de toda a simbologia que vimos, faz parte da figura da Morte, da sua situação, só que de forma “ruim”, ou seja, ninguém quer sair do seu conforto de forma inesperada, ficando num momento desesperador… porém, é a vida. As coisas VÃO acontecer, a vida VAI MUDAR, pessoas MORREM, relacionamentos TERMINAM e você precisa aprender a se virar sozinho – para o seu próprio bem!

Os aspectos negativos e positivos, etc,  vão além do que mostro aqui, espero que estudem e através da prática, percebam isso com maior facilidade. Recomendo meditação e análise da carta, somente você e ela, numa conversa, ou numa poesia, numa redação. Explore o arcano, seu arquétipo, em possíveis situações. Faça uma pergunta e, dentro de seus significados, tente ver como ela pode te responder e assim vai aumentando seu conhecimento com esse oráculo tão antigo!

Se quiserem ver de forma mais geral todos os arcanos e algumas formas de jogar, cliquem aqui:  Tarot.

Quer ver outros arcanos? Clique aqui: Estudo do Tarot – Carta por Carta.

E vamos que vamos com nosso estudo!

Rosea Bellator
E-mail: oficinadasbruxas.odb@gmail.com

ATENÇÃO: A reprodução parcial ou total deste texto é PROIBIDA e protegida por LEI. Para usar este texto entre em contato com a autora.

Quer ver outros posts? Clique nos seguintes links:

by

Estudo do Tarot: A Carta d’O Enforcado

Continuando o Estudo do Tarot, vamos seguindo com a carta d’O Enforcado.

Vamos ver seus símbolos, cores, personagens, o que significa e mais. Esse estudo servirá para todos que seguem o estilo do Tarot de Marselha, ou seja, para todos que possuem  a mesma simbologia.

O ENFORCADO

O PENDURADO OU ENFORCADO

Também conhecido como O Pendurado, O Homem de Ponta Cabeça, o Enforcado representa o auto-sacrifício.

Enforcado…? Mas ele está pendurado! Por que ele está assim, deve doer! Ele está ali por que quis ou forçado? Por que seu rosto não mostra sofrimento, mas indiferença ou apenas seriedade?

Todas essas questões e reflexões são válidas para essa carta!

Abaixo temos algumas imagens, de outros tarots, da carta do Enforcado. Observe atentamente os símbolos que se repetem.

o pendurado ou o enforcado arcano 12

Pontos em comum da Carta do Enforcado

  1. Sempre terá uma pessoa de ponta cabeça ou literalmente enforcada;
  2. Expressão indiferente ou de dor;
  3. Número 12;
  4. Ao redor é bem simples…. e parece desconfortável;
  5. Geralmente há imagens que lembre o elemento terra;
  6. Podem aparecer símbolos que lembrem “iluminação” ou “sabedoria”.

Mas então, o que esses pontos querem dizer?

Esses pontos mostram o que essa carta quer dizer quando sai no seu jogo, ou seja, os aspectos da carta, porque ela é o que é, porque ela tem os significados que conhecemos atribuídos a ela.

Vamos ver um por um.

1. Por que “Enforcado”? E porque está nessa posição?

Temos várias explicações aqui. Primeiro que “enforcado” é uma expressão para quem está numa situação desesperadora. Quem nunca ouviu falar algo tipo “estou enforcado de dívidas”? Também mostra alguém forçado a uma situação indesejável, como um divórcio repentino, a perda de alguém que você dependia. Perda de algo como uma pensão ou benefício. Pendurado ou enforcado,

2. Expressão de indiferença ou dor

É importante perceber que ele está nesse estado por que o forçaram e também porque ele mesmo se botou nessa situação de alguma forma. É desconfortável. É doloroso. Mas também, por saber que ele mesmo causou isso, ele pode aparecer muito indiferente.

3. O Número 12

O 12 mostra a renúncia –  que é o que o Enforcado vive fazendo. Mostra suas paixões em conflito com tudo. Mostra algo em formação, criação sobre a criação. Uma ação necessária (não necessariamente prazerosa). É o desenvolvimento livre ou forçado.

as paixões e com a renuncia pessoal e também compreende os mundos da formação, da criação, da emanação e da ação.

4. Desconforto ao redor

Olhe ao redor do Enforcado. Nunca é algo reconfortante: ou é vazio, ou é cheio de espinhos, ou é uma montanha deserta, ou são pilastras  frias, distantes…. ou mesmo apenas um pau para segurá-lo no ar. Terrível. Isso representa a visão do Enforcado: seu redor é tudo que ele não quer.

5. Presença do elemento terra

O elemento terra aparece como uma árvore, uma montanha, ou apenas na presença da cor marrom ou verde, como flores e plantas, em excesso – e quer mostrar que o Enforcado está preso ao material. Ele precisa aprender muitas coisas na pele, precisa passar por algo. Precisa entender através de dor.

6. Símbolos que remetem à sabedoria e iluminação

No tarot de Rider Waite está clara a auréola na cabeça do Enforcado,  e no Tarot Mitológico está clara na forma de uma águia (que é Zeus). O Enforcado pode sofrer sim, muito até, mas ele será cada vez mais sábio. Cada porrada da vida que ele toma, mais aprende. E se ele não for teimoso, se seguir a luz, o bem, ele será iluminado, agraciado pelos deuses com bênçãos e orientações.

Essa carta é complicada, mas…

Há Aspectos “Negativos”

Terrível, mas é… tudo tem seu lado negativo, ou que pelo menos nos alerta do que será negativo. Mas o que isso quer dizer?

Como vimos, O Enforcado é uma carta voltada para o sacrifício pessoal, compreensão de uma situação dolorosa, mas só saberemos mesmo o que essa carta significa, dentro de um jogo, ao vermos o contexto que vem acompanhando-a. O Enforcado pode representar também:

  1. Sacrifício em vão;
  2. Negatividade;
  3. Pessimismo;
  4. Dívidas e doenças;
  5. Divórcios;
  6. Mudanças desagradáveis que vão mudar muita coisa no seu dia a dia;
  7. Sabe quando você faz uma coisa com o maior zelo e não dá em nada? Então…
  8. Problemas de aceitação.

Os aspectos negativos não aparecem sem motivos, são parte de toda a simbologia que vimos, faz parte da figura do Enforcado, da sua situação, só que de forma “ruim”, ou seja, ninguém quer ser o abrir mão de tudo que tem em troco de nada! Mas, no mundo extremamente materialista que vivemos hoje, talvez quebrar a cara dessa forma mostre para a pessoa que devemos ser autênticos sempre e nunca apenas mover-se pensando em recompensas.

Os aspectos negativos e positivos, etc,  vão além do que mostro aqui, espero que estudem e através da prática, percebam isso com maior facilidade. Recomendo meditação e análise da carta, somente você e ela, numa conversa, ou numa poesia, numa redação. Explore o arcano, seu arquétipo, em possíveis situações. Faça uma pergunta e, dentro de seus significados, tente ver como ela pode te responder e assim vai aumentando seu conhecimento com esse oráculo tão antigo!

Se quiserem ver de forma mais geral todos os arcanos e algumas formas de jogar, cliquem aqui:  Tarot.

Quer ver outros arcanos? Clique aqui: Estudo do Tarot – Carta por Carta.

E vamos que vamos com nosso estudo!

Rosea Bellator
E-mail: oficinadasbruxas.odb@gmail.com

ATENÇÃO: A reprodução parcial ou total deste texto é PROIBIDA e protegida por LEI. Para usar este texto entre em contato com a autora.

Quer ver outros posts? Clique nos seguintes links:

 

by

Ritual de Ostara: É Hora de Florescer

Neste ritual, onde metade é uma meditação, veremos: o que é o florescer de uma pessoa? Para que queremos florescer? O que isso significa? Quais os benefícios e consequências?

Ah sim, quer saber mais sobre Ostara? Veja aqui: Comemorações das Bruxas: Sabbaths – Ostara

E tem feitiços de Ostara aqui ó: Feitiços com Flores para Ostara

Já já a primavera chega, então já vá se preparando para recebê-la em sua vida <3

Ritual de Ostara: É Hora de Florescer Ritual de Ostara: É Hora de Florescer

Você só vai precisar de…

  • Um cristal transparente ou quartzo rosa, qualquer tamanho ou formato;
  • Um incenso que você fique relaxado;
  • Uma vela de qualquer cor ou tamanho.

Ritual de Ostara para Florescer

Em primeiro lugar, acenda o incenso e passe pelo local onde será feito o ritual. Mentalize positividade e se quiser, chame os elementais, os bons ventos, a harmonia, a deusa, o deus, seus ancestrais e toda boa fortuna.

Feche os olhos e visualize um  espiral brilhante, de várias cores. Atrás dele está o universo, crescendo sempre.

Sente-se.

Acenda a vela e coloque o cristal na frente dela. Vai ficar assim:

Vela

Cristal

Você

Coloque o incenso em algum lugar onde possa queimar até acabar.

Passe as mãos sobre as chamas e o cristal. Puxe essa energia para dentro de você. Lembre-se que veio até aqui porque quer florescer, quer o florescimento da sua vida.

Florescer requer arriscar.

Florescer requer aceitar-se.

Florescer requer tomar algumas atitudes para agradar a si mesmo.

Florescer é entender que você pode e deve crescer, evoluir, sair da mesmice.

Florescer é entender que há responsabilidade sim, mas há prazer e alegria.

Florescer é dizer ao universo: Estou crescendo, me abra espaço!

Florescer é prosperar!

As coisas só vão florescer, ou seja, caminhar, sair do lugar, quando você ACEITAR e de fato der o primeiro passo para florescer. Quando começar a mudar também de atitudes e tudo que foi citado acima. Nada cai do céu misteriosamente. Então para que o ritual? Para mostrar ao universo, aos deuses, que você está pronto e quer que isso aconteça.

Assim que começar a mudar de atitudes, as mudanças virão. Pode ser estranho à princípio, as pessoas vão mudar, você vai sair da zona de conforto. Principalmente as pessoas… algumas não vão entender suas mudanças, e se questionarem sua alegria, como anda feliz com suas novas atitudes… repense se quer mesmo essas pessoas no seu círculo pessoal.

Visualize isso tudo. Veja a si mesmo florescer como uma flor – que deixa seu quentinho escondido e sai linda e perfumada para o mundo. Entenda, principalmente, veja na sua visualização, que florescer é sair da zona de conforto. É arriscar o novo! É buscar novos horizontes, é ampliar seu espaço. É invocar para sua vida a deusa, o deus, a magia, os caminhos lúcidos para cumprir seu destino, sua missão na vida. É evoluir.

Continue movendo as mãos entre a vela e o cristal, de olhos fechados, visualizando você crescer, florescer como uma flor… uma nova flor deslumbrante na primavera.

Peça ao Universo, peça à Deusa e ao Deus. Agarre sua evolução, seus novos sorrisos. Confie.

Quando sentir que acabou, que visualizou tudo que precisava, pode parar. Agradeça à todos que invocou e despeça-se. Agradeça aos deuses e ao universo.

Apague a vela com os dedos. Guarde-a, use apenas em ocasiões de agradecimento. Guarde o cristal e use quando desejar. O incenso já deve ter acabado – afinal, você deve demorar aí uma meia hora para fazer esse ritual – , mas caso ainda esteja aceso, deixe terminar de queimar.

Levante-se.

Se você chegou até aqui, sem pressa, sem pular etapas… você já está começando a florescer.

Saiba que não acontecerá de um dia para o outro, e seu efeito ocorrerá ao longo de um ano. Em um ano, se você tiver feito tudo certo e agir diferente, agir de acordo como deseja para florescer, muita coisa terá mudado e você se verá florescendo .

Uma linda primavera a todos! Que esta época de perfumada consiga trazer paz e amor a todos os corações. Que a Deusa e o Deus renovem seu amor, que sua alma brote… mais uma vez!

HEYA!

Rosea Bellator
E-mail:
 oficinadasbruxas.odb@gmail.com

ATENÇÃO: A reprodução parcial ou total deste texto e imagens é PROIBIDA e protegida por LEI. Para usar este texto entre em contato com a autora.

Quer ver outros posts? Clique nos seguintes links:

by

Livro: Beijo Eterno – Sociedade das Sombras

Beijo Eterno é livro é o lançamento da minha amiga Mille Meiffield, seu primeiro romance sobrenatural!  Ela me enviou a sinopse – e eu já li vários trechos que HOHOHO – espero que gostem! :D

beijo eterno mille meiffield beijo eterno beijo eterno beijo eterno beijo eterno

A dor era lancinante. Acordei em meio ao forte sol do deserto, sentindo-me tonta e desorientada. Uma figura meio disforme que poderia ser uma pessoa vestida com uma capa negra que cobria todo o seu corpo, avançava em minha direção.

Olhei para trás de mim e vi que uma BMW preta, toda distorcida, pegava fogo. Voltei a olhar pra frente e vi que aquele vulto se aproximava cada vez mais. Tentei levantar, mas a dor aguda dos meus ferimentos fez com que eu caísse.

Um líquido quente e viscoso escorreu pelo meu rosto vindo do alto de minha cabeça, passei a mão e vi uma enorme mancha de sangue sobre meus dedos. Desmaiei. Dois anos se passaram, tudo parecia muito bem quando a mesma figura de capa negra invadiu minha casa, matou meus amigos e desapareceu com minha irmã. Eu só não sabia é que ali, minha tragédia particular chamada vida, estaria apenas conversando.

Fui morar com meu último parente vivo, Mark Zamerov, irmão mais velho da minha mãe. Ele morava em uma pequena cidade chamdada North Conway no estado de New Hampshire – USA. Os moradores de North Conway odiavam minha família devido a algumas lendas locais. Os Greene, nossos arqui-inimigos se mostraram meus aliados. Addam Greene e eu nos apaixonamos e despertamos a ira de meu tio. Algum tempo depois, descobri que Mark era um ser sobrenatural das trevas. Ele havia transformado Wendy em vampira como ele. Os Greene eram os vampiros do bem. Tinham amigos na Sociedade das Sombras do Brasil e oi para onde fugimos quando Mark e seus amigos da família Welch tentaram me matar.

Na Sociedade das Sombras, descobri muitos mistérios sobre minha vida. Eu já sabia que não era uma humana normal, então descobri o que eu realmente era. Descobri que posso amar mais de uma pessoa ao mesmo tempo, quando o Anjo Caído Rehael apareceu em minha vida. Descobri que além de não ser uma humana comum, sou da Realeza do Conselho da Sociedade das Sombras. Mas nem tudo é tão fácil na minha vida.

Estou quase perdendo os dois homens que eu amo. Descobri que tenho mais uma pessoa viva da minha família. Só não sei quem devo escolher para viver a eternidade comigo Addam ou Rehael? Magia, sangue, poder, morte, lutas, rituais, amores, amizades e seres sobrenaturais das mais diversas classes estão presentes na Sociedade das Sombras – Beijo Eterno “.

Gostou?

Corra e garanta o seu, só clicar aqui >>> Beijo Eterno – Sociedade das Sombras

Até a próxima!

Rosea Bellator

Veja os últimos livros que falamos por aqui:

by

Pedindo Conselhos ao Tarot

Tem algum segredo na hora de pedir conselhos para o tarot?

Nem sim, nem não. O que acontece é a famosa mania de olhar somente o que é conveniente e também prepotência dos iniciantes.

Pedindo Conselhos ao TarotTudo bem que você começou agora a estudar o tarot, na verdade, isso é ótimo! Só que, lembrando que você ainda é iniciante, não reclame que o tarot não funciona. É você que não sabe usar.

Quanto aos que já compreendem bem o tarot, se você quer conselhos deste magnífico oráculo, para de querer olhar somente o que é conveniente.

As cartas não são “boazinhas” nem “más”.

O tarot é ótimo para dar conselhos — puxão de orelha, tapa na cara, um choque de realidade… Mas tem que ser imparcial, ou seja, não ficar puxando sardinha para o que você quer. Tem que ter bom senso também. Se saiu A Torre e O Diabo, não espere coisas fofas.

Agora que já deixei tudo bem avisado, vamos ver como pedir conselhos ao tarot!

Métodos de Tiragem para Conselhos

1. Tarot dos Deuses

Você deixa um tarot no altar, que servirá SOMENTE para isso. Consagre-o ao deus ou deusa que mais cultua e deixe o tarot no altar sempre. De preferência, coloque um cristal transparente sobre ele. Use-o somente uma vez no dia, escolha, por exemplo, tire uma carta todo dia pela manhã.

Então na hora de fazer isso, ore para o seu deus ou deusa, enquanto embaralha, peça ajuda e agradeça. Ponha o tarot de volta no altar e por fim puxe uma carta. Se a situação for muito complexa, retire duas cartas ao mesmo tempo. A carta que sair é o seu conselho.

Ah, Rosea, eu não tenho nem posso ter um altar!“… Sinto muito, use outro método.

2. Conselho do Universo

Extremamente simples. Pegue o tarot – o mesmo que usa para tudo – seja específico no pedido, dizendo sua situação e pedindo um conselho. Embaralhe bem. Por fim, tire uma carta. Esse é o seu conselho.

3. Conselho para Situações Complexas

Geralmente, quando a pessoa pede conselho pra uma situação complexa, ela está NERVOSA. Portanto, tome um chá de camomila, acende um incenso para aguçar a intuição. Pegue o tarot com as duas mãos e peça ajuda. Embaralhe bem. Retire 3 cartas seguidas e vire-as ao mesmo tempo. A primeira carta é a de maior importância, as outras duas são auxiliares.

Enfim, como você viu, pedir conselho é algo realmente simples, porém, como é algo para si mesmo, as pessoas tendem a dificultar tudo graças ao medo, nervosismo… ou ao excesso de afobação e alegria.

Gostaria apenas de avisar, por último, o seguinte: Somente peça conselho se você realmente pretende seguir o conselho. Se você realmente souber “ouvir”. Pedir ajuda aos deuses ou ao universo, ou a divindade ou entidade que seja, é coisa SÉRIA. Acredite ou não, pedir conselhos e no final não querer saber dos conselhos… é pedir uma dor de cabeça.

Beijokas voadoras!

Rosea Bellator
E-mail: oficinadasbruxas.odb@gmail.com

ATENÇÃO: A reprodução parcial ou total deste texto e imagens é PROIBIDA e protegida por LEI. Para usar este texto entre em contato com a autora.

Quer ver outros posts? Clique nos seguintes links:

 

1 2 3 4 5 96 97