Perséfone ou Koré é a deusa da Primavera e Rainha do Submundo ao lado de Hades, seu marido. A deusa possui duas faces: a face jovial (Koré) que floresce quando está no Olimpo com sua mãe, e é quando temos a Primavera e o Verão. E tem a face sombria (Perséfone) que vem a tona quando está com Hades, e é quando na Terra se torna Outono e Inverno. Perséfone faz parte de um conjunto de mitos da Roda do Ano. É essa deusa quem controla os acessos de fúria de Hades, mantendo com ele um casamento  harmonioso.

Desenho: Bia F. Carunchio. Perséfone chega ao Submundo.
Desenho: Bia F. Carunchio. Perséfone chega ao Submundo.

Porque Perséfone prefere viver no Submundo quando pode viver no Olimpo?

Durante toda a vida, viveu como uma criança, inocente, protegida de todo o mundo. Porém foi sequestrada por Hades para o Submundo (pois ele a amava demais) e assim ela sofreu um grande trauma (separou-se da mãe e tudo que conhecia) , tanto que no início ela se recusou a comer e começou a definhar. Com o tempo ela foi conhecendo o Deus Hades e acabou compreendendo mais de si mesma, da vida e a morte. Perséfone mergulhou dentro de si mesma e passou a compreender muito além a ponto de compreender Hades e acabar apaixonando-se por ele. Quando chegou o fim do dia, Perséfone comeu um fruto, a romã, no Submundo e então passou a fazer parte lá. A romã é simbolo do casamento e aqui também podemos ver como uma representação de que uma vez que ela compreendeu a si mesma e passou a entender tantos mistérios não poderia mais voltar atrás, fingir que nada daquilo havia acontecido. Devemos lembrar também que o Submundo e o Deus Hades representam também nosso subconsciente, nossos medos, nosso momento introspectivo. Portanto, Perséfone havia transformado-se numa mulher sábia, uma mulher que aceita a si mesma e tem consciência de suas decisões. E é isso que vamos aprender com ela nessa técnica de meditação.

O que você vai precisar:

– Um local escuro totalmente, silêncio, nenhuma interrupção.
– 1 vela vermelha (simbolo do impulso)
– 1 ametista (simbolo da espiritualidade)
– 1 véu de qualquer cor (pode ser um pano de seda ou outro tão fino quanto)

Comece acendendo a vela e deixando-a a pelo menos 3 metros de distância de você no chão. Desligue a luz. Cubra sua cabeça e o rosto com o véu. Sente-se no chão (lembrando, fique a cerca de 3 metros de distância da vela). Você só vai ver a chama da vela dançando no ar e talvez um pouco da parafina vermelha . Agora esqueça todo o mundo.

Olhe para a vela atentamente, sinta a ametista em suas mãos. Feche os olhos devagar, sempre atento à vela. Com os olhos fechados, chame Perséfone. Você deseja despertar sua mente e sua alma, deseja ser sábio como Perséfone . Você precisa e quer entrar dentro de si. Sussurre o nome da deusa.

Talvez você sinto frio ou calor somado a um aroma de frutas, esse é o sinal que a deusa está por perto.

Você vai se ver em um jardim, provavelmente escuro, como de noite. Esse é o Jardim de Perséfone no Submundo. Mas por que não encontrar a deusa no Olimpo? Porque não foi lá que ela recebeu sua sabedoria!

Caminhe apreciando tais flores que provavelmente você nunca viu antes. Veja que possui algumas árvores e pomares. Olhe os frutos! Logo adiante, sentada numa pedra apreciando suas flores, está Perséfone. É uma mulher tão bela quanto Afrodite, com olhos e sorriso frágil. Ela delicadamente para o que está fazendo e vem em sua direção. Só de olhar nos olhos dela você poderá lembrar de todos os momentos que teve uma oportunidade de aprender algo, mas preferiu continuar preso em sua casca, orgulhoso. Vai lembrar de toda vez que disse não por medo. Vai lembrar de toda vez que negou algo por ser indeciso, fraco. Vai lembrar daquela vez que rejeitou alguém por medo de não dar certo, ou aquela vez que errou e não admitiu por medo de te inferiorizarem, ridicularizarem ou ainda te deixarem. Vai lembrar, por fim e talvez o pior de tudo,  quando negou a si mesmo.

Se sentir vontade, chore. Perséfone continuará olhando em seus olhos, ela quer que você veja tudo isso e entenda que a vida de um mortal é muito curta para tantos “nãos”, tantas mentiras, e pior… a não-aceitação.

Ela tomou uma decisão nada fácil em vista dos outros deusas e da própria mãe que foi decidir ficar com Hades – mesmo tendo a opção quando de lhe foi dada, de sair de lá. Ela quer que você aceite seus erros e aprenda com eles. Entenda a si mesmo, respeite seus limites para não fazer trapalhadas que atrasem sua vida. Ela quer que você tenha um bom relacionamento, calmo e seguro.

O que você não aceita em si mesmo e que te causa grande problema? Você é gay e tem medo da família? Descobriu a bruxaria, mas tem medo de sequer de estudar para saber como funciona? Quer sair com aquela pessoa que conheceu, mas acha que ela não vai te aceitar? Ou você está num relacionamento e tem pessoas contra? Ou ainda você está num relacionamento, mas não o deseja mais, não sente mais amor mas tem medo de terminar e ter algum tipo de problema? Não, não pode ser assim!

Decida! Vote a favor de si! Abrace Perséfone! Olhe nos olhos profundos e sábios da deusa e rainha do Submundo! O que você quer é mais difícil e não aceito por todos? Oras, e dai? Se os outros não gostam o problema é deles, faça como Perséfone, abrace sua própria opinião, abrace a si mesmo e o que você ama! E mais, abrace sua sombra, aprenda com seus erros e seja honesto consigo mesmo! Chega de inveja, orgulho desnecessário e medo.

Abra os olhos e jogue o véu para trás. Agora você está deixando de lado a pessoa que entrou no jardim do Submundo  de Perséfone e está voltando bruscamente para si mesmo, renovado. Assopre a vela e diga: “Eu pertenço a mim mesmo(a) e ninguém jamais interferirá em minhas decisões”.

Rosea Bellator

ATENÇÃO: A reprodução parcial ou total deste texto e imagem é PROIBIDA e protegida por LEI. Para usar este texto entre em contato com a autora.

Veja outros artigos

7 COMENTÁRIOS

  1. Um só comentário é muito pouco…Gostaria de falar por horas…já enfrentei batalhas IMENSAS em minha vida…Mas sempre com imenso amor e alegria…Sempre fui fora de padrão…sou Livre…Amoooo a natureza e ela sempre me responde das maneiras mais incríveis…Sempre quis aprender ,mas não sabia como…Pasme estou com 41a e só agora(nov de 2013)é que me interessei por comp,internet face etc…E não é que estou encontrando aprendizado!!!Quero aprender maisssss!!! você pode me ajudar. e me dar uma direção? Estou encantada com todas informações!!!Eu sinto que sempre soube ,é parte da minha vida…Sei que sou uma Bruxa…mas sempre tive vergonha…NÃO sabia que existimos de verdade…Quero ser uma eterna aprendiz…Desculpe se me me prolonguei de mais,mas estou fascinada…não estou só…

  2. Oi,gosto muito de seus ensinamentos!!Eu também adoro essa deusa PERSÈFONE!!Me identifico com ela,a incrível transformação que ela passou,a escolha decidida,os mistérios que guarda!!!Ótima essa meditação !!Inclusive no face book uso nome de Évora Morgana Perséfone,e toco guitarra numa banda com nome da magnífica deusa

  3. Nooosssaaaaa!!!!! Amei amei amei!! Tenho uma identificação muito grande com essa deusa. Transitar entre mundos/realidades, o contato com o submundo/inconsciente, abraçar a própria escolha de forma tão intensa… tudo isso é lindo e me encanta de um jeito que surpreende a mim mesma. Ah, e obrigada por colocar o desenho, adorei! bjs

DEIXAR RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here