A terra se prepara para receber o outono, e nós nos preparamos para receber conforto e tranquilidade. E claro, limpeza pra alma! Que venham as chuvas!

É um rito simples, mas que precisa de atenção para fazê-lo, pois é gerada uma energia sutil. Mesmo que você não esteja lá no seu melhor momento, tente fazer com carinho e sem pensar em outras coisas.

  • alecrim fresco
  • o sino
  • uma vela laranja ou amarela, se não tiver, pode ser branca
  • cristal translúcido ou quartzo rosa
  • um copo de vinho ou um copo de água (se puser, que seja água da chuva)

O rito

Abra o círculo mágico.

Se estiver chovendo, pare pelo menos 1 minutinho, feche os olhos e ouça a chuva…

Se não estiver chovendo, feche os olhos e visualize a chuva.

Ajeite todas as coisinhas do ritual no meio do círculo.

Comece bebendo metade da água ou vinho, agradecendo a natureza. Agradeça ao elemento ÁGUA.Em seguida, acenda a vela, sinta seu calor, e agradeça a natureza. Agradeça ao elemento Fogo. Mordisque um pedacinho da raminho de alecrim, depois corte em mais pedaços (com as mãos mesmo) e coloque ao redor da vela. Agradeça a natureza. Agradeça ao elemento TERRA. Por fim, toque o sino 3 vezes, devagar, respire fundo e deixe o som ecoar por todo o lugar. Agradeça a natureza. Agradeça ao elemento AR.

Segure o cristal escolhido rente ao peito e diga:

“Sou água

Sou Fogo

Sou Terra

Sou Ar

Equilibro meu ser

Pois EU SOU”

Repita devagar, quantas vezes achar necessário (pelo menos umas 3 vezes).

Beba o restante da água ou vinho. Medite com a chama da vela, sem pressa. Não precisa visualizar nada, tente apenas silenciar a mente.

Quando voltar, solte o cristal.

Repita:

“Sou água

Sou Fogo

Sou Terra

Sou Ar

Equilibro meu ser

Pois EU SOU”

E dessa vez finalize com:

“Agradeço aos elementos

Agradeço ao Universo

Que seja Equilibrada a Energia deste Ser

E deste Lar

Gratidão!”

Toque o sino 3 vezes. Desfaça o círculo. Está feito.

Os restos da vela podem ser reaproveitados ou jogados no lixo. Os restinhos de alecrim podem ser usados para chá ou para temperar sua comida.

Importante: não precisa fazer esse ritual somente em março, pode ser em qualquer dia ou mês.

<3

Beijokas!

Autor: Rosea Bellator
E-mail: oficinadasbruxas.odb@gmail.com

Atenção: A reprodução parcial ou total deste texto é proibida e protegida pela lei do direito autoral nº 9610 de 19 de fevereiro de 1998. Proíbe a reprodução ou divulgação com fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na internet, sem prévia consulta e aprovação do autor. 

Quer ver outros posts? Clique nos seguintes links:

COMPARTILHE !
Artigo anteriorPrevisões da Oficina das Bruxas para Março/2016
Próximo artigoRitual de Proteção das Ondinas
Bruxa natural, sem medo de botar a cara no Sol. Sacerdotisa de Sekhmet, com orgulho. Taróloga pra todas as horas. Escritora sem vergonha, fazer o que, né? Libriana sim, mas com ascendente em Aquário, dá licença!? Aqui a conversa é fluida, sem drama, sem segredos. Bem, segredinhos só na hora de bater o tambor cazamigas! Falou em magia, já to lá! #ÉnóisQueVoa!

16 COMENTÁRIOS

  1. Olá Rosea, posso usar esse feitiço para proteção de amor, ex proteção do meu relacionamento? E se não puder, pode me indicar um para este fim? (Sem ser o de Afrodite que eu já estou fazendo) .
    Gratidão!

  2. Oi Rosea ! Estou a procura de um nome mágico , porém não encontro referências/sugestões , tens algum livro ou site para me indicar ?
    Gratidão .

  3. Tenho um vasinho de alecrim em casa, acho que vou tentar esse! Ótimo post!

    Rosea, fiz um pedido de todo coração à Athena e fui atendida! Como pedi bastante (sempre com o meu cristal na mão) e prometi uma mecha do meu cabelo à ela, pretendo fazer uma oferenda com a vela e o cabelo. Li em seus posts que levar a palavra da deusa às outras mulheres e empoderá-las também é uma forma de agradecimento, mas faço isso há bastante tempo pois sou feminista.

    De qualquer forma, sinto que falta mais alguma coisa nessa oferenda. Alguma sugestão )):?

DEIXAR RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here