E que comece a semana! O que as cartas têm para nos dizer?

A Imperatriz, do Santa Muerte Tarot

É compreensível que a empolgação da virada já esteja “se dissolvendo”, e, com isso, você esteja já largando de mão aquelas promessas, dietas, exercícios, aquelas coisas que você estava tentando mudar para criar novos hábitos, buscar novas energias e tudo mais.

Bem, é compreensível, pois somos seres criativos. Somos seres que mudam a todo momento. As emoções são outras, não estamos com o mesmo fogo de uns dias atrás. Está tudo bem.

Porém…!

Você realmente precisa entender que isso faz parte, mas não dá para simplesmente largar mão de tudo só porque rolou uma preguiça. Seja realista: o que, dessas promessas, realmente é bom para  ti e tem te feito bem (ou fará bem no longo termo)? Ah, aquele médico que você se prometeu, aquelas meditações, comer mais frutas, dizer tchau de vez para o ex abusivo… Hum, seria bom mesmo, viu?

Olha, esse negócio de “ah, vou deixar passar só hoje”, é autossabotagem. Ai deixa hoje, e amanhã também. Aí, opa, já é quarta-feira, né? Deixa passar a semana. Hum, final de semana! Beleza!… Passa a semana toda, e aí adivinha o que você vai dizer na segunda-feira que vem? “Ah… já perdi uma semana, né? Ah, eu não sirvo para fazer essas coisas. Não é pra mim. Melhor nem continuar”. ERRADO! Você pode!

Veja se não está sendo duro demais consigo mesmo. Será que não exigiu tempo demais dessa meditação? Poxa, 1 hora por dia, para quem não tem costume, vira uma tortura. Reduza para 10 minutos e vá aumentando 10 minutos por mês.

O maior erro é achar que está fazendo pouco, logo, acaba não fazendo nada.

Se cuide. Ordens da Imperatriz!

 

Quer uma consulta? Me chama lá no meu e-mail e vamos agendar!

 

Beijokas!

Autor: Rosea Bellator
E-mail: oficinadasbruxas.odb@gmail.com
Youtube: Canal Oficina das Bruxas

Atenção: A reprodução parcial ou total deste texto é proibida e protegida pela lei do direito autoral nº 9610 de 19 de fevereiro de 1998. Proíbe a reprodução ou divulgação com fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na internet, sem prévia consulta e aprovação do autor.