E vamos começar a semana com uma mensagem para animar, alertar, inspirar ou quem sabe ensinar alguma coisa para a bruxarada? E a carta que saiu foi…

A Serpente de Fogo

“Ísis, a Sacerdotisa da Sororidade da Serpente e Rainha da Serpente de Fogo, guia-o agora por meio da transformação, à medida que seu campo de energia fica mais forte e as antigas energias são queimadas no processo de seu crescimento. Confie que você está crescendo e que é mais capaz do que já foi antes. Não avalie suas habilidades atuais com base em parâmetros anteriores, pois eles não mas se aplicam a você.

Você é mais forte e mais poderoso agora do que foi no passado. Precisa aprender novamente o que você é capaz de fazer – e Ísis o ajudará com isso agora.”

Estude, pratique, seja lá qual for sua crença, seu caminho. Busque sempre melhorar. E certamente será apoiado e guiado. Sempre melhorando, hoje maior do que ontem. Confie nos seus guias! Confie em seus deuses! Nos seus ancestrais, nos espíritos da natureza! A evolução vem, devagarinho,

Ísis veio lembrar que você está crescendo. Confie.

E sempre que precisar, liberte sua Serpente de fogo – a força de sua Kundalini! Eis um encantamento do Oráculo de Ísis! Concentre-se, respire fundo! E venha recitar, de todo coração!

“Serpente de Fogo, Erga-se Acima

Repleta de Amor incondicional

Da base de minha coluna ao meu coração

Seu fogo ascendente começa, agora

A limpar, libertar; comece, comece!

Renascimento do meu eu, agora, de dentro

De meu coração à coroa da minha cabeça

Queimando as energias agonizantes e mortas

Acendendo nova vida, novo amor, novo fogo

Serpente de Fogo, erguendo-se, erguendo-se mais alto!”

Que assim se faça, e que assim seja!

Heya!

Uma boa semana a todos!

Quer uma consulta? Me chama inbox lá na página do Facebook ou pelo meu email.

Beijokas!

Autor: Rosea Bellator
E-mail: oficinadasbruxas.odb@gmail.com
Youtube: Canal Oficina das Bruxas

Atenção: A reprodução parcial ou total deste texto é proibida e protegida pela lei do direito autoral nº 9610 de 19 de fevereiro de 1998. Proíbe a reprodução ou divulgação com fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na internet, sem prévia consulta e aprovação do autor.