Oráculos usados na foto: The Wild Unknown Tarot e, embaixo, Seasons of The Witch Samhain Oracle

 

A gente já começa com um 5 de paus, e dá vontade de sair correndo… Se essa é a energia geral, ui…

Respira, calma! O 5 de paus abre o nosso jogo, dizendo que os últimos meses do ano vão ser de tiro, porrada e bomba. Treta. Confusão. Esse rolê todo que estamos vendo aí na mídia, sobre o país, só inflama ainda mais. E por falar em inflamar, kkkk… Só rindo de nervoso mesmo, viu? Seguido do 5 de paus, temos o Cavaleiro de paus. É uma carta bacana? É! Claro que é! Mas veio seguida dessa coisa horrorosa que é o 5, kkkk! As coisas inflamam e tudo é muito rápido. Cuidado para não cair em conversinhas moles, cortinas de fumaça. Aliás, falando a nível de pessoas comuns… Os Enamorados dizem: Essa é a hora que muita gente vai se aproveitar para fazer coisas que antes abominava. Ideias mudam, então prestem bastante atenção nas decisões que vão tomar. Trabalhar em coletivo é BOM DEMAIS, mas nem todo mundo realmente se importa com isso. Só cuidado pra não cair em armadilha, tá? Usem a magia de vocês. Confia na intuição. E se a paranoia gritar, porque todo mundo tem aquele dia ruim… faz um banho de boldo e camomila, que vai te ajudar a pensar direito. Se isso persistir, gente… Terapia! Não tem essa de “ser fraco”, ou “quem faz magia, não faz terapia porque é falta de fé”… O material caminha junto do espiritual. Se cuidem em dobro pra não passar (mais) nervoso nesse final de ano. 

Ainda vai ter mais escassez na questão dinheiro x poder das pessoas, vai ter mais confusão entre as pessoas que vão se desesperar… Desespero bate, assusta, mas é um buraco negro. Não cai nessa. Respire, foco na respiração e pense racionalmente no que pode ser feito. Deixar as emoções aflorarem demais só vai trazer sofrimento e paralisia.

A carta final… O Sapo!

Sabe, gente… Vem aí uma transformação danada. Não é algo que pode ser forçado, não adianta querer acelerar. Sem maluquice! Mas, assim ó… Não enrola quando alguma situação cair do seu colo. É como se a gente ficasse na água, com somente o nariz e os olhos pra fora, igual a um sapinho. Acontece algo, a gente age rapidamente, e volta a ficar lá… Quieto. Se curando na água, aprendendo a observar. Se estiver trabalhando de forma direta com a espiritualidade, essa é a hora de expandir a consciência. Ué, que isso? Pessoal, vamos ser sinceros: não tem como viver no mundo e ignorar o mundo. Ok, não dá para sair salvando TODO MUNDO, mas não podemos ir contra lutas humanitárias, sanitárias, e relacionadas. Acho que ficou claro o recado, né?

Ufa! Boa sorte pra gente!

 

Texto criado em Outubro para os apoiadores do Catarse    Eu agradeço muito o apoio e sugestões de vocês!

 

Quer ajudar o blog a seguir com mais e mais publicações?

Vem conhecer o CATARSE << só clicar!

 

Beijokas!

Autor: Rosea Bellator
E-mail: oficinadasbruxas.odb@gmail.com
Youtube: Canal Oficina das Bruxas

 

Atenção: A reprodução parcial ou total deste texto é proibida e protegida pela lei do direito autoral nº 9610 de 19 de fevereiro de 1998. Proíbe a reprodução ou divulgação com fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na internet, sem prévia consulta e aprovação do autor.