Último dia do mês! ❤️ Eis uma coisinha que gosto de fazer (quando lembro, hahaha!)…

Acendo uma vela preta ou branca, caminho com ela pela casa, fazendo minhas orações, pedindo limpeza, banimento, e por fim uma proteção. Quando acabo, acendo um incenso e ofereço aos meus guardiões. Agradeço e finalizo com uns 5 minutinhos de silêncio, talvez uma meditação. Aliás, gosto muito dessa parte final, pois se tem algo que antes eu não pensava com clareza, nessa hora com certeza vai ficar mais claro, mais fácil de entender.

Pra quem gosta de um passo a passo com sugestões, vamos ao que fiz no mês passado:

Junho foi meio pesado, rs! Apesar de a pandemia ter deixado um clima bem tenso pra todo mundo, Junho foi mais complicado por aqui. Acendi uma vela preta no altar. Queimei alguns raminhos de arruma, uma folha de guiné e um ramo de alecrim. Aí eu peguei a vela e fui caminhando pela casa, entrando por todos os cômodos, incluindo o banheiro. Fui no quintal e na garagem. Fui caminhando e fazendo minhas orações, banindo, limpando, chamando pela proteção ao final. Cômodo por cômodo. Quando terminei, voltei para o altar, coloquei a vela de volta. Acendi um incenso de hortelã. Escolhi de forma bem espontânea, intuitiva. Ofereci o incenso aos meus guardiões. Passei a fumacinha do incenso por mim, pelo altar, como uma forma de estarmos juntos, uma forma de selar a conexão, e depois o deixei queimar no incensário.

Tem sido difícil meditar, com a cabeça a mil! Então fiz um chá de camomila, respirei fundo. Sentei numa cadeira bem confortável e me permiti mergulhar na meditação, em paz. Desacelerou tudo e me deu aquela sensação de “ei, calma que o mundo não vai acabar”. É isso… Um momento bom demais! Espero que tentem e que gostem!

 

Beijokas!

 

Quer ajudar o blog a seguir com mais e mais publicações?

Vem conhecer o CATARSE << só clicar!

 

Autor: Rosea Bellator
E-mail: oficinadasbruxas.odb@gmail.com
Youtube: Canal Oficina das Bruxas

 

Atenção: A reprodução parcial ou total deste texto é proibida e protegida pela lei do direito autoral nº 9610 de 19 de fevereiro de 1998. Proíbe a reprodução ou divulgação com fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na internet, sem prévia consulta e aprovação do autor.