Certeza que você já ouviu algo como: “Fale com seus guardiões”, ou “Fale com seus guias astrais, eles vão orientar você!”. E você sabe quem são esses guardiões? O que fazem? Como falar com eles? Não? Não faz mal. Vem comigo entender um pouquinho desse assunto.

guardiões astrais

Já sentiu como se alguém querido estivesse ao seu lado, te dando orientações? Como se fosse sua própria intuição, mas você percebe que não é? Tem vezes que nem dá pra perceber… de tão sutil!

Já sentiu como se alguém falasse por você num momento muito intenso e decisivo? Aí você fala e depois pensa “Caramba, nem parece que fui eu quem pensou isso!”.

Ou… já percebeu que às vezes você percebe que tem alguém com você num local? Ou em algum momento específico?

Sim?

E essa presença era uma presença boa? Pode lembrar um familiar que já se foi, pode trazer uma energia de força, de proteção, pode trazer memórias que você “sente” ser de outras vidas…

Esses são nossos Guardiões Astrais. Guias Astrais. São Espíritos de Luz que vêm para nos ajudar em alguma situação, para proteger, para instruir, para mostrar um caminho rumo à nossa iluminação, um caminho para a solução de um problema.

Os Guardiões Astrais podem ser um familiar falecido recentemente ou há tempos. Pode ser um ancestral seu, pode ser alguém que não teve relação nenhuma com você. Pode ser um enviado por um Ser Superior, como um deus ou uma entidade que possui vínculo com você. E sua aparência pode mudar de acordo com o desejo dele… podendo ter aparência de criança, adolescente, adulto ou idoso. E pode não ter uma aparência “convencional”… por exemplo, ter a aparência de um animal.

Esses espíritos de luz estão aqui para orientar, nunca para assustar. Então, já deixemos claro aqui: se há uma presença que te assusta e que insiste em te fazer mal e que emite carga negativa… não é Guardião Astral! Pode ser qualquer outra coisa, mas não é Guardião, ok? 

Bem… muitos estão começando a compreender sobre o mundo astral, sobre o mundo mágico, sobre espíritos, deuses… e ficam empolgados! Acabam perguntando: como faço para ver meu guardião? Como faço para falar com meu guardião?

Calma!

Ver espíritos é um dom que nem todos têm. Já sentir todos com disposição e boa vontade podem. Tem gente que tem medo da própria sombra… que se assusta com qualquer vento… para essas será necessário ainda desenvolver-se mais para perceber essa energia sutil.

Portanto, sim, dá para entrar em contato com seu Guardião Astral. E nesse contato podemos abrir nosso coração, pedir auxílio em algo específico, enviar boas energias, – afinal, eles também precisam de boas energias para ficarem bem! – estabelecer uma boa conexão para sempre percebermos o que querem nos passar e agradecer. Nunca esqueça de agradecer. A gratidão é uma das energias mais poderosas.

Como sempre falamos por aqui, é essencial o respeito e confiança.

Não adianta ficar perturbando seu guardião pedindo coisas. Quer algo? Peça uma vez. Quer falar algo com seu guardião, para sentir contato diário? Faça um agradecimento pela proteção do dia.

Sem o respeito e a confiança – de falar uma vez e aprender a ouvir – você vai acabar quebrando a conexão entre você e seu guardião… E aí vai perceber-se sem proteção. Parece que todo azar resolveu cair na sua cabeça. Parece que todo mundo resolveu te trair e te abandonar…

Então, vamos ver como estabelecer a conexão com o Guardião Astral

Não é difícil estabelecer essa conexão, o problema, como em todo relacionamento (seja entre familiares, seja amoroso, seja entre amigos), é manter essa conexão… mas como acabamos de ver, basta ter confiança, respeito e ser grato que dá pra manter essa ligação bem forte. Vão ter dias que você estará com menos energia, meio caído… vão ter dias que você estará a todo vapor. Vão ter dias que seus guardiões estarão do seu lado, mas calados. Eles sempre vão te proteger, sempre vão te dar orientação, só que, assim como na escola, um dia você em que aprender a fazer sozinho. E eles não podem dar a resposta. Sim, temos que usar nossa cabeça, nossa boa vontade e lutar pelo que queremos. Nada de culpar os guardiões por bobagens que acontecerem: acredite, eles te protegem a todo momento, te dão orientação a todo instante… caberá sempre a você tomar a decisão final.

Um meio em simples de nos alinharmos com os Guardiões é estabelecendo um momento em comum.

Vou falar como faço, como bruxa.

Gosto de ir até meu altar, acender uma vela e conversar com eles. Falo das coisas boas que me aconteceram, falo das coisas ruins. Pergunto o que posso aprender disso e se há algo a se levar em consideração. Ou quando estou no meio de um ritual, sempre peço que estejam ao meu lado e digam o que precisar ser dito. Ou quando estou escrevendo um artigo, como agora, sei que falam o que preciso digitar. Escuto o que têm a me dizer, presto atenção nas palavras que “surgem do nada” em minha mente.

No momento que acendo a vela, na maioria das vezes é somente para agradecer. Sei que estão a todo momento ao meu lado, me ensinando alguma coisa.

Algumas vezes peço orientação sobre algo específico, como jogar tarot para alguém cuja energia me parece mais densa, negativa ou confusa.

Graças a uma amiga muito querida e confiável, tenho noção de como são meus guardiões. Não os vejo, mas sinto e escuto sutilmente.

Gosto também de acender incensos de ervas e dedicar-lhes a energia gerada.

Então, caso queira simplesmente fazer um ritual de prosperidade e oferecê-lo para seus familiares, guardiões e ancestrais… faça! É uma linda energia que você está multiplicando e alegrando a todos.

Simples? Sim, simples.

Algumas boas dicas para melhorar esse contato

Abra seu chacra da coroa e do coração. Tem artigo, só clicar, aqui ” Exercício para Abrir o Chakra da Coroa ” e aqui “ Exercício para Abrir o Chakra do Coração“.

Se você é uma pessoa que tem depressão ou crises de ansiedade muito intensas, busque ter um cantinho para seu momento com os guardiões. Tenha lá uma vela branca, uma pedra ônix ou hematita ou turmalina negra, uma ametista e um quartzo rosa. E se você não pode nem acender uma vela, por causa da sua família, tenha pelo menos as pedras indicadas. Lembre-se que estas são dicas para auxiliar, não uma obrigatoriedade.

Utilizar um colar de ametista para o momento que vai estabelecer o contato ou apenas fazer a conexão do dia é uma boa ideia também, já que a ametista é uma transformadora de energias e vai poder te ajudar a transformar o pensamento negativo em positivo, a energia parado em energia em movimento.

Sempre alerto, mas vai o alerta novamente: não fique com o colar ou amuleto o dia todo, 24h … não precisa disso. Todo excesso é ruim, até mesmo o de energia.

E…

Caso você tenha perdido sua conexão com seus guardiões, comece fazendo o que faria em um relacionamento com alguém que gosta…

Peça perdão.

Não precisa se humilhar. Apenas pedir perdão do fundo do seu coração. Aprenda com o seu erro para que não torne a acontecer.

E comece sua nova rotina, de bem com seus guardiões, ouvindo suas orientações, que podem vir em sonho, em pressentimentos, em uma consulta a algum oráculo, em uma intuição. Confie neles. Evite fazer a todo momento as mesmas perguntas, principalmente se você já foi respondido. Tente controlar sua ansiedade e seu medo. Tome um chá de camomila, respire fundo… você precisa aprender a fazer isso, senão não vai conseguir perceber os sinais a seu redor.

Não dá pra ser “mais fácil”. A espiritualidade é algo que não tem receitinhas, mas uma caminhada individual, onde devemos prestar atenção a cada detalhe. Podemos aprender alguma coisa com amigos, com textos, com alguém num dia qualquer… mas cada caminhada é única.

E… por hoje é só. Prometo que em outro dia veremos sobre presenças que nos fazem mal, que irritam o ambiente, como vultos e larvas astrais.

Até a próxima!

Autor: Rosea Bellator
E-mail: oficinadasbruxas.odb@gmail.com

Atenção: A reprodução parcial ou total deste texto é proibida e protegida pela lei do direito autoral nº 9610 de 19 de fevereiro de 1998. Proíbe a reprodução ou divulgação com fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na internet, sem prévia consulta e aprovação do autor. 

Quer ver outros posts? Clique nos seguintes links: