Então, toda bruxa usa tarot? Todas elas sabem o que as cartas dizem e pensam da mesma forma? Os bruxos podem jogar? Tarot só vê futuro?

a bruxa e o tarot

Certo dia, a Luíza resolveu comprar um tarot. Ela já tem uns 5, mas adora colecionar. Adora usar cada vez um diferente. Na sua coleção já tem: O Tarot de Marselha, O Tarot de Rider Waite, O Tarot Egípcio, O Tarot Mitológico e O Tarot das Bruxas. Eis que agora possui O Mini Tarot dos Gatos Brancos.

Luíza sabe usar o tarot para várias coisas, como ver futuro e para autoconhecimento. Usa até em rituais e feitiços! Essa bruxa sabe que quando usa o tarot para ver o futuro para si mesma nunca dá certo. Por quê? Quando está triste ela tende a ver só coisa ruim ou entender tudo pelo lado negativo. Quando está feliz vê só alegrias e coisa boa até onde não tem. Porém, quando ela joga o tarot para autoconhecimento este a ajuda muito! Ela consegue conselhos para sua espiritualidade e vê a si mesma, quando está em dúvida.

Ah sim, a Luíza não tem somente tarots! Ela tem outros tipos de cartas, como O Oráculo da Deusa! Não segue o padrão do tarot, mas é um oráculo também e a ajuda muito quando precisa sentir as palavras das deusas, de forma para inspirá-la.

Tem também, as runas! Caramba, Luíza, quantos oráculos! Sim, são vários, pois ela tem facilidade de compreendê-los, ela se sente à vontade com os oráculos! E com as runas ela pede conselhos mais objetivos, para quando sente-se sem inspiração para interpretações complexas.

Luíza tem um amigo chamado Adriano.

Esse rapaz também é bruxo e também gosta de oráculos, porém ele tem certa facilidade maior com runas do que com cartas. Não é porque ele é homem, simplesmente porque Luíza tem mesmo maior afinidade. Adriano, porém, se dá tão bem com as runas que consegue usá-las para muito mais coisas do que Luíza, que só as usa quando precisa de algo mais objetivo. Esse bruxo consegue usar as runas para autoconhecimento, para futuro, para conselhos, para feitiços e rituais! Só que ele também evita ver futuro para si mesmo, pelos mesmos motivos que a amiga.

E também tem outra coisa: quando o assunto é tarot eles não possuem a mesma visão. Adriano acredita que não precisa jogar com cartas invertidas, pois sente quando elas mostram algo negativo e Luíza acredita que precisa sim jogar com cartas invertidas, pois elas mostram assim quando há algo que precisa de atenção urgentemente. Quem está certo e quem está errado? Nenhum dos dois, são apenas visões diferentes.

Eles têm uma amiga em comum, a Laura. Essa moça também é bruxa, mas nunca se deu bem com oráculos! Parece que não adianta o quanto ela estuda, quando ela joga não vem nada em sua mente. É como se ela não sentisse nada! Não flui! Laura já até sentiu-se menos bruxa por isso, mas seus amigos sabem que isso não é verdade e a ajudaram, dando todo apoio e mostrando para que pode até ter dificuldade com oráculos, mas em compensação dá um show quando o assunto é meditar, quando o assunto é canalizar energia cantando! Laura aquece todo um lugar quando começa um ritual com suas próprias músicas.

Por último, preciso contar sobre um outro amigo, o Ricardo. Ele não é bruxo. Não segue wicca, não estuda bruxaria, nem outra coisa do tipo, nada de magia. Ele até é um tanto católico, mas joga tarot! Ele sabe que essa ferramenta não é nada de diabo ou coisa de outro planeta. Na verdade, assim como Luíza e Adriano, Ricardo usa o tarot para ver o futuro, para autoconhecimento e para pedir conselhos – e também até atende algumas pessoas em suas horas vagas!

Você sabia que tanto a Luíza quanto o Adriano, a Laura e o Ricardo não são tão fictícios assim?

A situação deles é a de muitas pessoas!

Dia desses comentei aqui no blog, para uma pessoa, que eu tenho muita facilidade com oráculos, vários deles, mas em compensação… astrologia… ih! Tenho uma amiga que é FERA em astrologia, mas em compensação com oráculos… ui!

É maravilhoso saber usar o tarot tanto para autoconhecimento, para ver futuro, para pedir conselho, para feitiços e rituais, mas se você não consegue de jeito nenhum isso não te faz menos bruxo! Cada pessoa tem maior aptidão com algo!

E como descobrir essas aptidões?

Estude! Sempre vou martelar nessa tecla. Estude, pratique. Só assim você vai percebendo seus pontos fortes e fracos. Mude de ferramentas. Tem gente que não consegue usar O Tarot de Marselha porque não consegue entender muito bem suas figuras e acaba comprando outro tarot que tenha figuras mais ilustrativas, como O Tarot Mitológico.

Arrisque, entregue-se, dedique-se.

Até a próxima!

Rosea Bellator
E-mail: oficinadasbruxas.odb@gmail.com

Ah, para quem quiser comprar os tarots mencionados no texto, só clicar nos links a seguir:

ATENÇÃO: A reprodução parcial ou total deste texto e imagem é PROIBIDA e protegida por LEI. Para usar este texto entre em contato com a autora.

Quer ver outros posts? Clique nos seguintes links:

2 COMENTÁRIOS

DEIXAR RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here