sussurros de inverno

I

Eu ouvi o vento passar
Eu ouvi o tempo acabar
Eram os sussurros de Inverno
Anúncios de mortes
Prenúncios de tempestades
E o frio…
Uma nova era virá
Mas para que possa vir
Esta precisa acabar
Como você acha que acontecem as coisas?
Lobos são caçadores hábeis
Fortes sobreviventes
Unem-se em matilhas
Numa família sempre unida
E você acha que pode fazer tudo sozinho?
Ouça, ouça a Natureza cantar

II

Pode ser uma melancólica canção
Mas é de coração
É fraca, é verdade
Nesta estação não há tanta energia
Como no verão
Mas se você parar para pensar
Vai entender que não é mesmo para ser igual
Esta é uma época de ficar agarradinho
De fazer massa
E tomar vinho
Época de dar o devido descanso ao corpo
E também para a mente e a alma
Sabe, com a ajuda de uma sopa
Tudo se acalma
É, é um sussurro
Um vento suave que vem da noite
O inverno não tem calor na pele
Mas tem calor no coração

III

Observar a chuva de tarde
Saborear longos sonhos à noite
Desculpas para abraçar
E de manhã mais motivos para querer aquele mimo
Para amar esta linda estação
Tenho mil motivos
Perdoe-me a preguicinha durante o dia
É que estou dando carinho para mim mesmo ainda
Uma sonequinha
Um cochilo
Depois tirar só uma pestaninha
Vou virando-me sonhando com aquele chocolate quente
Enquanto ouço meu amor me ninar
Hummmm….
Hummmmm…
O vaporzinho da chaleira apitando
E agora para levantar?

IV

Oh, Sussurros
Tão delicados Sussurros de Inverno
Tão claros, tão mágicos
Tão delicioso de se envolver
Acendo uma vela em tua homenagem
Faço uma bela canção
Depois podemos dividir um chá
E conversar, sei lá, papear!
Depois acendo um incenso
De acordo com meu intento
Que não falte amor, nem harmonia
Dor não tem como apagar
Então traga amigos para festejar
Inverno, querido
Não esqueça de me ver uma boa companhia
Alguém que divida comigo a alegria
Experiência e sonhos
Viagens pelo mundo!
Eu agradeço à Natureza
Por sua generosidade e abundância
A vida é linda, colorida
Diversa e complexa
Ou seria simples e perfeita?
Hahaha!
Que tolice a minha!
Não preciso entender
Apenas viver, apenas amar
E vou ouvindo os deliciosos sussurros
Ah, os Sussurros de Inverno!

Feliz Inverno a Todos! 😀

Rosea Bellator
E-mail: oficinadasbruxas.odb@gmail.com

ATENÇÃO: A reprodução parcial ou total deste texto é PROIBIDA e protegida por LEI. Para usar este texto entre em contato com a autora.

Quer ver outros posts? Clique nos seguintes links:

COMPARTILHE !
Artigo anteriorLivro: A Senhora do Caldeirão
Próximo artigoBanhos de Abre Caminhos
Bruxa natural, sem medo de botar a cara no Sol. Sacerdotisa de Sekhmet, com orgulho. Taróloga pra todas as horas. Escritora sem vergonha, fazer o que, né? Libriana sim, mas com ascendente em Aquário, dá licença!? Aqui a conversa é fluida, sem drama, sem segredos. Bem, segredinhos só na hora de bater o tambor cazamigas! Falou em magia, já to lá! #ÉnóisQueVoa!

5 COMENTÁRIOS

DEIXAR RESPOSTA

Por favor, insira um comentário!
Por favor, insira seu nome.