Esse artigo é direcionado à pessoas que são vampiros energéticos, para pessoas que não sugam por maldade e querem mudar. Além das coisas simples e mais básicas, vamos ver o que se pode fazer espiritualmente e também na sua rotina para melhorar essa situação.

Mas antes, é importante saber que ser um vampiro energético não é absorver a energia de um local cheio de pessoas e depois ficar mal. Isso é alta sensibilidade, e você acaba absorvendo toda a energia negativa das pessoas e por isso fica mal. O vampiro energético deixa os outros mal! Ele suga o que é positivo, deixa os outros desanimados, e infelizmente está sempre precisando de incentivos, de energia, sempre se sentindo vazio. Felizmente o artigo de hoje acaba ajudando as duas situações.

Sou um Vampiro Energético, Como Posso MelhorarA primeira coisa a se fazer é perceber se você realmente é um vampiro energético.

  • você se identifica com a maioria das citações deste artigo? Clique aqui: Vampiros Energéticos. Se sim, você é um vampiro energético.
  • você percebe que depois de conversar com você as pessoas ficam para baixo, meio mal, meio tristonhas… com cara de cansada? É, você está sugando as pessoas…
  • você percebe se você é quem fica mal e as pessoas saem felizes da vida, parece que elas ganham um tonificante e ficam bem depois de conversar com você? Então você NÃO é vampiro energético, você é uma pessoa sensível que absorve energia negativa das outras pessoas… e é por isso que elas ficam de boa.
  • as pessoas te evitam, acabam sendo ríspidas o tempo todo ou apenas afastam na primeira oportunidade? Elas não se sentem bem perto de você… porque você de certa forma suga.
  • Em todas as situações que se fala de vampiro energético, você se encaixa? Então sim, você é.
  • Não, você só se encaixa em uma ou outra. Digamos que de 30 diagnósticos, você se vê em no máximo, 5. Você só é uma pessoa que de vez em quando é inconveniente para os outros, nada de mais. Afinal, não dá pra ser legal com todo mundo.
  • As pessoas não se afastam de você, é só uma ou duas pessoas específicas? Então você não é vampiro energético, você e essas pessoas só não se dão bem mesmo. Normal.

Ainda que você não seja um vampiro energético, mas sente que precisa de ajuda, pode continuar lendo e aproveitando as dicas. Se você é na verdade uma pessoa sensível que absorve energia negativa das pessoas, também continue lendo. Vai ajudar bastante também.

Após entendido o problema, o que se pode fazer? Seja você o vampiro energético, seja uma pessoa querida…

  • Conversem. Mostre o que está acontecendo e busque apoio.
  • Psicólogos costumam ajudar muito em vários assuntos, como pessoas que se estão muito vitimistas, invejosas, que acreditam serem azaradas ou mesmo depressivas.
  • Terapias ou exercícios, como florais e yoga, ajudam a reabastecer seu astral com boas energias, sem precisar sugar os outros.
  • Observar sua rotina e ver onde você gasta mais tempo, onde você deveria estar investindo esse tempo.

E já que falamos de rotina… A rotina é essencial. Dá uma olhada:

Patrícia é estudante e não tem trabalho. Está sempre nas redes sociais com os amigos e brincando sobre estar “na bad”, ou seja, estar mal, por causa de qualquer coisa. Seja por causa de um amor não correspondido (o famoso “crush”), seja por que os estudos estão difíceis, seja porque não tem grana… Pode parecer bobinho, ou mesmo muito pouco influente na vida da gente, mas estar o tempo todo “nessa brincadeira de reclamar”, de ficar apontando para o que não se tem, e dividir isso com um monte de gente (que às vezes não estão brincando, estão realmente se queixando) pode acabar num vampirismo coletivo bem grande, num ciclo vicioso… Aí, imagine, você já está meio mal, já está sem querer sugando outras pessoas (sim, à distância, com lamentos intermináveis e que podem ser resolvidos), e acaba sendo também sugado por outras pessoas fazendo o mesmo!

Não tem problema brincar de vez em quando com a nossa própria desgraça…, é até saudável. Mas quando a brincadeira fica tão frequente assim, já não é mais brincadeira. Isso cansa, suga. É tipo a piada do “pavê ou pacomê”? Enche o saco, te tira a boa vontade de fazer o pavê e dá vontade de mandar a pessoa …. você sabe, hehe…

Outra coisa, reclamar dos próprios problemas. Ok, você desabafa, conversa com um amigo ou outro, põe pra fora, alivia, ufa! Mas não faça dos seus problemas, circo para os outros. Nem todo mundo quer saber e tem uma parcela das pessoas que adora ver o sofrimento alheio. Elas não vão torcer por você, elas vão achar é ótimo. E … você acaba afastando algumas pessoas. Sim, olha o vampirismo em ciclo aí de novo. Lembra-se das pessoas sensíveis que acabam absorvendo energia negativa dos outros? Essas pessoas se incomodam em ver lamentações intermináveis. Não porque sejam “frescas”, ou rude, ou sem coração… assim como o vampiro energético suga a energia positiva sem querer muitas vezes, o sensível absorve a energia negativa sem querer quase sempre, e sem ele querer!

Então, preste atenção na sua rotina. O que você faz que afasta os outros? O que você faz que acaba sugando os outros? É uma brincadeira de mal gosto? É uma mania de chegar em algum lugar sem avisar? É a mania de confundir sinceridade com ser agressivo e ofensivo? É, tem gente que se ofende até se você tentar ajudar dizendo que tem uma alface no dente delas, mas também depende de como essa alface foi mostrada. Como foi?

– Ei, amigo, (fala de boa, baixinho) tem um alface no seu dente. Corre lá no banheiro e vê isso aí.

Ou foi…

– Nossa!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! (falando alto pra todos ouvirem) Tem um alface no seu dente Credo! Tira isso, seu nojento!

Hum… A gente entende quando é brincadeira, porque não acontece sempre. Mas se você tem a mania de sempre falar como no segundo exemplo…. É, as pessoas vão se afastar, e isso não é só “sinceridade”.

E você, que identificou tudo isso num amigo, use as dicas para passar para essa pessoa. Ou mande logo o artigo todo, se ela tiver a mente aberta. Fale com carinho e mostre pra ela o que está acontecendo, porque a vida dela anda dando tanta volta e nada se resolve. Infelizmente sim, nós mesmos podemos por pedras no nosso caminho.

Após tentar ver essas coisas mais simples de notar e tentar contornar, vamos ver o que podemos fazer no plano espiritual.

Assim como ensina o 5 de Espadas, é preciso aprender com as vitórias e derrotas, nada de pensar em si mesmo como apenas um perdedor e largar a própria causa! Imagem: Tarot de Rider Waite.

Assim como ensina o 5 de Espadas, é preciso aprender com as vitórias e derrotas, nada de pensar em si mesmo como apenas um perdedor e largar a própria causa! Imagem: Tarot de Rider Waite.

No próprio artigo sobre Vampiros Energéticos já fiz as indicações de banhos, limpezas, enfim. Mas vamos ver novamente, agora com maior ênfase no próprio vampiro, para que melhore sua condição.

Quando o vampiro energético busca o espiritual, é mais difícil, pois ele normalmente está sempre vazio de energia, esgotado, sem forças. Então, antes de pular para as práticas de rituais, orações, etc, comece com algo que te PREENCHA de energia, e claro, sem sugar ninguém. Isso pode ser feito através de…

Amuletos Carregue amuletos de coisas naturais, como pedras e cristais, que são ótimas fontes de energia. Dê preferência para as que trazem algum tipo de energia, como quartzo rosa, que traz carinho, amor. Quartzo verde, que traz saúde, vibra cura. Pedras alaranjadas como calcita, normalmente trazem energia de movimento, para ter ânimo. A bronzita dá força. Não é muito difícil de achar, procure em lojas esotéricas, casas de umbanda, feirinhas, vendedores de rua ou até mesmo em lojas online.Como usar? Apenas carregue consigo, pode ser em colar, pode por no sutiã, na calcinha ou na cueca.  Dê preferência para a pedra entrar em contato com a sua pele, pelo menos por algumas horas, depois ponha na bolsa ou no bolso da calça/blusa, na mesa do escritório, enfim, deixe por perto.

Importante: Ametista seria uma boa? A ametista é um cristal transmutador. Então ele pega uma energia e transforma em outra. Só que, normalmente, o vampiro energético não tem energia… logo, ele não consegue transmutar nada! Se quiser usar a ametista, use-a em meditações, para transformar os pensamentos negativos em positivos. Porém, ela é ótima para pessoas sensitivas, pois absorvem energia negativa dos outros e precisam transformar em energia positiva. Hematita, turmalina negra e ônix para o sensitivo também é uma boa, pois o protegerão das energias negativas, já para o vampiro energético não… pois não há o que sugar.

Plantas Mais uma vez, tenha isso por perto. Flores costumam dar muito vigor e trazer alegria para a casa, bem como um comércio também. Quais? Qualquer uma que não seja voltada para limpeza e banimento, pois mais uma vez lembrando: o vampiro energético precisa se encher de energia!

Banhos Mágicos Banhos com manjericão, alecrim, louro, camomila, rosas vermelhas, canela,açafrão, girassol, margaridas… busque as propriedades que te encham com alguma energia, seja prosperidade, amor, segurança, força, etc.

Fazer o banho é simples: Coloque pelo menos 1 litro de água para ferver. Quando estiver começando a querer ferver, desligue o fogo e jogue as plantinhas escolhidas. Pode ser seca ou fresca. Abafe a panela e espere pelo menos uns 15 minutos ou até amornar na temperatura que você quiser. Depois pode coar e tomar esse banho do pescoço pra baixo. Após o banho, espere uns minutos antes de se secar, e visualize a energia desejada vir até você. Puxe-a para si. Se puder, deixe secar naturalmente. Quantas vezes posso tomar esses banhos? Dê preferência, pelo menos 2 vezes por semana, mas dê um espaço de pelo menos 2 dias entre eles. Se a coisa estiver muito feia, pode fazer até 4 por semana com um intervalo menor.

Importante: Se você estiver MUITO caído, pode usar de cabeça e tudo. Por que isso? Por causa do chacra coronário. Evite estar a todo momento inferindo na fluidez dele, mas como vimos, se você estiver muito mal, faça. Depois de coar, pode jogar os restos na natureza, ou enterrar, ou deixar secar e queimar no caldeirão. Não tem caldeirão? Use uma panela que você passará a usar somente para fins mágicos.

Meditações Quando for meditar, tente levar algum cristal para te dar energia, ou uma plantinha ou depois de um banho mágico, como vimos acima. Tente usar mantras para te encher com positividade. Por exemplo: “Eu vibro positividade”, “Eu SOU”, “Eu sou amor”. Veja mais sobre os mantras, clique aqui: O Poder dos Mantras. Busque também estar sempre reequilibrando seus chacras. Veja, só clicar aqui: Chacras: Identificando Pontos de Energia no Corpo. Tem sugestões de meditações aqui, só clicar: Meditação: Como? Quando? Por que fazer?.

Fez essa parte? Ótimo, agora vamos para a parte que envolve mais a fé, que é igualmente importante.

Orações são importantes. Seja uma oração voltada para sua divindade, seja ela qual for – não em divindade melhor nem mais apropriada do que a divindade que você acredita e ama,seja uma oração voltada ao universo, seja ao seu eu, seja à natureza, seja aos seus guardiões. Não vai adiantar copiar orações e repetir à esmo, apenas falar palavras que não saem do seu coração não resolve o problema, ainda mais que você é um vampiro energético, e energia pra você é uma coisa complicada. Apenas ore, de coração, desabafe, limpe sua alma, e peça energia, peça paciência consigo mesmo, peça evolução. E saiba que, tudo que pedimos, eles mandam… Se você pede sabedoria, eles mandam uma situação para você resolver e se tornar sábio. Se você pede força, eles mandam uma situação difícil, para aguentar até o final e você ver como você é forte. É assim que funciona. Não é um pó mágico que cai numa chuvinha de ouro e ficamos bem, ok? Acredite, você tem força, só não percebeu isso ainda. Se você quiser ler e repetir alguma oração… que o seja de toda fé, mas saiba que não é que aquela oração seja melhor que outras, ou que ela seja especial, são palavras… e sem fé serão só palavras mesmo. Sobre os guardiões astrais, clique aqui: Contato com o Guardião Astral.

Feitiços seja lá qual for o tipo de feitiço que você for fazer pra você, pois cada um tem uma situação na vida e precisamos de coisas diferentes, apenas esteja já energizado (como já vimos) e vá com carinho e paciência. Se tiver dificuldade em se concentrar, leve o tempo que for. Se tiver sem as coisas necessárias, primeiro consiga tudo. Por que? Porque você não tem energia própria, ou tem muito pouca, se falta um ingrediente, ou seja, uma energia, é difícil para você repor isso.

Limpezas astrais e na casa evite fazer limpezas pesadas em si mesmo… de novo: você já tem dificuldade em repor suas próprias energias, então se fazer uma varredura muito forte, você vai piorar. Faça limpezas astrais com banhos de rosas brancas, lavanda…  os banhos são feitos como já foi descrito em Banhos Mágicos. Na casa, faça uma misturinha num recipiente spray, também com rosas brancas, pode por lavanda, alecrim, cravo, jasmim, 1 pimentinha vermelha, camélia, e outras plantas que limpam mais suavemente. Depois é só borrifar quando sentir que precisa de uma limpeza em casa.

Rituais – assim como os feitiços, seja lá qual for o tipo de ritual que você for fazer pra você, pois cada um tem uma situação na vida e precisamos de coisas diferentes, apenas esteja já energizado (como já vimos) e vá com carinho e paciência. Mas, para rituais, requer uma atenção especial: veja se realmente você está tem energia para fazer isso. Ter energia não é só “estar feliz”, até porque muitas vezes precisamos da magia justamente por não estarmos feliz. Ter energia é conseguir aguentar levar até o final, mesmo que o corpo esteja “mais ou menos”. É conseguir se atentar aos detalhes, sem correria, sem começar a se sabotar e “ah, já errei, vai do jeito que der mesmo…”. Lembre-se: em rituais, lidamos com entidades, divindades, outros espíritos. Mantenha o respeito sempre, guarde o mau humor para si mesmo, guarde as piadas para si mesmo. Foco. Você precisa do dobro de atenção das pessoas que não são vampiras energéticas. Faça listas, separe tudo antes. Dedique-se a esse momento com todo amor. Você estará em boas mãos, mas precisa chamar e acreditar, ouvir o que é dito, o que é sentido. E assim vai caminhando para sua evolução…

E…

O principal é acreditar em você. Você quer melhorar, isso já é um grande passo. Saia de perto de outros vampiros energéticos. Acaba um sugando o outro, e fica ainda mais difícil de se ajudarem. Dá pra fazer isso, ajudar um ao outro? Dá, mas a outra pessoa tem que querer, assim como você.

Tenha paciência, faça uma coisa de cada. Anote. Veja seu progresso cada vez que ler seu próprio diário. Todos nós temos limites, o seu está nesse problema, atualmente.

Quando uma pessoa se afastar, tente entender o porque. Como já vimos, tem gente que tenta ajudar os vampiros energéticos – e tentam até não conseguirem mais, tem as pessoas sensíveis, que dificilmente vão conseguir ajudar, já elas absorvem energia negativa sem querer e ficam mal (ou seja, o oposto do vampiro energético, que suga energia positiva e deixa os outros mal) e tem as pessoas que não estão nem aí mesmo. Tente entender, tente se ajeitarem, se não der mesmo, deixe ir.

Pra finalizar…

Algumas perguntas e casos de leitores

Gostaria de saber porque ás vezes sinto que minha energia foi drenada, não sei se é alguém ou várias pessoas, mas às vezes mal consigo parar em pé de tanto que fico sem energia. Gostaria de saber como me proteger disso, afinal no meu trabalho vejo muitas pessoas e não tem como evitá-las.

– Isso acontece porque você é uma pessoa muito sensível, energeticamente sensível. E acaba se abrindo a todas as energias… Acaba absorvendo o negativo de todos à sua volta. Portanto sim, você acaba exausto. O que pode ser feito? De começo, tente não se envolver com todos, como ouvir todas as conversinhas, se aborrecer por tudo, bater boca… De modo espiritual, dê uma olhada nas recomendações deste mesmo artigo.

Como limpar o ambiente depois de receber uma vampira energética? Minha vizinha trouxe uma outra vizinha que nunca tinha vindo em meu apartamento, ela ficou encantada com uma almofada em formato de coração que faz massagem (ela vibra em duas intensidades), vibrava… dias depois ela não estava funcionando. Troquei as pilhas por nova, fiz tudo verifiquei, não funciona mais. Essa pessoa não te olha nos olhos. Sempre olha de soslaio e te olha de cima abaixo.

– Descaradamente um vampiro energético que sabe estar sugando o outro, ou seja, com maus pensamentos, inveja… Primeiro, tenha sempre algum tipo de planta que tenha propriedades de limpeza na sua sala ou na porta. Ex: comigo ninguém pode, arruda, espada de são Jorge. Um copo com carvão e água limpa atrás da porta também ajuda. Ou ainda um pote com bastante sal grosso. Depois que essa pessoa se for, acenda incensos para reformular a energia do local, não precisa ser só incensos para limpeza. Também tem outra dica legal: em um recipiente spray, coloque 1 dente de alho, alguns cravos, alguns pedacinhos de canela em pau (a canela em pó vai obstruir o spray!), folhinhas de arruda e uma pedrinha bem pequenina de turmalina negra. Não precisa ser todos esses ingredientes, mas pelo menos 3 deles. Aí é só preencher com água e borrifar pela casa, fazendo suas orações ou mantras.

Vampiros energéticos a distância, é possível?

– Sim, é possível. É como aquele “amigo” do Facebook, que sempre aparece para tentar diminuir uma postagem, um pensamento seu. Sim, isso suga a gente também. Lembre-se: a troca de energias não acontece só quando estamos do lado da pessoa… a energia nos alcança em qualquer parte.

Como me proteger caso o vampiro energético seja uma pessoa próxima (pai, mãe, filho, namorado, etc)?

– Pode usar todas as dicas que foram dadas aqui:  usar amuletos, colocar plantas em casa, orações, limpezas… enfim. Mas seria o ideal não apenas se proteger, mas tentar fazer a pessoa ver isso, numa conversa franca, e ela tentar melhorar, senão vai ficar uma coisa… num ciclo sem fim. Se a pessoa não quer mudar, não enxerga isso e você não aguenta mais… ai é afastamento, corte de laço, evitar conversar de qualquer coisa sobre você.

Tem perguntas ou um caso que não foi falado aqui? Manda nos comentários, vamos ajudar quem está nessa situação e não sabe o que fazer!

E é isso 😉

Beijokas!

Autor: Rosea Bellator
E-mail: oficinadasbruxas.odb@gmail.com

Atenção: A reprodução parcial ou total deste texto é proibida e protegida pela lei do direito autoral nº 9610 de 19 de fevereiro de 1998. Proíbe a reprodução ou divulgação com fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na internet, sem prévia consulta e aprovação do autor. 

Quer ver outros posts? Clique nos seguintes links: