Tá, qual a diferença desse ritual para um outro ritual de abertura de caminhos?

Esse ritual foi feito para as pessoas que realmente querem mudar o ritmo de tudo em suas vidas. Como se fechasse um livro e começasse outro do zero. Entende? Mudança radical, para abrir todos os caminhos. Isso pode implicar em mudanças muito inesperadas – mas claro, para o seu bem. Afinal, é uma abertura de caminhos.

  • Caldeirão ou outro recipiente que aguente segurar o fogo. Se for fazer ao ar livre, e puder fazer fogueira, melhor ainda;
  • Opcional: Galhos secos, para ajudar a manter o fogo. Pode também usar papel, mas faria muito mais fumaça, e uma fumaça meio desagradável…;
  • Opcional: Um pouco de álcool ou derivados, e fósforo, para te ajudar a fazer o fogo.
  • Opcional: incensos de sua preferência;
  • Ervas para abertura de caminhos e conexão espiritual. Tais como: guiné, alho, quebra-demanda, rosa branca, abre-caminhos, espada-de-São-Jorge, folhas de pimenteira, alfazema, anis estrelado, artemísia, aroeira, folha de eucalipto, losna, entre outras;
  • Essencial: antes de começar o ritual, tome um banho de alho e alecrim (a quantidade é por sua intuição). Só fazer aquele banho mágico simples: ferver água, por as ervas, esperar, desligar, deixar amornar…;
  • Essencial: evitar o máximo possível o contato com as pessoas por 24h. Faça o ritual, e aí sim, está liberado.
  • Frutas frescas variadas, que serão a oferenda;
  • 1 vela branca untada com azeite, sal grosso e canela;
  • Com papel e lápis, escreva uma carta, falando da sua vida. E ao final, pedindo que ela mude radicalmente, para sua evolução e melhoria de vida.

Importante: é um ritual e exige muita força. Se alguém decide fazer este ritual, certamente a vida não está lá essas coisas… Então é normal que não tenha tanta força assim. Portanto, invoque alguma entidade que você tenha afinidade. Certamente que, quanto mais se conhece e se tem laço com a entidade, mais fluído o ritual, mais força se consegue. E também, dependendo da entidade que for chamada, a *nova vida* terá alguns aspectos dessa entidade. Exemplos: com Sekhmet, nessa mudança radical, a pessoa poderá se tornar mais guerreira, com mais iniciativa. Com Poseidon, a pessoa poderá se tornar mutável com as luas/mar, mas também mais leve. Com Hathor, a pessoa poderá se tornar mais sexy, descontraída. Com Ganesha, a pessoa poderá se tornar mais tranquila, sábia. Enfim. Estes são apenas EXEMPLOS. Não é possível prever o resultado com cada entidade.

Você pode chamar qualquer entidade que sentir algum vínculo e que tenha confiança. Divindade, povo de rua, santo, natureza, enfim. É com você. Escolha bem e siga adiante.

  • Opcional: se tiver a estátua dessa entidade, use-a.
  • Opcional: Se puder fazer à céu aberto, melhor.

Comece fazendo o Círculo Mágico.

Prepare o local.

Comece dizendo:

“Eu invoco, neste momento, meu Guardião

Ser que me orienta desde meu nascimento

Peço que me oriente mais esta vez

Para um novo e melhor rumo e minha vida

Seja bem-vindo a este círculo”

Então acenda a vela e chame a entidade. Faça uma invocação de coração à entidade escolhida. Só não esqueça de:

  • Invocar
  • Diga que convida para seu círculo mágico
  • (Caso nunca tenha tido contado com a entidade, apresente-se)
  • Dizer o motivo
  • Pedir que te escute, que te auxilie e que permaneça até o final do ritual
  • AGRADECER

Siga então, para a próxima parte.

Coloque as ervas (e galhos se quiser) dentro do caldeirão. Coloque as frutas em algum lugar por perto. Deixe a vela acesa próximo ao caldeirão.

Pegue a carta que você escreveu. Peça que todos ouçam. Leia, mas não leia apenas mentalmente.

Assim que terminar de ler…

Diga:

“Então eu lhe peço

(diga o nome da entidade) mude meus caminhos!

Que minha vida saia dessa situação

Que eu possa evoluir, crescer

Melhorar

E se preciso, ser outra pessoa

Em nome de um futuro melhor

Feliz e próspero

Em confio em ti, (nome da entidade)

E também em ti, meu Guardião

Sei que me guiarão da melhor forma

E que assim seja

Eu entrego meu pedido

(ponha fogo nas ervas dentro do cadeirão e coloque a carta para queimar)

Em total confiança

E aguardo!

Proponho-me a aceitar as mudanças

Apenas peço que me mostrem os caminhos

Com avisos de amigos verdadeiros

E pessoas que verdadeiramente desejem o bem de todos

Bem como em sonhos

E que assim Seja!”

Fique aí. Aproveite o fogo. Sinta a força espiritual agir…

Medite se quiser.

Então, pegue as frutas. Traga para perto do fogo e diga:

“Ofereço estas frutas

Alimento fresco e cheio de vida

Em nome de (nome da entidade)

(faça seu agradecimento)

E que assim seja!”

Respire… Peça que, numa intuição, mostre o que fazer com as frutas. Se é para deixar em alguma encruzilhada, se é para dar para alguém, se é para comer, etc… Assim que entender, pergunte se a entidade deseja algo mais como oferenda. Apenas confie na sua intuição.

Anote para não esquecer (ou já faça, se for algo que já tem em mãos ou pode fazer na hora, tipo dançar).

Agradeça novamente.

Agora, ofereça algo ao seu Guardião. Algo de coração. Agradeça.

Está feito.

Celebre!

E não esqueça de suas próprias palavras na sua carta (e por isso recomendo ter uma outra via guardada, para consulta futura).

Encerre o ritual quando sentir necessidade.

Agradeça a presença da entidade, diga que agradece por ter ficado até o final, por ter te escutado, e que se quiser, pode ir…

Desfaça o círculo.

Obs: recomendo que faça o ritual sozinho. Se for fazer com mais alguém, cada um terá sua própria carta e sua própria oferenda. E devem entrar num acordo sobre qual entidade chamar. Chamar duas entidades pode gerar um conflito, afinal, cada uma tem sua forma de ver as coisas, e como a entidade que vai moldar os caminhos, chamar mais de uma pode virar bagunça… Pensem bem.

Pronto! Agora é confiar e seguir com as mudanças que você deseja e com as que virão!

“Uma coisa eu posso garantir: as pessoas que fizeram este ritual, lembro que chamaram Ísis, uma outra chamou Sekhmet, uma pessoa chamou Lakshmi e a outra pessoa chamou Hécate, e teve alguém que chamou Iemanjá. Todas mudaram radicalmente, e estão muito melhor, e também muito conectadas com suas divindades. Não foi fácil no começo, porque MUITA COISA mudou. Mas elas levaram adiante, com confiança. Isso que me deu total confiança de postar este ritual aqui. Obrigada pelo relato, pessoal.”

Beijokas!

Autor: Rosea Bellator
E-mail: oficinadasbruxas.odb@gmail.com
Youtube: Canal Oficina das Bruxas

Atenção: A reprodução parcial ou total deste texto é proibida e protegida pela lei do direito autoral nº 9610 de 19 de fevereiro de 1998. Proíbe a reprodução ou divulgação com fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na internet, sem prévia consulta e aprovação do autor.

53 COMENTÁRIOS

  1. Fiz este ritual invocando minha Kali Maa em agosto, e apesar de ouvi-la sussurrar que iria me ajudar, minha vida permaneceu igual até hoje. Contudo, hoje, eu estava meditando ouvindo o mantra de Kali, e ouvi sinos, e vi seus braços. Ela então cortou minha cabeça, decepou meus braços e vi meu corpo num rio de sangue em um lugar completamente negro. Eu lhe perguntei porque e ela simplesmente me moldou novamente em barro. Juntou meu corpo e rasgou o lugar escuro, me envolvendo em uma luz brilhante. Por fim, ela me abraçou, e me disse para aceitá-la em mim.
    Seria este um sinal de mudanças em minha vida?
    Gratidão.

  2. Rosea, tudo bem? Espero que sim… tenho uma pergunta: eu fui por um tempo do candomble e depois passei pra umbanda. Não me senti “bem” com algumas situações que passei nas religiões de matriz africana. Deixo claro que não foi com nenhuma DIVINDADE A QUE EU ME DESAPONTEI. Sendo assim, eu poderia fazer esse ritual com Ogum? Desconheço outros panteoes e fico receoso de “clamar” por algo que não conheço (ainda)
    Desde já sou grato pela sua ajuda!

  3. Eu poderia fazer o ritual invocando Kali? Tento não me apegar a um deus específico, mas, tenho um carinho especial pela mãe Kali.
    Quais aspectos dessa deusa eu adquiriria na minha vida?

  4. Olá , poderia me ajudar a descobrir meu guardião ??
    Eu gostaria de saber se posso usar ”Jáh” como entidade ? pois é nele que acredito e confio
    se a resposta for não , como faço para descobrir qual entidade me acompanha ?

  5. Fiz o ritual, mesmo invocando a entidade eu não senti tanta força. Só senti mais força qd eu coloquei as ervas no caldeirão e botei fogo. Até chorei de emoção. Fiquei um pouco insegura pois foi meu primeiro ritual. Tenho fé q mesmo assim vai dar certo

  6. Oi meu nome é gabi sou nova aqui e nessa vida de bruxas kkk mas gosto muito e admiro e quero me encontrar em algo que me faça bem e me de paz na vida no coração e na alma , não sei se tenho alguma entidade para poder fazer issso mas queria muito começar a seguir algo e recomeçar a minha vida , como faço ? Por favor me ajude 🙂

  7. Oi Roséa tudo bem?
    Tenho conexão com duas divindades mas tenho um medinho do resultado, por que uma delas, astéria, é uma deusa obscura da noite e eu temo que aconteça algo mais… bem… Obscuro (Avá)

  8. Bom Dia, Rosea!
    Gostaria de saber a sua opinião sobre qual entidade seria melhor para invocar para o que eu pretendo transformar. Estou tentando uma transferência no meu trabalho, meu emprego é em outra cidade a qual eu moro e estou participando de uma concorrência para conseguir transferência na cidade onde eu moro. Acredito que fazer esse ritual poderá me ajudar e gostaria de alguma dica de qual entidade invocar para me auxiliar nessa transformação.
    Obrigada!

    • oie!

      Como dito no artigo rs, não tenho como prever…
      Chame a que você confia.
      E lembre-se, como dito no artigo: MUDANÇA GERAL, não apenas num setor ou outro…

  9. Rosea, querida! Fiz ritual e gostei muito, foi um momento bacana, mesmo! Minha Deusa Isis deu a orientaçao de levar as oferendas aos pés de uma arvore florida… Parece algo simples mas, para mim nao pois, qdo se trata de levar algo pra algum lugar (kkk) nunca consigo… Tenho uma vida muito corrida e sempre demoro a levar algo pra despachar qdo preciso. Sério! Hoje foi perfeito… Vi a árvore q ela me mostrou, deixei lá agradeci e sai… Lindo!!!…rs… Agora, outra coisa, se eu precisar ou sentir necessidade de repetir o ritual, voce aconselha um prazo, tipo, espera 30 dias ou 3 meses” pra ver como fica tudo? É pq sou uma “cadim” ansiosa entao…kkk… Agradeço, muito!!! Bjs!!!

  10. Rosea,muito agradecida! Estava precisando desse ritual! Mas não tenho ligação com nenhuma entidade, posso chamar uma que me chama atenção e que me inspira? Tem como fazer sem entidade?

  11. Gosto muito de suas publicações. Admito que gosto de você de coração mesmo sem te conhecer pessoalmente. Você fez a diferença na minha vida para melhor. Eu continuo sendo tranquilamente cristã católica porque fui educada assim mas agora de olhos mais abertos para o universo. Comecei a estudar devagarinho alguns livros sobre temas que me parecem se encaixar na minha crença sem conflito tais como a magia da natureza e a magia dos anjos. Comecei devagarinho algumas praticas rudimentares mas que me ajudam a sentir melhor. Para mim foi o Divino que me fez num momento de profunda tristeza e desânimo escrever no google uma pergunta que nem lembro já mas que fez aparecer seu blog na lista. Respeito profundamente suas crenças e acho que você é uma luz. Obrigada. <3

        • srsrsrssr amore… eu não leio mente de entidade.
          Todas possuem uma sabedoria muito além da nossa… e cada uma tem seu próprio gênio, sua própria essência.
          Faça com a qual você confiar.
          Releia o artigo. Veja lá sobre isso.

        • Olha, não sou bruxa, na verdade sou meio católica…Mas, como no texto diz que você pode chamar qualquer entidade, desde que tenha afinidade e você não quer que aconteça mal nenhum a ninguém, que tal chamar um anjo? São Miguel, São Rafael ou São Gabriel? São Gabriel é o mensageiro divino, trouxe as boas novas a Maria. São Miguel é o príncipe dos anjos, que enfrenta e vence Satanás, consegui muitas graças com São Miguel, principalmente em momentos que sentia que estava mais sensível a energias negativas. Também amo a história de São Rafael, conhecido como anjo da cura, pois curou o velho Tobit de sua cegueira, mas para mim, São Rafael é mais do que isso, é o anjo que guiou Tobias por caminhos desconhecidos, protegendo-o, ensinando-o e preparando-o para as graças vindouras. Vale a pena ler o livro de Tobias, que narra a presença de São Rafael.

  12. Rosea, tem algum problema ler as direções do que o rotusl manda fazer e falar? Eu nunca consigo lembrar do passo a passo e das falas.
    E qual seria uma boa oferenda pro guardião?
    Obrigada!

  13. olá,sobre esse ritual,queria saber se as fases da lua influenciam em algo,seria bom esperar a lua nova já que estamos quase na minguante?,obrigado!

DEIXAR RESPOSTA

Por favor, insira um comentário!
Por favor, insira seu nome.