Estou super apaixonado, essa pessoa é maravilhosa comigo, mas morro de medo de dizer que sigo o caminho da bruxaria! O que devo fazer?”

Fosse Bruxaria ou qualquer outro o seu caminho, tem sempre alguma saída.

Eu sempre vou optar em falar a verdade. Nem sempre vai ser como queremos, mas evitamos um monte de maus entendimentos no futuro. Eu sei, eu sei! Calma, eu sei que rola um desespero.

relacionamento bruxos - relacionamento

Sempre, num começo de relacionamento, tem algo que temos medo de revelar. Como por exemplo: ser bruxo. Não é para menos. Se dizer bruxo normalmente tem duas reações: ou a pessoa dá risada pensando que é brincadeira ou começa a dizer pra você que isso é um absurdo. Claro, essa pessoa teve a educação padrão que bruxaria é algo demoníaco, infelizmente.

Bom, como ninguém é igual a ninguém, podemos ver duas boas saídas para o problema: 1 – conte imediatamente antes que fique ainda mais apaixonado e portanto desesperado e angustiado com medo de ser rejeitado depois. 2 – Esperar um pouco. Vá conhecendo a pessoa, tente fazer algumas perguntas, como: “o que você acha da bruxaria? O que você acha dos bruxos? Você sabe o que é magia?”. Se a pessoa for totalmente leiga, tente explicar  o que é de forma simples. A pessoa terá algumas reações e você poderá perceber se: 1 – ela aceita a ideia; 2 – ela não liga para essas coisas e também não te aversão ou 3 – ela tem total aversão.

É triste saber que a pessoa que estamos gostando odeie tanto o que gostamos ou seguimos… porém temos de encarar a realidade: porque seguir adiante se escondendo ao lado de uma pessoa que detesta e não quer saber de conversa quando o assunto é a bruxaria? Dói, mas é melhor terminar de uma vez.

Porém, se a pessoa não liga ou acha interessante a bruxaria… comemore! Tente levar o relacionamento adiante! É perfeitamente possível ter uma vida espiritual em harmonia com a vida amorosa. É maravilhoso ter alguém ao nosso lado que nos entende ou ao menos tenta entender. Alguém que nos aceite como somos sem forçar nada! Oh, sim, antes que eu me esqueça: já vi casos de bruxas casadas com cristãos, bruxos casados com umbandistas, bruxas casadas com ateus… como foi possível? Respeito e amor. Estes sempre devem falar mais alto. Afinal, a fé é algo individual que independe de religiões… portanto, tenhamos fé nos seres humanos, somos portadores de infinitas possibilidades!

Rosea Bellator
Email: oficinadasbruxas.odb@gmail.com

ATENÇÃO: A reprodução parcial ou total deste texto e imagem é PROIBIDA e protegida por LEI. Para usar este texto entre em contato com a autora.

Quer ver outros posts? Clique nos seguintes links:

13 COMENTÁRIOS

  1. Olá
    Já a algum tempo venho observando a religião Wicca (bruxos) e é uma religião que merece respeito.
    Gostaria já algum tempo de estabelecer amizades com estas pessoas e até acredito que entre as bruxas está uma pessoa com mais afinidade de espirito comigo e que pode até ocorrer um relacionamento amoroso.
    Gostaria de ser informado se existe grupos de bruxos e reuniões onde poderia participar.
    Abraços fraternos…
    “Somos todos Um só, uma irmandade universal”

  2. Sou apaixonado por uma bruxa, eu descobri por acaso que ela era bruxa, mas eu acho ela não sabe que eu sei, nunca ficamos, recentemente eu disse que a amo mas já aprontei muito com ela, e por isso me enrola, ultimamente sinto coisas estranhas como se eu estive-se sendo atacado, nestes momentos ouço a voz dela na minha mente dizendo que vai me proteger, e agora o que faço?

      • Vou explicar nós conhecemos a 15 anos, faz quase 4 anos que não a vejo e aprontei o seguinte, a desprezei por anos e sai por ai dizendo que namorava com ela, isso segundo ela mesma ela perdoa, mas ela é muito brava, antes brigamos feio e pedi pra que se ela não senti-se nada por min que me exclui-se do Whatsapp e me deixa-se em paz e ela não excluiu, ela concordou em me reencontrar como amigo, mas ela não disse que não tenho chances e nem me deu um não definitivo, estamos conversando e ainda não perdi a esperança.

        • Moço, o jeito é ser sincero com ela e parar de verdade de aprontar… mas sendo bruxa, ela já pode ter visto nas cartas que você voltaria a aprontar e vai se afastar de você – ainda que te mantenha nas redes sociais, por saudade ou algo assim…

  3. É sempre tao dificl assim né?

    Ja passei pela mesma situacao, mas na epoca nao me via como bruxo, somemte como espiritualista ou ate mesmo kardecista. Essa moça que semchama Natalia era evangelica e via em mim o que ela mais procurava em um homem: confiança.

    Mas como namorar com alguem que eu sei que é contra aquilo que creio? Nao pude levar para frente e acabei por deixar ela de lado… com pesar no coracao mas nao via nela a capacisade ee comprensao necessario. Fudo isso somente uma perda de tempo para ambaa as partes.

  4. A verdade sempre é a melhor saída, por mais difícil que pareça contá-la. Comigo foi super complicado pois meu marido frequentava a Igreja Adventista do 7 dia desde que nasceu. Seguia td o que a religião mandava, guardava o sábado, era muito correto com isso e vcs conhecem, a Igreja Adventista é suuuuper rígida… Aí começamos a namorar. Sempre pensei assim: se ele pode deixar claro sem receios o que segue, eu tb posso. Certo dia ele me perguntou qual religião eu seguia, alegando querer me levar na igreja. Deixei claro que sou Umbandista, médium, trabalho num centro e que pra eu ir à igreja dele ou qquer outra, tenho que sentir vontade e não aceitar ao convite para alegrar as pessoas.. Claro, a reação dele foi péssima, e entre os absurdos qque falou, disse que eu seguia a Satanás e que não poderíamos ficar juntos. Isso foi há 16 anos. Hoje estamos casados, nossa filha tem 14 anos e acabou de começar a trabalhar no centro tb. Qt a ele, começou a ter uma visão diferente qt às religiões, inclusive a dele, e largou a igreja por vontade própria. Meus sogros e meus cunhados permanecem firmes na igreja e minha sogra não fala comigo pq acredita que eu “fiz macumba” pro filho dela. Meu marido diz que qualquer dia irá ao centro tomar um passe. Nunca convidei, qd quiser ir, que seja por iniciativa própria. Acredito sim na verdade acima de td pois esconder só é possível no começo. Se fica sério e vc não contou, como fazer os rituais necessários, acender nossas velas coloridas sem desconfiança? 🙂

  5. De fato, tendo respeito como base, pode dar certo sim. Meu casamento é prova disso.
    Meu marido era quase descrente, não ligava para nada, somente a matéria e o dia de hoje. Ele é umbandista, redescobriu seu caminho ao aceitar e entender o meu.

  6. bem ,eu vou falar a minha opinião. a religião que seguimos , é uma coisa, a vida afetiva é outra. Se alguém segue algum caminho religioso, deve abrir o jogo para ,a namorada ou namorado, . Só tem um problema, o fanatismo religioso, primeiro temos que perceber que existem varias religiões e apenas um deus, no caso da wicca , uma deusa., eu como sendo um manipulador de energias, e não sigo religião nem uma, posso procurar uma bruxa, uma exotérica, que também manipule as energias e assim seguiremos o nosso caminho espiritual e afetivo em equilíbrio. primeiro devemos procurar um dialogo, se não entrarmos em um acordo, por haver fanatismo por parte da outra pessoa, segue seu caminho e deseje que ela ou ele siga em paz, e procure alguém que siga a mesma religião que você que no caso é bruxo, procure uma bruxa e seja feliz.. É claro que se a pessoa que gostamos aceitar a sua religião , respeitar e não querer te mudar, é melhor ainda. que a deusa abençoe todos os bruxos e bruxas do mundo.

DEIXAR RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here