As Horas da Eternidade e a Morte, por Xavier Mellery (1845-1921)
As Horas da Eternidade e a Morte, por Xavier Mellery (1845-1921)

I

Zeus

ZEUS!
Teu poder ribomba pelos céus
Todos são Testemunhas
Jamais te esconde
Jamais recua
Pai!
Tantos filhos, Deuses!
Tantas filhas, Deusas!
Heróis, Lendas!
Criador de tudo que conhecemos
Concebeu a vida após vencer os titãs
GRANDIOSO ZEUS!
Campeão dos Campeões
Rei, Soberano!
Mostra Tua Face
Encoraja Teus filhos
Ao som dos teus trovões
Nós ergueremos nossos punhos e gritaremos
Estamos aqui!
Zeus! Infinito! Senhor do Olimpo!
De Teu Trono, proteja-nos!
De Teu paraíso, envia o riso das Ninfas
E que a Chuva seja nossa Música
Então de pé
Cabeça erguida
Nós reverenciamos
Zeus, o Senhor dos Deuses!

Deus dos Céus, das Tempestades, dos Raios e Trovões. Protetor das Nações, Rei e Anfitrião dos Deuses, Pai de Todos, Grande e Infinito do Alto do Olimpo… Zeus!

II

Hades

Incompreendido
O Senhor dos Mortos
É temido
Em seu Reino estão todos os espíritos
Campeões nos Elísios
Malditos no Tártaro
Hades…
Hades é teu nome!
Juiz Absoluto
Eremita em sua Escuridão
Imerso em Mistérios
Cercado pelos Antigos
O que há debaixo da Terra somente Ele sabe
Hades…
Hades é teu nome!
Venha, venha à noite da Humanidade
Traga teu conhecimento Ancestral
Deus do Fim, finda toda dor
Ceifa o que não vive mais
Fertiliza o que está para renascer
Pois Tu, Senhor, vê-nos pela raiz
Pois Tu, Senhor, sabe de tudo da terra
Dos cristais, da plantas
Do que morre e nasce todo dia
Em teu poder, Grandes Hades
Há Vida
Há Morte
Há Ciclos Infinitos
E por isso o reverenciamos
É profundo o respeito
Que seja Honrado,
Ave, Hades!

Deus do Submundo, Senhor dos Mortos, Aquele que Reina em Silêncio, O Senhor das Sombras, O que Vê o Invisível, Mestre da Verdade e dos Espíritos, Juiz, Professor… Hades!

III

Poseidon

Empoderado do Tridente

Saboreando os mistérios do Oceano Profundo

O Senhor das Águas pode fecundar

E pode estremecer toda a Terra

Poseidon! Grande Invocador da Vida!

Traga-nos tuas águas férteis

Inunda os campos áridos

Inunda as mulheres que filhos desejam ter

E de vez em quando

Manda-nos as brisas salgadas das praias

Poseidon, Deus Grandioso!

Teus domínios nos fascinam

Dão-nos asas para a imaginação

Os seres que habitam tua morada

Quem nos dera ser um deles!

Junto dos símbolos do Touro,  Cavalo e do Golfinho

Diante da imensidão das águas

Gratos 

Nós o reverenciamos com respeito profundo

Ave, Poseidon!

.

Deus das Águas, dos Mares, Senhor da Fertilidade, Aquele que a Terra Estremece, Controlador das Grandes Fontes… Poseidon!

.

IV

Hefesto

Direto do Centro da Terra
Onde somente o Fogo Reina
A Natureza se recicla
És silencioso…
Mas bruto quando ouve o chamado
Hefesto! Hefesto! Oh, Hefesto!
Martela as armas dos Deuses
Forja sobre tua bigorna Eterna
Transforma, letal!
Nenhum inimigo passará impune
Forja Os Raios, Os Escudos, As Espadas
Forja e cria
Dilacera e queima com tua força única
Solitário em Tua Montanha
Abriga a criação infinita
Os artesãos são teus filhos
Oh, nós O saudamos!
Hefesto! Senhor do Fogo!
Hefesto! Artista dedicado!
Para aqueles que temem a dor
É impossível compreender tua arte
Então vem, Hefesto!
Nós damos boas-vindas a Ti!
Todo aquele que forja
Todo aquele que cria com fogo
Todo aquele se arrisca pelo primor
Grande e Poderoso
Ainda que nunca saia de seu trono de Magma
Sentimos tua ferocidade
E enfrentamos o aço incandescente!
Ave, Hefesto!
Reverenciamos com todas as honras
Que somente um Olimpiano merece!
Heya!

Deus da Forja, do Artesanato, do Fogo, dos Vulcões, da Resistência, Protetor da Arte da Guerra, Senhor dos Vulcões, Protetor do Calor da Terra.. Hefesto!

V

Ares

Terror!
Pânico!
Phobos e Deimos sobrevoam os corpos
Sangue, suor
Preparados para a conquista
Marcham aos Gritos
Em uníssono
Ares! Ares!
Espadas e Lanças são tingidas pela fúria
Olhos cegados pela chance de vitória!
Ares! Ares!
Num frênesi a Terra treme
Ele escuta o próprio nome
Ele escuta a coragem
E o guerreiro que suportar tua lança
É vencedor
E o guerreiro que aguentar o peso do Teu nome
É favorito
Então corra
Monte em teu garanhão
Grite, gire a lança
Enlouqueça, chame Teu nome
Se quer vencer
Se quer sobreviver
Se está no campo de Batalha
Chame o nome
Ares! Ares!
Sinta o sangue ferver
Sinta a mente explodir
Não há razão
Somente emoção!
De joelhos, vencedor
De joelhos, urrando teu nome
Reverencie, mortal!
“Ares é meu nome!”

Deus da Guerra, do Terror, das Conquistas, da Carnificina, do Pânico e Desastres, Senhor das Armas, Mestre do Punho… Ares!

VI

Apolo

Belo, resplandecente!

Puxa teu carro de bronze, traga o Sol!

Com tua música nos refresca o dia

Com tua beleza nos traz alegria

Sabemos que teu amor é grandioso

Capaz de atiçar inúmeros corações!

Apolo, Deus Iluminado!

Dedilhe a harpa

Inspira-nos!

Consulte os oráculos

Oriente-nos!

Apaixonado, como sempre está

Grande Apolo!

Acenda as chamas em nossos corações!

Abra os caminhos das Artes

Que a música nunca acabe!

E que se o Mal vier

Confiamos em Ti para nos dar a Cura

E seguimos, Senhor de Luz

Seguimos te reverenciando com sorrisos

Ave, Apolo!

.

Deus que monta a Carruagem de Bronze do Sol, Mestre da Medicina, Poeta, Músico, O mais Belo dos Olimpianos, Mestre das Artes Divinatórias… Apolo!

.

VII

Hermes

Voando rápido

Observando a todos

O Mensageiro dos Deuses nunca perde Tempo

Hermes, o Sagaz!

Cujas peripécias acabam trazendo risos

Hermes, te saudamos em paz!

Permita que nossas viagens sejam tranquilas

E se um obstáculos vier

Que se transforme em aventura!

Hermes, muitas vezes Malandro!

Ensina-nos a arte de Negociar

E que cada transição seja bem sucedida

Para que o ouro brilhe em nossas mãos

Tua admirada eloquência nos faz virar

Então não espera

Canta!

Em cada porta

Em cada Estrada

Será sempre lembrado

E reverenciado!

Heya! Heya!

Hermes, Grande Mestre!

.

Deus do Comércio, Guia dos Viajantes, Versado nas Artes da Comunicação, Inventor e Deus de Traquinagens, O Mensageiro do Olimpo… Hermes!

.

VIII

Dionísio

Sirvam os vinhos

Sirvam as frutas

Que não haja sequer um homem sentado!

Sorriam, sorriam

Comecem a cantar!

Dionísio nos espera

Oh, Senhor das Festas!

Permita-nos um dia de Insanidade

Mata-nos a normalidade!

O corpo embriagado

Intoxicado, cansado

É o que precisamos por hoje

Rodeie-nos de fantasias

Deixe o coração sonhar

A rotina maçante e triste

Ninguém há de aguentar

Inunda-nos de prazer

Paixões e loucuras de uma noite só

Tu que foi como nós

Ouça nossa voz!

Reverenciamos brindando nossas taças

Dionísio, nós o saudamos!

Profunda Gratidão!

.

Senhor dos Ciclos, da Insanidade, das Festas e do Vinho, Mestre da Farra, da Cantoria e da Dança, Aquele que promove Bacanal, Filho de uma Mortal… Dionísio!

.

Que assim Seja, em nome dos Deuses do Olimpo! Deuses grandiosos, guerreiros! Deuses poderosos, que nos escutam sempre… Deuses! Eu agradeço!

***

Obs: Hades não mora no Olimpo, mas por ser um dos 3 grandes deuses-irmãos, deixei também minha pequena homenagem.

Autor: Rosea Bellator
E-mail: oficinadasbruxas.odb@gmail.com

Atenção: A reprodução parcial ou total deste texto é proibida e protegida pela lei do direito autoral nº 9610 de 19 de fevereiro de 1998. Proíbe a reprodução ou divulgação com fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na internet, sem prévia consulta e aprovação do autor. 

Quer ver outros posts? Clique nos seguintes links:

10 COMENTÁRIOS

  1. Oi oi oi :3, adorei as poesias! Sinceramente, do fundo do meu pequenino coração, você escreve muito bem! Adoraria ter esse dom, mas não tenho.
    Venho aqui também para pedir sua permissão para usar em minha fanfic, ela é sobre um romance proibido ente uma guerra, e gostaria de colocar orações para os deuses, e para isso, eu estava afim de tirar pequenos trechos daqui!
    Claro que, com sua total permissão.

  2. Olá tudo bem, sou adepta do retorno da Religião Grega. Apesar de Nascida na Igreja Católica nunca me encontrei ali. Respeito todos os Deuses e Religiões, mas me encontrei na Mitologia Grega. Eu conheço bem o Hinduísmo (não praticante). Mas te peço por gentileza tudo o que você tiver sobre a Mitologia Grega (que está voltando na Grécia) e também Mitologia Egípcia (no qual quero estudar) mande no meu e-mail priscilatelmademelo@yahoo.com.br . Desde já muito agredecida.

    Na minha família tem muitas religiões diferentes. Eu não me encontrei em nada. Apenas na Religião da Mitologia Grega, por favor me ajude não temos Templos no Brasil e poucos adeptos difíceis de encontrar. Tenho até interesse em Fundar a Religião no Brasil, com algumas amigas. GRATA

  3. Ainww eu achei muito perfeito essas poesias, era isso que eru estava procurando…
    Eu vim aqui para dizer que vc escreve muito bem, e que espero que cresça cada vez mais, mais também vim aki para pedi a sua permissão , para eu usar esses poemas, na minha fanfic que eu vou fazer, sobre os deuses e seus filhos.
    Eu posso ate colocar nas notas iniciais de onde eu tirei os poemas e colocar o link dessa pagina…
    Agradeço desde ja

DEIXAR RESPOSTA

Por favor, insira um comentário!
Por favor, insira seu nome.