Ah, que lindo o amor quando acontece assim, de repente!

Será que se eu fizer um feitiço ou invocar os deuses para me ajudar a conseguir um amor, será a mesma coisa?

Pedindo Ajuda Aos Deuses do Amor Deuses do Amor Deuses do Amor Deuses do Amor Deuses do Amor Deuses do Amor Deuses do Amor Deuses do Amor Deuses do Amor

Depende.

Primeiro você precisa entender que os feitiços e rituais não são todos iguais. Em seguida, entenda que as coisas tomam rumo conforme o que você pediu, conforme o que desejou.

Vamos ver exemplos bem comuns

Tatiana está solteira e se sente muito só. Ela quer pedir aos deuses e ao universo uma ajuda, quer conseguir um amor. Ela acredita que um banho de pétalas de rosas vermelhas pode ajudar. Como ela faz isso? Ela prepara o banho, e enquanto se banha, ela pede aos deuses do amor, como Afrodite, Eros ou Iemanjá, que a ajudem a encontrar alguém que a ame, que essa pessoa apareça.

Depois desse banho, Tatiana entende que ficar trancada em casa ou não abrir chance de conhecer pessoas novas nunca encontrará alguém.

Tatiana ESTÁ CERTÍSSIMA.

***

Solange está solteira e quer muito um amor. Ela não é tão leiga assim em assuntos mágicos, mas ainda está aprendendo. Ela leu um feitiço num livro e quis fazer igual. Só que Solange não quis saber da parte da visualização, ela pensou “Esse negócio de visualização é só imaginar, eu já sei o que quero, eu quero um amor!”. Ela fez o feitiço e na parte da visualização, ela apenas disse: Eu desejo um amor! Ela ainda invocou um deus do amor, e sem as devidas honras, sem agradecer ao final, ela apenas pediu ajuda… Algumas semanas depois, no seu aniversário, ela ganhou um cachorro de presente, e nada de um namorado. Solange ficou chateada e acha que fez algo errado ou esse feitiço não presta.

É… Solange, você fez errado. O cachorro é a resposta do seu feitiço! Você não queria um amor? Ele vai te amar incondicionalmente! Da próxima vez visualize e invoque corretamente! Teve sorte ainda, se fosse um deus não tão bondoso ou um deus baderneiro poderia ter te mandado um traste!

***

Já Antônio é casado e sente que o amor entre ele e sua esposa desapareceu ou está dormindo. É como se vivessem apenas para trabalhar e pagar contas. Antônio preparou um ritual de Oxum, e pediu para que lhes acendesse novamente essa chama de quando se conheceram. Ele sabe que é impossível ser a mesma ciosa, já que naquele tempo que se conheceram eram adolescentes e não havia responsabilidades, mas voltar a namorarem, voltar a fazer sexo por prazer, por que se amarem, voltar a se beijarem sem motivo, será maravilhoso!

Após fazer o ritual, visualizando tudo isso e pedindo de todo coração, Antônio não apenas sentou e esperou sua esposa mudar. Não! Antônio, sabendo que as energias que invocou passariam a influenciar nele e na esposa, passou a agir de acordo com o que pediu. Ele fazia de tudo para abraçar a esposa, beija-la sem motivo, trazia conversas bobas, coisa deles dois à tona. E com isso, conforme os dias iam passando, essa força passou a aumentar. Antônio e sua esposa, aos poucos, voltaram a ser namorados, voltaram a saber o que é amar com carinho.

Antônio manipulou a esposa? Não.  Então como funcionou? O ritual trouxe doçura, carinho para o dia a dia, o ritual firmou a vontade de Antônio de mudar. O ritual deu forças para o amor, para quebrar aquelas correntes negativas da preocupação e acomodação diária.

Antônio agiu corretamente.

***

Laura acabou de perder o namorado. Está triste, não aceita esse fim e o quer de volta. Ela faz feitiços, de todo tipo, sem se importar a finalidade, desde que sejam de amor. Ela acredita que o amor que sente é suficiente e trará o rapaz de volta. Mas Laura não entende nem quer saber o porque ele foi embora. Na cabeça dela ele a ama sim!

Não importa quantos feitiços ela faça, se ele não quiser voltar pra ela, se não houver nenhum sentimento, pode esquecer.

Quanto a amarração? Aquelas que vendem por aí? Já falamos de amarração por aqui. Infelizmente a esmagadora maioria das amarrações que vendem por aí nada mais é que um tormento na cabeça da pessoa para que volte para quem pediu a amarração. No caso, se Laura cismar com isso, o rapaz irá voltar, mas louco de ciúme, possessivo, agressivo… podendo matá-la por pura obsessão! Não adianta, trazer a pessoa na marra, contra vontade, só dá em desgraça.

E se ela chamar deuses do amor? Depende. Se ela só pedir que o traga de volta se o amor dele ainda existir, tudo bem. Com os rituais e feitiços certos, além de habilidade com a magia, ela consegue isso. Agora… se ela pedir aos deuses do amor sem se importar com o sentimento do rapaz… Temos algumas opções. Deuses não são iguais, mesmo quando possuem domínios iguais. Alguns são muito dóceis, outros mais voltados para o caos ou luxúria. Uns extremamente justos e outros baderneiros. Tendo isso em mente, digamos que Laura invoque um deus bondoso. É possível que receba, de alguma forma, um sinal para que pare com isso, já que um deus bondoso não aprova isso e sabe que não pode ajudar, já que o rapaz não a quer de volta. Mas, digamos que Laura invoque justamente um deus voltado para a luxúria, ou que goste de pregar peças. É bem possível que esse deus faça questão de trazer o ex de volta, somente para ver o circo pegar fogo. 

Laura terá o que procura.

***

Pedro tem um problema sério: ele quer esquecer a ex. Ele sabe que é impossível apagar o passado, apagar suas memórias, ele só quer parar de sofrer por ela. Pedro decide invocar deuses do amor para ajudá-lo com isso. Ele invoca Oengus e pede para que o ajude a superar isso. Por ser um deus do amor, é possível que esse deus ajude Pedro através de artes, inspirando o rapaz com novas atividades e… opa! “De repente” aparece um novo amor.

Pedro não fez nada de errado, ele foi sincero e realista.

***

Dana tem um namorado… e é casada. Ela não sabe com qual dos dois ficar, mas também não abre o jogo. Ela quer, de alguma forma, manter esse relacionamento. Dana sabe que se o marido descobrir irá pedir o divórcio, e se o rapaz que namora descobrir também vai cair fora. Sabendo disso tudo, Dana resolve recorrer a magia, aos deuses do amor. Só que ela não pede que clareie seu coração, ela pede um jeito de ficar com os dois.

Como vimos, existem diversos deuses do amor, cada um com seu jeito de agir. Uns podem ajudar, outros podem jogar mais lenha na fogueira, enquanto outros podem acabar com a brincadeira dela. O fato é que, recebendo ajuda ou não, isso não durará para sempre, pois a mentira … tem perna curta. Quanto mais durar, maior o relacionamento, mais aprofundada será a relação, não vai ter mesmo como esconder.

Dana é uma mentirosa e merece a punição que vier, já que ela mesma trouxe isso para si.

***

Compreendem a diferença?

O amor ou as pessoas não podem simplesmente serem manipuladas. Você pode puxar um sentimento à tona, pode, com a magia, fazer a pessoa perceber seus sentimentos, mas não dá para forçar. Não dá para dizer: “Me ame!”

Invocar a ajuda de deuses do amor pode ser uma ideia excelente ou péssima, dependendo do que quer fazer, dependendo das suas intenções, dependendo do deus que invocar.

Não é simplesmente invocar e dar ordens nos deuses! NÃO! Você os invoca e se merecer, se acham que devem ajudar, se a situação for possível de alterar…. talvez você consiga o que quer. Não adianta, por exemplo, invocar um deus que nunca cultuou, que não conhece nada, que não fez orações, agradecimentos, oferendas… Como diria o ditado popular “Não é a casa da Mãe Joana”. Aliás, fazer isso pode resultar em desastres. Lembra que vimos que tem deuses bem baderneiros? Imagine se você invoca um desses sem saber? Esses deuses ADORAM ser invocados, adoram fazer as engrenagens funcionarem, só pra rir de você.

Então, quer pedir a ajuda dos deuses do amor? Pense bem nos seus motivos, como vai pedir e para quem vai pedir! Mais uma vez, o estudo é essencial!

Até a próxima!

Rosea Bellator
E-mail: oficinadasbruxas.odb@gmail.com

ATENÇÃO: A reprodução parcial ou total deste texto e imagem é PROIBIDA e protegida por LEI. Para usar este texto entre em contato com a autora.

Quer ver outros posts? Clique nos seguintes links:

8 COMENTÁRIOS

  1. poderia me recomendar deuses do amor para trazer uma pessoa que mora longe? eu não conheço muito sobre boa parte das mitologias e fico em duvida sobre qual deus invocar e como fazer isso corretamente

  2. É possível “reavivar” o amor da pessoa, quando você sentia que a pessoa te amava mas acha que se afastaram por causa de mágoas e assintos mal resolvidos, tem como “limpar” esses aspectos negativos e a pessoa compreender melhor o que houve e que vocês se gostavam mesmo com os problemas? Num caso em que ambos eram ainda imaturos pra lidar com os problemas que tinham

DEIXAR RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here