Fogo! Fogo! Sinta o Sagrado Fogo Pagão!

o sagrado fogo pagão - hospes luna

Quero ver você queimar
No magma da Mãe Terra
Para entender que o fogo é sagrado
Nasce para nos alimentar
E aquecer a vida
Sem o fogo, nada germina
Nada se expande, nem sobrevive
O homem descobriu o fogo
Pra entender de se alimentar
De apimentar os seus amores
De manter a união das famílias
O brilho dos ritos, da libertação
E disseminar muitas dores
 
Quero ver você queimar
Na fogueira santa de Héstia
Deusa do Fogo Sagrado
Pra entender do fogo que agrega
Que derrete os corações
Os metais não inflamáveis
Até mesmo na presença do amor-oxigênio
Porque tudo o vento apaga e leva e arrasta
Menos as construções fundidas sobre as raízes do amor
Da gratidão, da humildade
Sobre o seio das famílias
Que se amam de verdade
Subtraem e dividem em multiplicidade
 
Quero ver você queimando
Na ponta da flecha afiada de Eros
Descobrindo os segredos e delícias
De se amar em plenitude
Desvendando seus mistérios
Sendo homem que chora e que cuida
Ama sem medo, em perfeita entrega
Tem delírios, finitudes
Vãos pra guerrear por recomeços
Trocas sólidas e justas
Admissão de erros e fraquezas
Porque é assim que se evolui
Se obtém gratas surpresas
 
Quero ver você queimando
Nas fogueiras de Beltane
O pecado não me ilude
Não se iluda, nem se engane
Faça amor consigo, com os deuses
E renasça a cada dia
Seja Lua, seja Sol
A natureza de nós irradia
Tanta paz, tanta beleza
Que você teima em sufocar e temer
Para poder viver plenos
Temos que nos envolver
Germinar pra florescer
 
Quero ver você queimando
Pra poder se sentir vivo
Para conhecer verdades
Seja pensando igual ou diferente
O que vale é ser amigo
Amigo pra defender, acompanhar, guardar, bem-querer
Ou apenas compartilhar
As verdades estão aparentemente ocultas
Para quem possa sentir
Ou deseje comprovar
Que o fogo te encha de amor e coragem pra evoluir
Das fogueiras eu renasci e cheguei para ficar
Lamento te desapontar
 
Lamento por você
Que deseja que eu queime de dores
Porque o fogo é mesmo meu berço
Ele pariu os meus amores
Ele é meu aliado
Eu o honro com respeito
Por isso, tome cuidado
O que você pensa, atrai
Pensando em me querer mal
Você conseguirá me perpetuar
Saiba que somos irmãos
Só que eu já aprendi a amar
Três vezes te quero amor, amor sempre irei queimar!

Hospes Luna

* E-mail: helgmaia@gmail.com
* Blog: Monólogo de Dois
* Veja outros artigos da Autora:
A Bruxaria Contada Num Feitiço Cantado
Santas Bruxas!
Poesias e Devaneios
Os instrumentos mágicos das Bruxas
A Bruxa solitária

ATENÇÃO: A reprodução parcial ou total deste texto e imagens é PROIBIDA e protegida por LEI. Para usar este texto entre em contato com a autora.

Quer ver outros posts? Clique nos seguintes links:

Receita Mágica: Bolo de Banana
Magia do Espelhos
Exercício para desenvolver o contato com os elementais
A Magia da Lua & A Importância de suas Fases
Livro: A Linguagem da Astrologia
Feitiço da Mãe Tríplice
 O que é Magia?
A Magia da “Decoração” da Casa da Bruxa
Tabela de Correspondências (Pt.1) – Ervas, Frutas e outras Plantas Mágicas
Ritual de Consagração da Joia das Fadas
Dia a dia de uma bruxa moderna
Constelações, Estrelas e Planetas dentro do Meu Universo
Banhos Mágicos III – Atrair Saúde, Dinheiro & Emprego

2 COMENTÁRIOS

DEIXAR RESPOSTA

Por favor, insira um comentário!
Por favor, insira seu nome.