Muitas pessoas todos os dias vêm me fazer perguntas.

Algumas são bem pertinentes, mas tem umas…

Tudo bem ser iniciante – todos já fomos e passaremos o resto da vida estudando – mas algumas coisas é só uma questão de prestar atenção, de pensar um pouquinho, até para não cair na charlatanice de muitos por aí. Portanto, veremos uma lista de coisas que você não pode fazer.

nao pode

Não, você não pode… trocar flores naturais por artificiais.

Não, você não pode…  usar pedras falsas ou de plástico. Não tem poder! A menos que seja só pela beleza, aí ok.

Não, você não pode…  fazer um ritual só “pra ver qual é a desses deuses”.

Não, você não pode… Mentir para divindades ou entidades. Na hora pode até parecer que ninguém percebeu, mas percebeu SIM.

Não, você não pode… sair falando seu animal totem pra todo mundo. É como dar a senha do banco. Você fica vulnerável.

Não, você não pode… sair contanto sonhos pra todo mundo, mesmo que seja algo pessoal, sempre vai ter um babaca querendo por medo em você e cobrará alguma coisa para supostamente te ajudar. Fora que dependendo do que for, pode ficar bem claro seus medos ou expectativas, e você ficará vulnerável.

Não, você não pode… sair contando seus problemas nas redes sociais. Você nem imagina o tanto de vampiros energéticos felizes em ver você no fundo do poço. Caímos nessa às vezes – até eu, fazer o que – previna-se!!

Não, você não pode… contar pra todo mundo seus rituais e o que viu. Algumas coisas são pessoais – estritamente pessoais.

Não, você não pode… colocar todos os deuses que “achou legal” tudo no mesmo barco e adorar tudo junto. Se for do mesmo panteão até dá para fazer um altar e para eles, mas se não for, evite problemas, faça um altar para cada panteão (nem que tenha que desfazer o outro e refazer para o próximo) e faça cultos em dias diferentes para não misturar a energia.

Não, você não pode… ter medo de vela preta! Para de achar que vai chamar o capeta! Primeiro que não é tão fácil assim fazer uma invocação. Segundo que a vela preta é extremamente útil, assim como todas as outras velas.

Não, você não pode… acreditar no primeiro livro que leu. Leia VÁRIOS. Teste e depois chegue à conclusão do que serve para você.

Não, você não pode… ter medo da magia. A magia é a transformação, direcionamento da energia. Se você direcionar para o bem, fará o bem, se direcionar para o mal, fará o mal. Fim de papo.

Não, você não pode… fazer piadinha na hora do ritual. Sem brincadeira, sem piada, sem zuera. Respeito, por favor – e depois não diga que não avisei.

Não, você não pode… usar um colar lindo de ametista de plástico e achar que só a força do pensamento vai despertar a energia que contém nele. Não, não faça isso. Plástico NÃO!

Não, você não pode… viver desejando o mal pra todo mundo e depois dar uma de santo pra deuses da compaixão, como Kuan Yin. Sério, mentiras e falsidade NÃO funcionam no âmbito espiritual. Para de querer ser o esperto.

Não, você não pode… exigir “grandes bênçãos” fazendo o mínimo e ainda reclamando, duvidando.

Não, você não pode… substituir certas coisas. Se o ingrediente principal de um feitiço é X então você não pode trocar. Procure outra coisa que atenda sua necessidade se for o caso, existem vários feitiços e rituais para um mesmo objetivo.

Não, você não pode… jogar o tarot ou qualquer outro oráculo diversas vezes seguidas e ainda querer bons resultados. Usar oráculo é como fazer um feitiço: consome energia e desgasta.

Não, você não pode…  perguntar a mesma coisa para um oráculo sem nem esperar um intervalo de 15 dias OU ter mudado suas ações. Obviamente sairão algumas respostas, mas não significa que elas signifiquem de fato alguma coisa.

Não, você não pode… fazer magia sem acreditar. Não vai adiantar nada jogar meia dúzia de ervas no caldeirão e esperar queimar, esperar que seu desejo aconteça. Esquece. Se vai fazer magia porque “está apostando em todos os santos” esquece mesmo!

Não, você não pode… usar magia para tudo. Use somente se não houver maneiras de você mesmo resolver o caso.

Não, você não pode… Fazer besteira propositalmente e depois vir com rabinho abanando para os deuses que cultua. Eles não são bobos.

Não, você não pode… avançar mais do que estudou. Se você é iniciante, então comece pelo começo. Um estudante de medicina não pode nem pensar em atender alguém nos primeiros meses de estudo, não é? O motivo é simples: ele não tem o conhecimento para tal feito!

Não, você não pode… achar que a intuição ou a intenção é o que vale sempre. Não é bem assim não. Há situações e situações. Para coisas mais simples é bem válido, mas para decisões mais complexas vale antes uma análise do que vai fazer e a escolha de algo mais elaborado. Por exemplo: Ana está uma dor de cabeça, acha que pode ser estresse, então toma um chá de camomila. Ela escolheu por intuição e sua intenção ajudou. Outro exemplo: Paulo quer abrir vários caminhos na vida dele, pois está precisando muito. Aí ele escolhe intuitivamente fazer um banho de louro. Só isso não vai ajudar MESMO. Só a intenção do Paulo não vai ajudar MESMO. Se ele quer algo desse tamanho terá que fazer algum ritual maior, pedir ajuda aos deuses, ao universo, às entidades ou divindades dele. Lembrando que quanto mais ingredientes, mais seres astrais, maior a energia – e quanto maior a energia, mais chance de dar certo!

Não, você não pode… querer enrolar o plano astral. Cada planta, cada pedra, cada coisa tem sua energia. Não dá para querer que a alfazema faça o trabalho da pimenta, nem vice-versa. Não sabe o que fazer? Vai ler, pega um livro, vasculhe os blogs. Comece a associar as coisas, anote. Não tente ser o “esperto”, não tente “pegar atalhos”… isso não é moralismo, simplesmente é uma regra que todos temos que entender.

Entendeu?

Até a próxima!

Rosea Bellator
E-mail: oficinadasbruxas.odb@gmail.com

ATENÇÃO: A reprodução parcial ou total deste texto e imagem é PROIBIDA e protegida por LEI. Para usar este texto entre em contato com a autora.

Quer ver outros posts? Clique nos seguintes links:

 

3 COMENTÁRIOS

  1. Interessante seria comentar que não podemos, de inicio, fazer invocações. Acho extremamente perigoso para neófitos.
    Outra coisa muito importante é fazer rituais de alta magia sem ter conhecimento. Existem muitos espertinhos que desejam “avançar” para se dar bem. E isso acredito ser muito perigoso para quem não sabe como lidar com energia.
    Mas enfim, adoro tudo em seu blog, eu recentemente (cerca de 1 mês) comecei minha dedicação, e seu blog vem me ajudando muito. Agradeço por compartilhar seu conhecimento conosco.

    • Estou fazendo um mais avançado sobre isso, Tais!
      É que são tantas coisas T_T
      Ás vezes até repito (e acho que temos todos que estar sempre repetindo mesmo) – e a coisa de invocações, eu sempre menciono que não indico para iniciantes e porque e tudo mais.

      Um beijo! 😀

DEIXAR RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here