“Moro com Meus Pais, que Não Entendem a Bruxaria. O que Fazer?”

Essa é uma pergunta que recebo por email, nos comentários, no inbox da página no Facebook e até no meu pessoal. Entendo a situação… e é bem complicada mesmo. Não adianta conversar, pois são taxados de “seguidores do diabo”, e nem dá para mostrar o que realmente fazem sem serem ameaçados de alguma coisa. Já conheci pessoas que apanharam feio dos pais… e uma menina de 11 anos que foi expulsa de casa, só porque gostava de ouvir a avó falar sobre magia. Ainda bem que a tia dela ficou com ela…

Enfim, o que fazer? Como prosseguir seus estudos sem passar por tantos problemas com seus pais até que finalmente possa ter seu próprio lar e viver como bem entender?

familiaMuita gente conheceu a magia lá com seus 12-13 anos. É certo que essa pessoa é totalmente dependente dos pais. Em alguns casos, os pais entendem. Alguns não ligam. Alguns praticam e estudam junto. E… alguns ficam muito bravos. Bravos a ponto de bater, de expulsar de casa, de internar…

E mesmo aos 16-17 anos isso também acontece. Depois de mais velhos, mesmo em nossa casa, ainda pode acontecer de nossos familiares implicares… acontece.

É complicado, mas tem jeito de prosseguir sem grandes problemas.

Primeiro, entenda que ninguém tem que aceitar ou gostar do que você faz ou do que você acredita. Mas as pessoas precisam respeitar suas decisões.

Nossa fé, assim como nossa sexualidade, é algo nosso, íntimo, e por isso não temos que fazer ninguém gostar ou aceitar. Se as pessoas quiserem se abrir para entender: ÓTIMO. Mas, lembrando, elas não gostando ou odiando, precisam respeitar. Se alguém agredir você fisicamente ou verbalmente, você pode denunciar.

Segundo, essa é a casa de seus pais. Respeite-os. Se eles não admitem seja lá o que for em casa, respeite. Não dá para acender velas? Ok. Não pode ter um caldeirão? Ok. Não pode comprar livros sobre magia? Ok. Um dia você terá sua casa, e aí sim: sua casa, suas regras.

Terceiro, você pode ser muito jovem hoje, e por isso não entenda muitas coisas, e para isso você pode estudar. Ler bastante mesmo, sabe? Se não for jovem, mas for leigo no assunto, sem problema. Estude também. Tem esse guia aqui: “Quero Aprender bruxaria, Quero Ser Bruxo, Como Faço?”.

E…

O que posso fazer quando não posso ter meus instrumentos e ingredientes para a magia?

1. Estude pela internet mesmo. Sei que não é a mesma coisa que pegar nos livros, rs. Existem pdf’s. Existem páginas. Blogs. Grupos. Como o nosso, só clicar: Círculo de Estudos – Oficina das Bruxas.

2. Não existe a obrigação de participar de grupos, físicos ou não. E é por isso que existem as bruxas solitárias. Acredite, é ótimo aprender consigo mesmo também.

3. Não importa sua idade, se você já aprendeu a ler, então pode começar a pelo menos estudar. E com o tempo, compreensão, você pode ir para as práticas.

4. Quando praticar? Quando sentir que está na hora. Quando souber porque se deve fazer uma purificação, para que servem os feitiços de prosperidade, quando entender porque o culto a um deus ou deusa é coisa séria, porque você e tudo ao seu redor é energia.

5. Não pode acender velas ou seu caldeirão? Ok. Use o Altar Astral.

6. Acredita que não consegue fazer algo? Ou quer falar com um ser astral, espiritual, de luz, para pedir ajuda? Fale com seus Guardiões Astrais.

7. Conseguiu um momento sozinho em casa? Aproveite para meditar. Não sabe meditar? Veja: Meditação: Como? Quando? Por que fazer?

8. Já aprendeu a cozinhar? Não? Então aprenda. Assim, quando precisar da ajuda de alguma erva, como o alecrim que é muito usado, faça uma comidinha deliciosa e tempere com alecrim. Hehe.

9. Chás são uma ótima saída para quem não pode fazer banhos mágicos.

10. Quer aprender a jogar Tarot, mas não tem grana e nem pode usar isso em casa senão corre o risco de alguém queimar? Recorte folhas de papel, em tamanhos iguais e escreva o nome das cartas. Pronto, agora é só estudar e usar seu tarot quando quiser.

11. Tem um jardim ou quintal? Um espaço de pura natureza? ÓTIMO. Cuide desse espaço. Plante tudo que puder. Passarinhos costumam visitar por aí? Leve pãozinho pra eles. Medite aí. Puxe toda energia da Terra. Converse com a natureza ou seus deuses aí. Esse espaço é sagrado e é sua melhor saída.

12. Mora em apartamento? Leve plantas para casa. Flores. Não é a mesma coisa que estar com o pé na terra, mas…

13. Se puder ter um animal, como um gato ou cachorro, tenha. Animais costumam ajudar na mudança de ares em casa, para um tom mais harmonioso.

14. Aprenda a ter mais paciência. Você tem espaço limitado, as coisas podem demorar um pouco mais para acontecer. Visualize seu lar, no futuro, do jeito que deseja… nunca perca essa positividade, esse sonho.

15. Evite brigas em casa. Não vai mudar o que os outros pensam e só vai te atrapalhar mais e mais.

16. Não pode acender um simples incenso em casa? É… tem gente que acha que incenso é “coisa do demônio”. Não faz mal. Como já vimos acima, tente pelo menos ter flores ou plantas. Já vai ajudar bastante.

17. Quer ter um grimório/livro das sombras, mas não pode ter a capa preta com um pentagrama por cima? Não precisa se preocupar, até porque isso não é obrigatório. Seu grimório/livro das sombras pode ser um simples caderno. Ou faça no seu computador mesmo. Não é a mesma coisa, mas já ajuda a não perder seus registros.

18. Está com dificuldade de meditar em casa? Espere todos irem dormir, principalmente final de semana, e tire pelo menos 40 minutos para si mesmo e vá meditar… sim, nesse silêncio maravilhoso. Músicas com áudio da natureza, mesmo que baixinho ou por fone do seu celular são uma ajuda para se concentrar.

19. Tem sal em casa? Quando for tomar banho, leve uma jarrinha com água e já coloque um pouco de sal dentro. Tome seu banho normalmente e depois despeje essa água com sal do pescoço para baixo e visualize sua aura ser limpa. Depois faça um chá ou suco de frutas natural para proteção e fortalecimento.

20. Tem um amigo que está estudando magia com você e lá tem espaço pra vocês? Vá lá. Tente não ser inconveniente, ok?

21. Não se preocupe com o altar. Se não dá pra montar, lembre-se: O altar astral. Mas se puder montar, mesmo que por umas horas para fazer seus feitiços e depois ter que desfazer… sem problema! O altar não precisa estar ali 24h.

22. Quer de qualquer jeito falar pros seus pais que você gosta da bruxaria e que está estudando? Bem, você não é obrigado, mas se vai fazer isso, tente não assustá-los. Diga que está estudando a energia da natureza, que é a magia. E de fato, é.

23. Não pode entoar seus cânticos ou poesias em voz alta? Não tem um momento sozinho aí? Então feche os olhos e cante mentalmente. Voe para seus deuses, para a natureza.

24. Conseguiu escapar para a praia ou algum lugar com bastante água na natureza? Vá tomar um delicioso banho purificador e ainda aproveitar e entrar em contato com as ondinas! Não precisa de velas nem nada disso. Uma simples meditação à beira da água ou enquanto nada, fale com as ondinas, com seus deuses, purifique-se!

25. Tem árvores perto da sua casa? Quando sentir um aperto, vá pra lá. Vale ficar só sentadinho, ou ler, ou meditação, ou mesmo dar aquele abraço na árvore.

26. É maior de idade e pode ter seu espaço, e ainda tem medo do que podem falar? Vá! Vá pra sua casa. As pessoas nunca estarão contentes com nossas escolhas, então que viva feliz vivendo o que ama!

Use a criatividade, e lembre-se: a casa é de seus pais, por mais que você ajude ou seja maior, eles continuam sendo os donos da casa. A melhor solução continua sendo sempre o respeito.

Tem alguma coisa que não consegue de jeito nenhum pensar sozinho? Pode mandar sua dúvida aqui nos comentários!

Boa jornada!

Autor: Rosea Bellator
E-mail: oficinadasbruxas.odb@gmail.com

Atenção: A reprodução parcial ou total deste texto é proibida e protegida pela lei do direito autoral nº 9610 de 19 de fevereiro de 1998. Proíbe a reprodução ou divulgação com fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na internet, sem prévia consulta e aprovação do autor. 

Quer ver outros posts? Clique nos links a seguir:

54 COMENTÁRIOS

  1. Olá, sinto que tenho um contato muito bom com elemento “ar”, queria saber se tem alguma maneira de conseguir controlar essa energia.

    Ótimo blog

  2. Olá. Desde pequeno sempre tive uma atração incontrolável pelo fogo, parece que ele me chama, mais não para queimar. Um dia acabou a força em casa a minha mãe ascendeu velas e eu levei uma para o quarto, e fiquei olhando fixamente para a chama, parecia que ela falava comigo, não sei explicar ao certo o que houve. No entanto o que o fogo disse para mim aconteceu de fato, fiquei assustado a princípio, disse para a minha mãe e ela disse ser coisa do diabo, então me desliguei disso. No entanto quando acabou a força novamente foi inevitável, e a chama falou comigo novamente e aconteceu novamente. A minha mãe brigou comigo e disse para eu ir fazer uma oração e ir pedir perdão para Deus. Me ajude o que poderia ser isso?

    • Felipe, o que aconteceu eu não sei rs, afinal, tem mil possibilidades. Mas por que o diabo iria perder tempo em te contar algo que iria acontecer? rs

  3. Oi, tenho 12 anos, gosto muito de aprender sobre magia, bruxaria…e com isso tenho uma pergunta tem algum problema se eu ler sobre isso? Não pretendo praticar, mas gosto de lidar com chás e plantas, teria algum problema devido a minha idade ?

  4. Oi então, eu tenho uma dúvida , como a maioria aqui sou fascinado em magia, sei que ter uma crença religiosa é importante mas n obrigatório para um bruxo, porém eu n sinto muita conexão com a natureza e sim mais com o lado espiritual o lado sobrenatural das coisas , os bruxos até onde sei costumam tirar energia do seu culto a determinado Deus ou da natureza, mas como não tenho ainda nada com nenhum desses dois lados oque posso fazer? E é possível tirar energia não da natureza ou nem por conceção de um Deus mas sim pelo lado espiritual ou até mesmo demoníaco ? Ou curiosidade n intendo muito …. iniciante aqui kkk

  5. Tenho uma dúvida que não consegui tirar ainda, sou agnóstico, e sinceramente não consigo crer em um Deus ou em Deuses, mas comecei a estudar Ocultismo e me interessei demais pela magia e gostaria de me aprofundar, tem algum problema eu não ver necessidade na fé de um deus mesmo crendo na magia(se é que isso faz sentido). Obrigado, tudo que li aqui esta sendo útil demais!

  6. Oii Rosea querida, tenho 13 anos e sempre fui fascinado pela magia… Gostaria de te Parabenizar pelos seus posts. E gostaria de te perguntar se você poderia me explicar se existe ou nao como fazer Escudos de protecao. Rsrs Desde ja agradeco. Bjs

  7. Minha mãe aceita qualquer coisa desde que isso não envolva morte e desrespeito a outras crenças , mas como eu ainda estou começando os estudos sobre Wicca , eu não sei como contar para ela a religião que escolhi , ela diz que mesmo com treze anos a escolha religiosa deve ser minha .
    Devo ou não contar para ela sobre o que estou estudando ?
    Obs : adoro as coisas que você escreve , sempre me interessei por coisas desse tipo .

  8. Olá, já vou começar dizendo que estou amando tudo isso. Mas então.. Eu moro com meus pais, em um sítio.. Aqui tem tudo, árvores montanhas, rios e lagos, e um lindo bosque.. Gostaria de saber se posso montar meu altar nesse bosque!?
    Agradeço!

  9. Oi tia rósea eu tenho 12 anos e gosto muito de magia mas meus pais não entendem e falam q é do Diabo, eu queria ser um bruxo mas sei pouquíssimas coisas
    Eu não posso ter insenso nem velas e o pior é que gosto muito do fogo mas já a parte dos cristais tenho todos pq eu fazia coleção.queria saber como fazer feitiços sem ervas insenso e velas e se eu posso continuar meus estudos da magia ou sem esses ingredientes n posso

    Obrigado gosto muito do blog

  10. OI ROSEA, estou começando a estudar magia novamente, e me lembrei de seu site. Tenho 16 anos, comecei a estudar com 13, e parei com 14 pos certos problemas com minha familia adotiva. Mas sempre tive sede de entender o oculto, porém meus pais não vão concordar com isso, tenho muita depressão e sou de escola interno, mas essa escola é religiosa “adventista” e eles são muito enjoados sobre qualquer tipo dessas coisas. Queria muito ter o incentivo de meus pais, mas acontece q a gente só teria mais conflito. Me sinto péssimo escondendo isso, oq eu faço??

  11. É bom incentivar o respeito a casa dos pais, além do espaço ser do domínio deles, você deve saber que sua prática é algo natural e que não precisa ficar escancarada com uma placa na porta do quarto ou grita-la aos 4 ventos. A magia está nas pequenas práticas e até nas mais discretas do dia-a-dia, ela nos acompanha e nos entende sem grandes arruaças. Lembrar que um dia você terá seu próprio lar nos ajuda a não desanimar e ser sempre posivito, afinal embaixo de toda rosa já espinhos. Muita paz a você , adoro esta página

  12. Olá! Eu tenho 13 anos – vou fazer 14 – e gostaria de saber se sou nova demais para começar a aprender. Minha mãe amou tudo isso mesmo – ela até ficou feliz de eu achar algo que eu goste realmente e me esforce – só que fico em dúvida com isso. É um problema?

  13. Rosea eu tenho 12 anos comecei a estudar magia 01/04/2016 se eu tiver uma mente boa em ter um amigo guardião que poderar me proteger,terá algum problema pq de vez em quando eu sou meio que humilhado na escola só pq só do 8° ano e ter 1,51 ser baixinho não quero ser do mal mais sim ajudar as pessoas ser pelo menos gentil com elas. -chorando

  14. Eu queria muito ser uma bruxa,tenho apenas 14 anos^-^ ..Só que minha família julga,eles dizem que essas coisas não é de Deus.Mas é a minha escolha ser uma bruxinha,sem contar que sempre admirei as bruxas e os bruxos 🙂 Você acha que sou nova demais?

  15. Descobri hoje seu blog e adorei, estou lendo tudo. Mas me pergunto o que é descobrir a magia e o porquê de ter uma idade pra isso… Tenho 17 anos e com 15 ou 16 me lembro de um livro que me fez ter vontade de estudar e praticar a magia. Meu pai me incentiva à pratica e me identifico com o panteão celta.

    • Olá, Tay!
      Não sei onde você viu isso, mas não existe uma idade pra isso rs.
      Aqui são conselhos para ajudar as pessoas que estão com problemas em casa, principalmente por serem menores e os pais não aceitarem.
      Que bom que seu pai te incentiva, isso é algo raro rs. Quanto a o que é descobrir a magia… isso a gente descobre aos poucos 😉

  16. Percebi a magia entre 12~13 anos, e pesquisei um pouco aos 15 mas fui desistimulada pela minha mãe e alguns parentes, foi dificil e acabei “deixando de lado”. Voltei as pesquisas faz pouco tempo, lembro de pouca coisa então achei melhor recomeçar do começo. O problema é q com 22 anos e com uma filha, ainda moro com minha mãe. Está sendo difícil mas espero q ela entenda q isso é simplesmente algo q não posso negar novamente. Estou tendo que esconder pq ela é muito católica, sei que a reação dela vai ser péssima

  17. Rosea!! Você citou que geralmente percebemos a magia a partir dos 12 a 17 anos, mas eu apenas percebi após os meus 18 anos, alias sempre desenvolvi tardiamente, sou atualmente uma jovem de 20 anos com aparência de 14, sempre achei estranho o fato de eu não ter envelhecido tanto, possuo uma foto de quando tinha 13 anos e atualmente tenho a mesma altura estatura e peso. Percebi meus dons a tão pouco tempo me neguei nos últimos anos mas agora os guardiões me perseguem me pergunto se e tarde demais para desenvolver algo?

  18. Adorei o post, segui muito essas dicas, principalmente tive muita paciência e fui explicando aos poucos, como por exemplo para que serviam as ervas da cozinha, além do sabor, e fui mostrando que essa é a minha escolha, assim como eu respeito a escolha deles, eles passaram a respeitar a minha. Demorou, mas hoje posso realizar meus rituais em casa sem preocupação.

  19. Boa noite. Gostei muito do seu artigo. Gostava ainda de acrescentar que ser bruxo é isso mesmo, respeito por todos. Não devemos impor nossa forma de ver o mundo a ninguém porque cada um de nós tem seu caminho a percorrer. Todos diferentes e todos iguais. As alternativas existem sempre, porque ser bruxo é acima de tudo um estado de alma. A magia está dentro de nós, e o que está dentro de nós…ninguém pode tirar. A vida também nos dá desafios para superar e muitas vezes as nossas dificuldades existem para nos obrigar a evoluir. Cultivar a paciência, a tolerância, o amor e ter a certeza que irá tudo acontecer no momento certo – se não é agora, é porque temos ainda algo a fazer primeiro. Pode ser o Tempo de meditar, refletir e aperfeiçoar o Ser.
    Beijinhos a todas e todos com muito amor

  20. aninhah eu tbm sofri com isso,até que um dia eu parei e falei,se eles querem me por como vilão da história que seja vou fazer o papel com prazer.No outro dia eu cheguei chegando e falei pra todo mundo eu sou BRUXO!E quem mecher comigo eu jogo uma praga!
    As pessoas ficaram com medo e deicharam de implicar,os amigos verdadeiros ficaram e Oas falsos foram embora,hoje ninguém mais me atormentado e foi só dar um susto neles Kkkkkkkkkkkkk

  21. Amiga Rosea , parabéns por indicar o respeito aos pais , assim evita conflitos , e devemos ter compreensão que nem todos entendem nossa fé , Se tentamos impor nossa vontade estamos agindo da mesmo forma do que quem tenta impor forma contrária . Na minha humilde opinião , bom senso , meditação , mentalização e altar astral são a melhor saída . Era o que eu usava para não ter problemas com uma irmã evangélica e minha mãe não se chatear com nossas brigas . Abençoada seja , bj

  22. Raquel querida,estudar magia não é nenhuma vergonha pra mim mt pelo contrario tenho mt orgulho porem na escola tem pessoas que vigiam mt minha vida olham mt meu Facebook veem os cânticos sagrados as orações e os posts de bruxas q eu posto até ai td bem ms de um tempo pra cá tem umas garotas q começaram a espalhar pela escola td dizendo q eu so ‘MACUMBEIRA” se acha q pode uma coisas dessas? pior eu fico chateada e não sei o que fazer gosto de um menino de lá e ele esta cm medo de eu fazer mal pra ele por causa desses boatos Raquel amor o que eu faço? me responde por favor…beijinhos mágicos <3

DEIXAR RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here