Escrito por Nathália Aniston

Olá, pessoal!

Sabemos que é possível fazer magia com quase tudo que possuímos, e que muitas vezes, essa magia tem um direcionamento especial para algo que queremos alcançar dentro da nossa existência ou algo que queremos banir de nossa personalidade. Uma pessoa tímida as vezes quer coragem, uma pessoa que sofre por não ser notada quer ter visibilidade no trabalho, outras querem camuflar aquela característica que há muito tempo vem incomodando, atrapalhando as relações laborais e pessoais… Não importa o motivo, sempre existe um pedacinho de nós que se dependesse da nossa escolha seria modificado!

As saídas são infinitas! “Banimento pra’quela timidez, prosperidade para que me notem e me promovam no trabalho, um encantamento para que ninguém perceba que eu tenho tal defeito…” E nos jogamos nas velas, ervas, chás, etc. Mas quem leva a vela pro local de trabalho? Quem pode parar uma reunião pra repetir 10 vezes o mesmo encantamento? Tem horas que você precisa da magia presente, atuando com você, em você!

“O que será que eu posso usar todos os dias, o tempo todo e que esteja ligado com a minha magia X para a finalidade Y?”

Os homens eu não sei, mas as mulheres… Qual mulher deixa de usar diariamente pelo menos um batom? Uma máscara de cílios? Uma base? Parece estranho falar disso e envolver magia, energia, o mundo mágico, não parece? Mas acreditem, nem tudo é vela, nem tudo é caldeirão somente. Um exemplo? Lili é uma jornalista brilhante, mas nas reuniões de pauta ela trava e mal consegue falar. Resultado: seus colegas com as melhores pautas, ela acaba com o obituário. “Poxa, mas eu escrevo tão bem, eu estudei tanto!”

Pois é, Lili. E se você consagrasse aquele batom nude que você usa diariamente ou toda a sua coleção de batons para que eles atuassem como seu porta voz? É, isso mesmo! Concentra nele sua eloquência, sua clareza com as palavras, sua convicção para defender aquela pauta, aquela matéria. Que o nervosismo que te trava não te impeça mais de falar… E estará feito!

Juju trabalha em um escritório cheio de gente mal intencionada e ela tem dificuldades de enxergar quem vale a pena, quem não. Juju gostaria de ter essa retaguarda sempre, a todo momento. Ótimo, então porque Juju não consagra aquela máscara de cílios e aquele lápis super preto para que eles atuem como seus reveladores?

Ah, mas a Fefe tem dislexia e ela odiaria deixar que seus amigos da faculdade percebessem… Ora, Fefe, sabe aquele reboco diário conhecido como corretivo + base? Porque esse ritual diário não pode ser também um ritual para bloquear o que você não quer que vejam?

Parece simples, não é? Parece que é só chegar lá, consagrar e pronto! Resolvemos tudo! Seria, se não tivéssemos que consagrar em nome de ALGUÉM, em um ritual especial, unindo uma coisa a outra. Então chegou a hora, mulherada! Peguem a nécessaire, separem as makes e vamos encarar o mundo lindas, maquiadas e mágicas!

E tem feitiço?

Ah… Quer uma dica pra começar a movimentar essa energia? Pegue um batom cremoso ou com algum brilho que você use sempre. Coloque no centro de algumas pétalas cor de rosa, com uma vela prateada a frente. Em noite de lua cheia, acenda a vela e com um incenso de rosas ou um incenso Sol (sim, ele existe…) defume todo o batom dizendo “Assim como a lua brilha em sua plenitude, quando meus lábios este batom tocar, meu brilho se verá.”

Repita por algumas vezes, visualize, sinta… Está feito.

Aguardo vocês no próximo artigo…

Beijos com glitter!

Autor: Nathália Aniston, Consultora e franqueada da Contém 1g Magic e Bruxona também!
E-mail: N.contem1g@gmail.com e Instagram: c1g.nathalia
Conheça a Loja: https://contem1gbeauty.com.br

Atenção: A reprodução parcial ou total deste texto é proibida e protegida pela lei do direito autoral nº 9610 de 19 de fevereiro de 1998. Proíbe a reprodução ou divulgação com fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na internet, sem prévia consulta e aprovação do autor.

COMPARTILHE !
Artigo anteriorLivro: Confissões do Crematório
Próximo artigoOração a Anúbis
Bruxa natural, sem medo de botar a cara no Sol. Sacerdotisa de Sekhmet, com orgulho. Taróloga pra todas as horas. Escritora sem vergonha, fazer o que, né? Libriana sim, mas com ascendente em Aquário, dá licença!? Aqui a conversa é fluida, sem drama, sem segredos. Bem, segredinhos só na hora de bater o tambor cazamigas! Falou em magia, já to lá! #ÉnóisQueVoa!

5 COMENTÁRIOS

DEIXAR RESPOSTA

Por favor, insira um comentário!
Por favor, insira seu nome.