Histórias e Artes! Duas coisas que nos movem, nos inspiram!

Hoje vamos conhecer a história da Verônica e do Felipe! Leia, veja que você não está sozinho! E caso ainda tenha medo da magia… pare com isso JÁ! Vamos lá?

conheci - chapéu de bruxa“Saudações 😀 Sou a Verônica, tenho 19 anos. Minha história com a magia é bem parecida com a de todos os bruxos jovens.

Cresci em uma família extremamente religiosa, mais precisamente católica. Fui batizada e fiz catequese. Desde criança estudei em colégios religiosos, ia à missa todos os domingos, tinha o quarto cheio de crucifixos e imagens de santos, cantava na igreja… Sempre obedecendo às ordens que me eram impostas.Contudo, nunca senti fé. Sempre me questionei sobre os problemas do mundo, doença, guerra. Principalmente com o fato de “Deus” ser onisciente, onipresente, e onipotente…

Uma vez, quando eu tinha 10 anos, ouvi de uma professora que os homossexuais não iam para o céu. Naquela hora, fiquei muito confusa e chateada. Eu já conhecia casais gays, que são pessoas de bem e nunca me maltrataram. Eles não vão para o céu? Isso é justo?Com o tempo, fui apenas obedecendo aos mais velhos. Mas por dentro, para mim, era tudo mentira.

Quando fiz 15 anos, comecei a ouvir de todos os cantos que estava na hora do crisma. A essa altura, eu já não acreditava mais em nada. Porém, eu nunca me considerei uma pessoa sem fé, cética, sem religião. Senti que eu precisava apenas encontrar um caminho novo para mim.Foi quando meu namorado me deu o livro Wicca Essencial de presente. Na época, eu tinha 16. Me identifiquei demais com tudo o que li. Senti que era daquilo que eu precisava.

Comecei a comprar cada vez mais livros sobre o assunto, sempre na companhia de meu namorado. Ele sempre me apoiou e fica muito feliz ao saber o quão realizada eu me sinto. Estudo através dos livros, blogs (Oficina das Bruxas hahah)… Sempre estudando e ampliando meus conhecimentos. Escondido, pelo óbvio. Não consigo nem imaginar no que aconteceria se minha família encontrasse todo o meu material de estudo. De certo, queimariam tudo, acusando-me de bruxa, herege, blasfema, profana, satânica… A ignorância é tanta! Mas, o apoio que tenho de Matheus me deixa animada para nunca deixar de aprender. Não me considero wiccana, ainda, pois falta muito para aprender. Entretanto, como bruxa, eu me identifico e me considero.”

– Verônica
lua
Meu nome é Felipe,tenho 17 anos e ao contrário de muitos que relatam suas experiências no “Como conheci a Magia”,eu nunca tive contato com a Magia até pouco tempo atrás…fui criado no Cristianismo,decidi me batizar por causa de meus pais…não me encaixava no Cristianismo,nem na igreja,comecei a sentir enorme peso em meu coração com tantas ameaças de “castigo eterno”,não conseguia dormir direito pensando no inferno…foi quando comecei a questionar tudo isso…estudei filosofia e diversas Religiões,fui Satanista por um tempo,mas tbm não me identifiquei completamente…um dia,em um grupo de debates religiosos no facebook achei um pdf de um livro sobre Bruxaria…comecei a ler e me identificar com aquilo…foi uns dias depois que fiz meu primeiro Ritual pedindo sabedoria a Baphomet,no dia seguinte encontrei este blog maravilhoso que me ajudou muito…
 .
Eu amei a simplicidade da Bruxaria,que o que conta é sempre a intenção,do amor e da compreensão do Deus e da Deusa,da paz que tudo isso me proporcionou…nas noites de Lua Cheia que eu dormi com a janela do meu quarto aberta,ela iluminava todo o quarto e preenchia meu coração com sua luz. Comecei a estudar a fundo o Paganismo,Ocultismo e todo tipo de Magia…me encontrei eternamente…”
.
– Felipe
owl1 megla

Viu só? Cada um conhece o caminho da magia de um jeito! E você, como foi? Mande um e-mail pra Oficina das Bruxas! O e-mail é: oficinadasbruxas.odb@gmail.com .

Existem muitos bruxos solitários por aí que não entendem o que está acontecendo consigo mesmos, não entendem a situação ou mesmo têm medo – sua história de como tudo aconteceu pode ser o que falta para eles!

Quer ver outras histórias? Tem aqui: Histórias dos Leitores.

PESSOAL ATENÇÃO: aos que finalmente encontraram seu caminho com algum deus ou deusa, envie pra cá também! Como foi essa descoberta? O que você sentiu durante sua caminhada? Não tenha vergonha! Sua história pode ajudar outras pessoas!

Estou esperando o e-mail de vocês, ein!

Beijokas!

COMPARTILHE !
Artigo anteriorVai Pular o Carnaval? Que Legal!
Próximo artigoBanhos Mágicos Pra Tudo um Pouco
Bruxa natural, sem medo de botar a cara no Sol. Sacerdotisa de Sekhmet, com orgulho. Taróloga pra todas as horas. Escritora sem vergonha, fazer o que, né? Libriana sim, mas com ascendente em Aquário, dá licença!? Aqui a conversa é fluida, sem drama, sem segredos. Bem, segredinhos só na hora de bater o tambor cazamigas! Falou em magia, já to lá! #ÉnóisQueVoa!

5 COMENTÁRIOS

  1. Oi!
    Estou conhecendo mais sobre isso e ficando apaixonado. O que estou gostando mais é de perceber que sempre existiu na minha família. Meu avô, minha mãe, minhas tias e minha irmã. Desde dons a atração por objetos místicos. No caso do meu avô que entende da energia de pedras e a finalidade de ervas. Porém, nada foi muito específico ou focado. Eles simplesmente sempre fizeram mas sem perceber o que estou percebendo agora. Estou me aprofundando. Gostaria de saber a vc usa Periscope. Obrigado.

  2. Meu nome é Eduarda, tenho 17 e conheci a palavra Wicca a uns quatro anos atras, atraves do meu ex-namorado, ele era wiccano (e ainda é), naquele tempo eu soube pouco, pesquisei bastante mas não me aprofundei devido ao nosso terminio. Desde o meio do ano passado começamos a nos encontrar como amigo e foi ai que decidi me aprofundar na Wicca. Sempre fui de pensar muito a respeito do mundo e seus ideaís e tudo isso me corrompia muito, mais uma vez peguei algo da Wicca para ler e decidi, me indentifiquei e fiquei feliz por isso. Hoje meu ex que é um dos meus melhores amigos me ensina a arte da Wicca.
    Ao ler esse post pensei em não postar nada, mas assim que um cachorro de rua (que eu quero muito adotar ele), veio até mim e deitou sobre meu peito. Então decidi postar. 😀

  3. Rosea, tenho muitas dúvidas sobre a bruxaria. Estudo há 3 anos, mais ou menos, não possuo nenhum instrumento mágico e tenho receio em praticar rituais e feitiços. Eu poderia lhe enviar um e-mail com minhas dúvidas, se não for um incômodo? Obrigada!

DEIXAR RESPOSTA

Por favor, insira um comentário!
Por favor, insira seu nome.