Já percebeu como a insegurança persegue os bruxos de hoje? Dúvidas, medos, necessidade de querer mostrar que está certo mais forte do que a necessidade de paz entre outros sentimentos que só atrapalham suas jornadas.

A insegurança é como uma nuvem cinzenta que aparece quando você está louco para sair... aí fica com aquele receio: sai ou não sai de casa? E aí perde um monte de oportunidades por bobeira... Foto: Rosea Bellator.
A insegurança é como uma nuvem cinzenta que aparece quando você está louco para sair… aí fica com aquele receio: sai ou não sai de casa? E aí perde um monte de oportunidades por bobeira…
Foto: Rosea Bellator.

Antes de qualquer coisa: é super saudável ter dúvidas, ela nos movem para frente! Nos dão vontade de encontrar respostas. Porém, existe um perigo nessa mistura de infinitas dúvidas (sobre o que você já conhece, nesse caso a magia) somada ao medo do resultado do que você fizer!

Porque estou falando sobre insegurança?

Quantas e quantas vezes várias pessoas me perguntam: “não sou iniciado, posso fazer feitiço?” ou “Mas funciona esse feitiço?”.

Gente, não existe feitiço que “funciona 100% garantido e comprovado”. Aí você me pergunta: “Mas como saberei se vale a pena fazer?”, a minha resposta será: não faça!

A magia para funcionar NÃO PODE SER FEITA NAS COXAS. Sabe o famoso jeitinho brasileiro? Então, a magia não vai MESMO dar certo. Não adianta chegar em casa, com raiva da vida e fazer um feitiço sem se entregar, sem visualizar o desejo, sem pedir com toda sua vontade, sem fé… Não adianta querer que a magia aconteça porque não vai, e a culpa não é de quem te passou o feitiço e sim SUA.

Aí você vai me dizer que não se faz feitiços que alguém fez.

Será?

Quem não acende incenso e anda pela casa para energizar ou purificar? É um feitiço. Quem não usa as velhas receitinhas da vovó? Hum? Hum?

Sim, usar feitiços criados por alguém dá certo sim, vai depender de você – da sua vontade, da sua concentração, da sua dedicação, da sua disposição.  Se você precisa de algo mais exato, aconselho que crie você mesmo seus feitiços

Insegurança, insegurança, insegurança… como acabar com esse sentimento que vem assolando os bruxos de hoje?

Estudar mais é o primeiro passo. O segundo passo é parar de criar desculpas como: “Mas eu trabalho e chego cansado…” ou “Mas eu trabalho e faço faculdade por isso não tenho tempo…” ou a melhor desculpa “Meus pais/marido/esposa não deixa…”. Desculpem-me, mas vamos ser sinceros: Quando você quer, você faz um monte de coisa e ninguém fica sabendo, não é mesmo? Aquela balada sem os pais saberem, aquela saída com o amante, aquele chopp com os amigos sem o seu par saber…

Se você tem medo do resultado da sua magia, não faça até que tenha segurança pois magia não é brincadeira. Nada de fazer magia para o mal dos outros e depois reclamar da vida argumentando que “estava com raiva, não se deu conta do que fez”. Se quando você fica com raiva você perder a razão, pare tudo, nem pense na palavra “magia”. Seja Lei Tríplice, Seja Lei do Retorno ou o nome que você quiser dar, acredite, aqui se faz e aqui se paga!

Se você QUER usar a magia, então é hora de largar as muletas. Cure a insegurança com estudos nas horas livres. Não precisa ler 10 livros por mês, mas leia 1 bem lido. Devore-o. No outro mês faça testes, procure conversar com outras pessoas – se me disser que não conhece ninguém, seu problema está resolvido: hoje existe o Facebook e nele existem diversos Grupos, bem como páginas e um zilhão de pessoas dispostas a querer estudar com alguém.

A danada da insegurança apareceu? Feche os olhos e entoe o mantra: OM. O som da criação do universo certamente lhe abrirá o caminho. Imagem: Rosea Bellator.
A danada da insegurança apareceu? Feche os olhos e entoe o mantra: OM. O som da criação do universo certamente lhe abrirá o caminho. Imagem: Rosea Bellator.

Agora vamos falar sobre uma coisa que tem me incomodado bastante, alias, não só eu como muitas pessoas que conversei ao longo do tempo: necessidade de querer estar certo o tempo inteiro e necessidade de querer “provar” algo.

Quem nunca entrou num grupo do Facebook sobre magia e não se deparou com aquela pessoa que precisa “gritar” para os 4 ventos alguma coisa como: “tal tradição/linha é melhor!”, ou “Fulano é mais bruxo que Ciclano”, ou pior “A única verdade é…” entre outras afirmações. Isso quando não quer desmerecer o pensamento de alguém ou precisa partir para a agressão verbal.

Para esse caso, só posso dizer uma coisa: Não ligue. Hoje as pessoas estão muito estressadas e desesperadas por atenção, carentes (sim, você leu isso). Confesso que já perdi E MUITO meu tempo discutindo com esse tipo, mas aprendi que só querem atenção mesmo, quando você pergunta algo um pouco mais fundo a pessoa fica sem resposta, logo podemos perceber que ela conhece a magia superficialmente. Deixe que aprendam com o tempo, você também aprendeu, não foi? Só um conselho, porque sei que você é um ser humano como eu e tenho certeza que vez ou outra perde a paciência: Se não der MESMO para ignorar, ria! Ria de como você perdeu a linha por algo tão bobo! Afinal, essa pessoa tem tanta insegurança que acabou por formar uma barreira sobre si, sempre usando seu lado violento, sempre usando uma imposição para que seja vista…

Agora, para finalizar e acabar com essa insegurança, vamos a algumas dicas de como fazer isso:

– Eu já disse isso, mas vou repetir quantas vezes for necessário: ESTUDE! Deixe essa preguiça de ler e vá para os livros, seja físico, seja em pdf, devore!

– Mais uma vez, SEM PREGUIÇA, tente fazer algo – mesmo que super simples – pelo menos todo fim de semana para ir pegando a prática! Percebi que todos querem ser grandes bruxos, mas querem só tomar uma pílula e pronto! Desculpe, mas não tem mesmo como obter experiência sem prática.

– Quando for fazer qualquer feitiço tenha em mente:

1 – Força de vontade, disposição e necessidade (não adianta ir fazer por fazer),

2 – Visualização (leve o tempo que for, mas feche os olhos, veja acontecer o que você está desejando)

3 – Concentre-se no momento. Esqueça O MUNDO lá fora. Agora tudo que importa é seu universo.

4 – FÉ! Faça magia com fé no resultado e fé em você mesmo! Ter fé é mergulhar no mundo invisível, no futuro, no tempo! Ter fé é mergulhar no oceano do cosmos sem ter certeza e sair triunfante com seu objetivo! Fé é a maior prova de confiança que você pode mostrar para a vida.

5 – Pra que insegurança? ENTREGUE-SE. Dedique-se! Dance, cante, anime sua alma!

Insegurança só para as bruxas que podiam ser deduradas e acabar na fogueira, mas acabou isso, minha gente! Comemorem!

Rosea Bellator

ATENÇÃO: A reprodução parcial ou total deste texto e imagem é PROIBIDA e protegida por LEI. Para usar este texto entre em contato com a autora.

Quer ver outros artigos? Clique nos links abaixo:

7 COMENTÁRIOS

  1. Adorei o texto mesmo, compreendo perfeitamente o que diz, já perdi bastante tempo discutindo com os meus pais tentando explicar que a bruxaria não tem nada de mal, muito pelo contrário ajuda-nos a evoluir e a aprender a viver sobretudo connosco mesmos, mas eles continuam com a mesma opinião e sempre dizendo mal do caminho que eu quero seguir :S Por vezes temos mesmo de ignorar e seguir aquilo que o nosso coração nos diz que é certo 🙂

  2. Essa coisa que o texto fala de ter fé e rir não serve só pra bruxaria, mas pra vida. Muito interesante como a bruxaria é uma filosofia valiosíssima pra tudo q vivemos, sentimos e aprendemos. Maravilha de texto!!!
    O blog tá muito gostoso de ler!!!

DEIXAR RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here