Entendemos como começar a entender a magia, tivemos algumas práticas… então agora podemos nos aventurar na magia das celebrações da natureza!

Ah sim, para seguir com este estudo, é interessante que tenha visto os estudos anteriores. É só clicar:

Seja lá qual tipo de magia que você busca dentro da bruxaria, você vai se deparar com momentos mágicos. Como as estações, solstícios e equinócios, do ano. Na Wicca, que é uma religião neopagã, temos nomes como Ostara (um festival/celebração para a Primavera), Beltane (festival/celebração no alto da Primavera, celebrando a vida, o sexo, o amor), Yule (festival/celebração de inverno), entre outros nomes. É comum encontrarmos esses nomes dentro da bruxaria em geral até para facilitar a busca. E como se é de esperar, tem pessoas que não seguem por esses nomes. Está tudo bem. Vamos ver direitinho sobre as celebrações.

Mas antes…

Não existe celebração obrigatória. Celebramos para nos conectarmos com a natureza, nossos ancestrais, com o Universo, o Cosmos, com nossos deuses, seres de luz… enfim, como quiser chamar. E ao celebrar esses momentos, somos preenchidos de energia, somos realinhados. Momentos como esses não devem ser celebrados na base da obrigação, mas celebrados de coração aberto, com amor, por vontade própria. A energia estará no ar, aproveite-a!

As datas a seguir, como estou dando ênfase às estações do ano, estão de acordo com as datas das estações como ocorrem no Brasil.

Outono

20 de Março

Você deve ter visto a celebração do outono como Mabon. Festival da Colheita. No Equinócio de Outono é celebrada a colheita das frutas. A terra está abundante e nos presenteando com tudo que precisamos antes de secar no inverno. Mas temos tempo ainda até lá.

Como aproveitar essa energia?

Aproveite para fazer magia com a força da terra. Procure abrir seus caminhos. Use a energia abundante para pedir o que sente necessidade, preencha sua alma. Se precisa de um trabalho, peça. Se quer um amor, peça.

Uma pequena sugestão de celebração:

Além de comidas feitas com as frutas da época, coloque em seu altar velas laranjas e brancas. Faça algum simples feitiço de conexão com a terra, ou seus deuses ou ancestrais, e peça proteção e orientação para sua vida. Que te seja mostrada a melhor estrada. Em seguida, agradeça a terra e a todos que invocar. Ofereça a comida e a chama das velas. Depois de mais ou menos 1 hora, poderá comer a comida e até mesmo dividir com outras pessoas tranquilamente.

Dá uma olhada nos seguintes links:

Auge de Outono, Virada da Roda do Ano

Entre 30 de Abril e 1 de Maio

O Samhain. É quando o outono está no ápice, mas também indo para a reta final. Rumo ao inverno. Tudo irá morrer. Morrer para recomeçarmos lá na primavera. Afinal, a vida é assim. Celebramos nossos ancestrais, celebramos o fim do ciclo. A Morte. Necessária para evolução e renovação de tudo que há. É por isso que esta época é chamada também de Virada da Roda do Ano, ou Ano Novo.

Como aproveitar essa energia?

Fale com seus ancestrais. Medite sobre o fim daquilo que deve partir. Seja uma pessoa, seja uma situação, um laço… Procure se organizar para finalizar tudo que estiver pendente, mas já coloque metas para o que deseja começar num futuro não muito distante. Faça banimentos de tudo que precisar, e depois chame o que deseja estabelecer.

Uma pequena sugestão de celebração:

Faça algum doce bem saboroso e ofereça aos seus ancestrais. Acenda velas laranjas e roxas, oferte ao Sol que se vai, e peça por transformação. Que tudo que está pendente tenha um fim decente. Que o que atrapalha, seja mandado embora da sua vida. Diga que abre os braços para a evolução. Ao fim, aproveite para usar algum oráculo para pedir dicas aos seus ancestrais e divindades. Agradeça a todos que invocou. Depois de mais ou menos 1 hora, pode comer o doce, ou coloque-o aos pés da árvore mais perto da sua casa.

Dá uma olhada nos seguintes links:

Inverno

21 de Junho

Também conhecido como Yule. No inverno, muito pouca coisa nasce naturalmente na natureza! Acontece que hoje temos tecnologia suficiente para criar estufas, indústrias, e assim não temos problemas nessa época do ano. Em especial aqui no Brasil, temos um clima que favorece o nascimento de muita coisa para nossa alimentação. Porém, não temos neve, hehe. O solstício de inverno é o momento para renascer, só que antes… é preciso se retirar, refletir. Sentir, entender as próprias estruturas. Se cuidar. E assim, se preparar da melhor forma para florir com a primavera.

Como aproveitar essa energia?

Medite sobre tudo que já passou na sua vida. Medite sobre o que você quer de si mesmo. Organize suas ideias. Organize seu lar. Descanse. Vá anotando os planos, analisando. Tire tempo para ficar com seus amados.

Uma pequena sugestão de celebração:

Coloque em seu altar, uma vela branca ou azul, acesa. Coloque também um recipiente de vidro com água. Conforme vai colocando as mãos na água, diga que recebe a força as águas. A força do frio da terra, que está gelando tudo, parando tudo, para que tudo possa se reestruturar e recomeçar. Veja a si mesmo tornando-se água, dando um momento para o próprio corpo e espírito se reestruturarem. Retire as mãos. Medite. Ao fim, oferte vinho ou outra bebida quente em seu altar, seja à natureza, seja ao Universo ou aos seus deuses, enquanto agradece. Deixe no altar por 1 hora, depois pode agradecer novamente e beber.

Dá uma olhada nos seguintes links:

Auge de Inverno

31 de Julho

Os primeiros sinais da primavera podem ser vistos. Luz solar esquentando… Um galhinho verde aqui. Um fruto surgindo ali. Só que ainda é inverno. Também conhecido como Imbolc, o Festival das Luzes. Nessa época já começa a animação, os preparativos para a primavera. Aquele estado introspectivo do inverno está acabando.

Como aproveitar essa energia?

Como os primeiros sinais de primavera já podem ser vistos e sentidos, já começamos a preparação para receber essa energia maravilhosa fazendo limpezas. Voltando ao movimento. Iluminando o caminho. Magias para harmonização e proteção, bem como limpezas, são muito bem vindas.

Uma pequena sugestão de celebração:

Acenda quantas velas quiser, brancas e outras cores que desejar. Enquanto acende, cada uma em seu altar, chame a luz. O calor. Estabeleça uma conexão entre você e a terra, onde você doa calor à terra e a terra te doa estruturação. Para que você esteja pronto para receber a primavera que virá em breve. Para que você esteja pronto para seguir um novo rumo na sua vida, cheio de luz, cheio de evolução e amor. Ofereça as velas, bem como alguma bebida ou comida da época, enquanto agradece. Deixe no altar por pelo menos 1 hora, e depois poderá retirar e comer.

Dá uma olhada nos seguintes links:

Primavera

22 de Setembro

Finalmente! O momento que a terra treme de tanta vida que está florindo! O Sol, que vinha tímido, eleva seus raios e torna o céu nublado em celeste! A vida aflorada quer se movimentar! E é no equinócio de primavera, também conhecido como Ostara, que a prosperidade está abundante! O amor está contagiante! Tudo cresce lindamente!

Como aproveitar essa energia?

Tudo está florindo! Aproveite para pedir que sua vida comece a florir também. Chame as boas energias, o movimento, a transformação do gelo em fogo. Chame a força da natureza para acordar seu espírito. A energia do amor e da prosperidade está fluindo maravilhosamente, aproveite.

Uma pequena sugestão de celebração:

Época boa para pedir prosperidade em qualquer setor da vida. Boa para pedir que algo cresça, que dê frutos. Concretizar sonhos e todo tipo de feitiço, bem como iniciar algo como atividades físicas e fazer novas amizades. Sendo assim, escolha o que deseja. Em seguida, acenda uma vela branca e uma marrom, para se ter estabilidade. Coloque fogo no seu caldeirão e queime um pouco de louro e pétalas de flores. Cante, dance, sinta de coração! Faça seu pedido. Ofereça algo que vier de coração. Pode deixar no altar ou debaixo de alguma árvore bem bonita. Se for comida e quiser comer depois de uma hora, também pode. E não esqueça de agradecer.

Dá uma olhada nos seguintes links:

Auge de Primavera

Entre 31 de Outubro e 1 de Novembro

Também conhecido como Beltane, o auge da primavera é quando o crescimento da natureza está em sua plenitude. É quando o amor vira um romance, que vira paixão, que vira sexo… Fogueiras são acesas para celebrar esse momento de flerte, momento quente que pede aproximação. É comum que nessa época os animais busquem se reproduzir.

Como aproveitar essa energia?

Use a energia para atrair um amor. Para ter fertilidade, seja para si, para outra pessoa, para o solo, para os animais. Chame a abundância e a força das flores, das plantas. Reviva o fogo de paixão que há em você. Essa é também uma boa época para entender a própria sexualidade e autoestima.

Uma pequena sugestão de celebração:

Acenda 3 velas: uma vermelha, uma amarela e uma rosa. Coloque algumas ervas ao redor, como alecrim, manjericão e também pétalas de flores. Crie seu encantamento, pedindo força, autoestima sólida e boa saúde ou um bom amor. Tire esse momento para dançar, cantar, fazer amor com seu par, conversar com amigos… enfim. Deixe as velas queimando. Quando estiverem para terminar, ofereça algo como bolo de frutas ou uma bebida. Deixe no altar por uma hora. Depois poderá comer. Nunca esqueça de agradecer.

Dá uma olhada nos seguintes links:

Verão

21 de Dezembro

O Sol sobe… sobe… Chegou o Solstício de Verão, também chamado de Litha. Está mais quente do que nunca! Pancadas de chuvas caem e colaboram para o amadurecimento de todas as coisas. Com o amadurecimento, vamos aprendendo sobre a responsabilidade, companheirismo. Entender que precisamos aproveitar o tempo hoje para ficarmos bem amanhã. A natureza está verdejante, o Sol vibrante. Aproveite o Verão!

Como aproveitar essa energia?

Use a energia para cura, para restauração seja lá do que for. Chame a força do Sol para ter vigor, energia, para deixar sua vibração alinhada. Aproveite o verão para harmonizar as energias da sua casa e tornar um local bom para se viver. Chame a força do amadurecimento.

Uma pequena sugestão de celebração:

Vá para algum local na natureza e veja o Sol nascer. Não precisa de velas, de nada. Apenas vá. Sente-se numa posição confortável para meditar. Quando o Sol começar a surgir no horizonte, abra os braços e olhe-o profundamente. Convide-o a entrar dentro da sua alma. Chame o Sol e sua força de cura para revitalizar sua vida, seu espírito. Diga que é bem-vindo. Respire fundo, abaixando os braços, assista todo o nascer do Sol, como se fosse você mesmo nascendo… E quando estiver no alto, feche os olhos e medite sobre tudo que quer curar em si. Quando terminar, agradeça. Faça uma reverência profunda e vá embora.

Dá uma olhada nos seguintes links:

Auge de Verão

Entre 1 e 2 de Fevereiro

Também conhecido como Lughnasadh ou Lammas, o auge de verão mostra um Sol quente, muito quente, mas também meio cansadinho. Seus raios, apesar de quentes, vão embora logo. Uma forte transição virá, e para tal a natureza começa a diminuir o ritmo bem devagarinho. Pode ser que algumas plantinhas mais frágeis, que floriram lá na primavera, não aguentem e queimem Eis o prenúncio do outono. O ciclo de morte-e-vida irá recomeçar em breve.

Como aproveitar essa energia?

Aproveite para usar bem a energia das frutas. Cure-se. Encha sua casa de abundância. Faça proteções. Aproveite a luz solar enquanto ainda tem força.

Uma pequena sugestão de celebração:

Faça um pequenino círculo com pedras ou cristais. Coloque uma vela no meio, na cor que preferir, que tenha a ver com o que deseja curar. Seja um amor, uma doença, um hábito, uma pessoa, enfim. Sente-se de frente com esse pequeno círculo. Quando a vela começar a queimar, chame pela força Solar. Peça cura para o que foi estabelecido. Respire fundo, e vá repetindo seu desejo. Sinta a energia ser liberada desde pequeno círculo e a direcione com seu coração. Não tenha pressa. Quando terminar,  acenda outra vela dentro do círculo, e oferte sua chama ao Sol. Agradeça, e dê as boas vindas. Deixe as velas queimarem por completo. Está feito.

Dá uma olhada nos seguintes links:

Agora que você leu taaaanto, agora que viu tantas formas de celebrar, que tal começar a preparar suas próprias celebrações? Claro que, celebrar da sua maneira ou mesmo pegar uma dica aqui ou ali, ou mesmo seguir um rito pronto…? Não importa! Apenas celebre! Assim que der, como puder, as celebrações que fizerem sentido pra você. Sinta!

As celebrações são incríveis e capazes de transformar um ser de dentro para fora, de várias formas… e para tal, basta celebrar. Seja uma criança, um adolescente, um adulto, um ancião, homem, mulher, ou seja lá qual for identidade de gênero e orientação sexual. Seja lá qual for seu status na sociedade. Seja lá onde você mora. A natureza pode ser celebrada por Todos Nós.

Até o próximo estudo!

Beijokas!

Autor: Rosea Bellator
E-mail: oficinadasbruxas.odb@gmail.com
Youtube: Canal Oficina das Bruxas

Atenção: A reprodução parcial ou total deste texto é proibida e protegida pela lei do direito autoral nº 9610 de 19 de fevereiro de 1998. Proíbe a reprodução ou divulgação com fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na internet, sem prévia consulta e aprovação do autor.

2 COMENTÁRIOS

  1. Olá eu tenho uma dúvida sobre o Mabon, será a primeira vez que vou comemorar e vai cair na lua minguante e vi que os ritos desse dia são sobre novos projetos e agradecimento, então o melhor a se fazer seria rituais pra tirar obstáculos do caminho ou feitiços pra abrir caminho msm ?

DEIXAR RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here