Dionísio é um deus cujas lendas sempre apontam muitas intrigas desde seu nascimento e infância, e sempre portanto, é apontado como um deus de festividades, logo podemos ver que: não importa sua situação, não importa de onde veio, celebre a vida, se lance ao novo, use o impulso da alma para crescer, ascender e divirta-se sim, porque não se pode levar tudo tão à sério.

E esse é o objetivo da meditação de hoje.

Divirta-se. Carta do Louco, do Tarô Mitológico, que retrata Dionísio e sua força para enfrentar o novo, de sorrir diante o desconhecido, de lançar-se numa jornada. - Divirta-se por hoje.
Carta do Louco, do Tarô Mitológico, que retrata Dionísio e sua força para enfrentar o novo, de sorrir diante o desconhecido, de lançar-se numa jornada.

Está tudo bem você não gostar de beber, mas para esse exercício é necessário que tome pelo menos 2 taças cheias de vinho. Claro, não vá beber correndo, mas tente não demorar demais.

Sim, vai subir um calor, é normal.

Agora vá sentar-se na posição que costuma meditar e feche os olhos.

Deixe o turbilhão de imagens correrem, como num filme, e tente não dormir!

Agora, aquiete-se, ouça a música dentro de você.

TUM…TUM…TUM…

São tambores? São pessoas dançando?

Abra os olhos da mente, veja quantas pessoas estão festejando.

Veja como sorriem e dançam sem hesitar. Agora caminhe entre elas e toque-as uma a uma, não se preocupe, elas não podem te ver ou sentir.

Assim que tocar a primeira pessoa, já vai ver e sentir a vida dela. É um rapaz? Uma mulher? Não importa. Um leve toque e você verá a vida cheia de problemas, de trabalho, preocupações, doenças, vitórias e alegrias dessa pessoa. Pare de tocá-la. Veja agora como ela está. Ela está feliz, não é? Dançando ao lado de outras pessoas, bebendo, rindo.

Agora caminhe por aí, vendo os problemas dos outros e suas alegrias.

Aos poucos você vai sentir-se cansado, fatigado como se aquilo que vê fosse de fato com você. Terrível, não?

No centro da festa, tem um homem sentado em meio à diversas pessoas. Estão bebendo sem parar, rindo sem parar, contando absurdos sem parar. Esse homem levanta a cabeça e te chama para seu pequeno círculo.

Quando você chega perto, sente o cheiro forte de vinho. É tão forte que você sente que pode ficar bêbado só de ficar aí respirando. Mas o homem, que na verdade é Dionísio, levanta-se e te guia para outro lado, longe da festa.

Ele te pergunta como estava a festa, se estava se divertindo. Diga a verdade, diga o que faz ali.

Ele certamente vai rir e dizer que entende.

Em seguida, Dionísio vai te pedir que lhe faça um favor… como para cada pessoa muda, é impossível eu descrever o que é aqui. Apenas concorde e dê o melhor de si.

Quando terminar, estará cansado demais, querendo ir para sua cama o mais rápido possível, porém Dionísio vai dizer: “Fique, após tanto trabalho é justo que divirta-se. Sem diversão o corpo apodrece, a alma entra em desespero e você não vai sobreviver”.

O próprio deus o levará de volta para a festa e o apresentará às pessoas que tocou, contando suas batalhas e merecimentos. Em seguida irá embora pedindo para que nunca esqueça a lição de hoje[bb].

Não importa o que acontecer, divirta-se.

Fique o quanto quiser na festa, converse o quanto quiser. Quando for embora, tome mais um cálice de vinho, agradeça e quebre o cálice no chão. Abra os olhos.

Divirta-se, divirta-se muito por hoje.

Rosea Bellator
E-mail:
 oficinadasbruxas.odb@gmail.com

ATENÇÃO: A reprodução parcial ou total deste texto é PROIBIDA e protegida por LEI. Para usar este texto entre em contato com a autora.

Quer ver outros posts? Clique nos seguintes links:

5 COMENTÁRIOS

  1. Rosea eu amei…gostaria de fazer, mas tenho varias perguntas…..devo imaginar tudo isso, ou realmente acontecera em minha mente de forma natural, ou ainda será igual a uma projeção astral??? é besta néeee???

DEIXAR RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here