“Alinhe seus chacras”, ou, “abra seus chacras” ou, “isso aí deve ser algum problema nos chacras”… você já deve ter ouvido falar algo assim, não é mesmo?

Hoje vamos falar um pouco sobre esse assunto super interessante que pode nos ajudar muito com nossa caminhada na magia.

chacrasUm chacra é um ponto de energia. Tem como significado “centro, círculo, plexo”. Podem ser vistos como espirais coloridos, vibrando, por pessoas mais sensitivas.

Imagina que a nossa aura, nosso corpo, é movido por diversas energias. Os chacras são como centros reguladores de cada setor.  Esses setores são divididos em vários, divididos por todo o corpo, mas o 7 principais são os que devemos mais nos preocupar. Estando com esses em dia, regulamos os outros facilmente.

Saudável, um chacra permite sua energia fluir livremente. A energia fluindo livremente estaremos em equilíbrio. Logo, em desequilíbrio, teremos problemas. Dependendo da gravidade do bloqueio do chacra, problemas diferentes. Exemplo: Digamos que o chacra base, localizado na base da coluna vertebral, esteja bloqueado. Em desequilíbrio, o chacra base traz insegurança, medo de agir, vitimismo. Preguiça. Veja bem: uma preguicinha hoje, ok. Uma preguicinha num dia de muito Sol, ok. Uma preguicinha de manhã, debaixo do edredom, ok… Mas preguiça de tudo, preguiça de sair de casa todo dia, preguiça de sair da cama e comer, preguiça que não vai embora em 2 ou 3 dias… esses são sintomas que merecem alerta total, pois seu chacra está bloqueado!

Um chacra pode se fechar ou ficar bloqueado normalmente por causa de nossas maneira de ser interior. Nossos pensamentos, como nos posicionamos internamente. Não adianta dizer que adora comer peixe pra agradar a tia, se por dentro você está xingando até a 5ª geração dela… Essa é a sua verdadeira postura: você está odiando, ainda que com um sorriso para disfarçar. Podemos enganar as pessoas ao nosso redor, mas nunca a energia.

É importante também entender que não devemos nos preocupar somente com bloqueios. Um chacra pode estar aberto excessivamente ou hiperativo.  Como falamos no exemplo, do chacra raiz, bloqueado e a questão da preguiça. Hiperativo, a pessoa se preocupa com tudo excessivamente. Não para um segundo, não consegue sentar a bunda quieta num canto. Em ambas situações – bloqueado ou hiperativo – o chacra está desequilibrado. Pois é, todo excesso é ruim.

Os chacras estão dispostos desde a base da coluna vertebral até o alto da cabeça. E estão interligados, como tudo no universo. Então, vamos conhecer os chacras! Como estão em equilíbrio, como estão em desequilíbrio, como fazer isso voltar ao normal e outras recomendações!

chacras - nomesComeçamos a observar os chacras por baixo, e vamos subindo:

__________________________________

1. Muladhara: Chacra Raiz ou Base.

Cor: vermelho.

Elemento: terra.

Meta: encarnar, sobreviver, nutrir, aprender a fazer parte de algo.

Função: instinto, vigilância, segurança.

Frase: Eu me aceito como Sou.

Cristais: hematita, granada, jaspe vermelho e rubi.

Chacra em equilíbrio: autossuficiência, coragem, responsabilidade, vitalidade, segurança, estabilidade, enraizamento.

Chacra bloqueado: diarreia, problemas nos ossos, dentes ou coluna, desequilíbrio no intestino, próstata ou ânus, problemas no sangue (ex. anemia, problemas no número de plaquetas, hemácias, etc.), baixa resistência física ou psíquica, preocupações em excesso (sem motivos reais, ou vendo motivos relativamente simples de forma muito exagerada), insegurança, dificuldade em atender as exigências da vida, tende a ver uma vida boa como uma vida sem exigências (pessoa que “não cresce”), mecanismos de defesa psicológicos (ex. negação, fazer-se de vítima, etc.).

Chacra hiperativo: prisão de ventre constante, obesidade, pessoa irritadiça, agressividade, fúria, apego excessivo, medo de perder, isolamento, comportamento inconsequente, tenta impor aos outros suas ideias, desejos, preferências, pessoa “mimada”, ambição exagerada demais, quer muito, mas não quer se esforçar para conseguir, foco apenas na vida material e nos prazeres.

Algumas sugestões de como equilibrar: ver o sol nascer ou se por, visualizar por alguns minutos a cor vermelha, ouvir sons da natureza (de preferência na própria natureza, mas se não for possível, pode usar um CD, arquivo de áudio ou vídeo com esses sons, há várias opções na internet), visualize a energia da terra subindo pelas suas pernas e inundando seu corpo.

__________________________________

2. Svadhisthana: Chacra Sacro ou Sexual.

Cor: laranja.

Elemento: água.

Meta: sentir prazer (todo tipo de prazer), fluidez da sexualidade, relaxar, demonstrar sentimentos básicos.

Função: emoção, sexualidade, criatividade.

Frase: Eu me amo e aceito meu corpo.

Cristais: coralina, pedra da lua.

Chacra equilibrado: prazer, abundância, alegria, sexualidade harmoniosa, maturidade emocional, criatividade.

Chacra bloqueado: bloqueios sexuais (não sente prazer, não sente desejo, impotência, medo de viver a sexualidade, etc.), problemas nas áreas dos quadris, genitais, rins, bexiga; ou ligados à urina, sangue ou esperma, bloqueio criativo, bloqueio dos sentimentos em situação de tensão, desvalorizar-se / autoestima muito baixa

Chacra hiperativo: Problemas nas mesmas áreas/fluidos corporais de quando o chakra está bloqueado (veja no artigo anterior a este), compulsão sexual (nota: é normal e saudável gostar de sexo, o que nos referimos aqui é compulsão, algo doentio e que prejudica outras atividades do sujeito), sensualidade vivida de forma grosseira, desperdício da criatividade, ciúme, emoções descontroladas e exageradas

Algumas sugestões de como equilibrar: ver a luz da lua, mentalizar a cor laranja, ouvir músicas que mexam com as suas emoções e as deixe fluir, tomar banho de cachoeira

__________________________________

3. Manipura: Chacra do Plexo Solar.

Cor: amarelo.

Elemento: fogo.

Meta: reconhecer o valor próprio, poder pessoal, tranquilidade emocional, discernimento.

Função: mente, poder, controle, escolhas, liberdade própria.

Frase: Eu honro e respeito a mim mesmo.

Cristais: olho de tigre, âmbar.

Chacra equilibrado: espontaneidade, positividade, clareza emocional, discernimento.

Chacra bloqueado: problemas no sistema digestivo superior (ex. gastrite, refluxo, enjoos, úlceras estomacais…), problemas na parte inferior das costas, problemas no sistema nervoso vegetativo (a parte do sistema nervoso ligado às vísceras), falta de energia, nervosismo, abatimento, desânimo, vê obstáculos em tudo, paranoia, descontrole, distração, foge do novo e das mudanças.

Chacra hiperativo: Problemas nas mesmas áreas/fluidos corporais de quando o chacra está bloqueado (veja no artigo anterior a este), irritabilidade, insatisfação, sentimento de vazio, necessidade/desejo de controlar tudo (pessoas, situações, etc.), pessoa que não fica em paz.

Algumas sugestões de como equilibrar: mentalizar a cor amarela ou dourado, caminhar na praia ou no campo com bastante sol, ouvir música com riqueza de sons (orquestra)

__________________________________

4. Anahata: Chacra Cardíaco.

Cor: verde.

Elemento: ar.

Meta: amor incondicional, perdão, aceitação, amar e ser amado, confiança.

Função: devoção, amor, cura, compaixão, empatia.

Frase: Eu mereço.

Cristais: quartzo rosa, kunzita, jade, esmeralda

Chacra equilibrado: aceitação, dar e receber, generosidade amorosidade, boa vontade, cooperação.

Chacra bloqueado: problemas cardíacos (ex. arritmias, infarto, pericardite, etc.), problemas na parte superior das costas e no peito, doenças pulmonares (ex. bronquite, asma, pneumonia, tosse persistente, etc.), problemas no sangue, problemas de pele (alergias, acne, pele seca ou escamosa, etc.), problemas circulatórios, vulnerabilidade, dependência emocional, pessoa sensível demais, que se magoa com tudo, dificuldade em lidar com as frustrações e com a rejeição, dificuldade em criar vínculos com intimidade, pessoa que quer agradar a todos, também é possível o extremo oposto: frieza emocional, brutalidade, indiferença, depressão.

Chacra hiperativo: Problemas nas mesmas áreas/fluidos corporais de quando o chakra está bloqueado (veja no artigo anterior a este), dedica-se em excesso aos outros esperando ganhos emocionais (atenção, reconhecimento, dedicação) em troca, e muitas vezes se decepciona, fraqueza e muito medo de ser rejeitado, que a pessoa esconde tentando se mostrar forte a ponto de  parecer que nunca precisa/aceita amor e cuidados.

Algumas sugestões de como equilibrar: Fazer uma caminhada tranquila na natureza (áreas verdes – parques, bosques, trilhas…), ouvir música clássica, sacra ou new age, mentalizar a cor rosa com verde claro.

__________________________________

5. Vishunddha: Chacra Laríngeo.

Cor: azul.

Elemento: éter/espírito.

Meta: criar, comunicar, compartilhar ideais.

Função: comunicação, fala, autoexpressão.

Frase: Eu me expresso sinceramente.

Cristais: água marinha, turquesa.

Chacra equilibrado: ser verdadeiro, ouvir o próprio corpo, expressar-se claramente, ser verdadeiro consigo mesmo.

Chacra bloqueado: problemas na garganta e ouvidos, dores na região da nuca, queixo, traqueia e esôfago, problemas na respiração (ex. respirar pela boca, congestão nasal, rinite, etc.), ronco, problemas nos braços, problemas de voz, gagueira, linguagem chula , fala fria, muito racional e objetiva demais, fala alto demais, tentativa de controlar os outros com a voz, dificuldade de se expor, timidez, medo de falar em público, superficialidade, medo da opinião dos outros, rigidez, pessoa que não sabe o que quer

Chacra hiperativo: Problemas nas mesmas áreas/fluidos corporais de quando o chakra está bloqueado (veja no artigo anterior a este), tenta controlar os outros ou as situações através da palavra/comunicação, linguagem chula, frieza ao falar, fala alto demais, ações não pensadas, impulsividade, medo, sentimento de culpa, mesmo com coisas pequenas (“nó” na garganta), intelectualização como defesa.

Algumas sugestões de como equilibrar: mentalizar a cor azul claro, ouvir música new age, olhar para o céu claro e sem nuvens enquanto estiver sentado ou deitado confortavelmente.

__________________________________

6. Ajna: Chacra Frontal ou Terceiro Olho.

Cor: índigo ou anil.

“Elemento”: a Luz.

Meta: clareza, intuição, ouvir a voz interior.

Função: intuição, pensamento, cognição, percepção extrassensorial.

Frase: Eu penso o melhor.

Cristais: lápis-lazuli, safira índigo, sodalita.

Chacra equilibrado: sabedoria, clareza, autoconhecimento, intuição, clarividência, flexibilidade.

Chacra bloqueado: problemas no rosto, ouvido, nariz, olhos e cavidades adjacentes, problemas no cérebro, cerebelo e sistema nervoso central, dificuldade de raciocínio e para pensar com clareza, rigidez mental, vida limitada aos desejos e necessidades materiais/físicos, confusão mental, falta de memória, aversão à espiritualidade.

Chacra hiperativo: Problemas nas mesmas áreas/fluidos corporais de quando o chacra está bloqueado (veja no artigo anterior a este), dores de cabeça constantes, pessoa que vive apenas para o intelecto e a razão, arrogância intelectual, desfaz de quem sabe menos ou de quem não supervaloriza esse lado da vida, vê a espiritualidade como oposta e inferior à ciência, tenta controlar os outros com a racionalidade.

Algumas sugestões de como equilibrar: mentalizar a cor índigo-transparente, ouvir música new age ou clássica (Bach), observar o céu noturno estrelado.

__________________________________

7. Sashara: Chacra da Cabeça ou Coronário.

Cor: Branco, violeta, ou pode assumir a cor do chacra mais ativo da pessoa.

“Elemento”: o espaço/Universo.

Meta: libertar-se das amarras, transcender, comungar com o sagrado.

Função: transcendência, conexão com o mundo espiritual

Frase: Eu confio na existência.

Cristais: ametista ou cristal de quartzo transparente

Chacra equilibrado: sentimento de ser abençoado, gratidão, compreensão espiritual, aceitação da realidade divina, transcendência.

Chacra bloqueado: medo excessivo da morte, tenta provar que é insubstituível, hiperatividade, cristaliza e atrai acidentes e problemas de saúde como forma de parar e permitir-se olhar para si mesmo do ponto de vista espiritual.

Chacra hiperativo: Não há hiperatividade neste chacra, pois para ativá-lo os anteriores (que remetem ao físico) precisam estar em equilíbrio.

Algumas sugestões de como equilibrar: mentalizar a cor violeta ou branco, silêncio, contemplar a paisagem de um lugar alto (montanha, prédio, mirante…), de onde seja possível olhar o horizonte (união céu-terra).

__________________________________

Uma sugestão de uso das pedras indicadas em cada chacra

Escolha uma das pedras citadas em cada chacra. Deite-se, e sobre cada chacra, coloque uma pedra relacionada. Se precisar, pode pedir a ajuda de outra pessoa. Feito isso, feche os olhos e comece a visualizar os pontos de energia do seu corpo, começando pelo chacra raiz, acenderem, desbloquearem. Então comece pelo vermelho, depois o laranja, depois o amarelo, em seguida vai passando para o verdinho, depois o azul claro… enfim vai subindo para o índigo, meio lilás e por fim… branco. Luz total. Veja a si mesmo iluminado, e permita a energia do seu corpo ser liberada, de baixo para cima, como uma correnteza que é liberada, assim será chacra por chacra.

Pode usar essa técnica sempre que quiser. As pedras auxiliarão na liberação de energia, trabalhando cada chacra. Se tiver alguém por perto que queira ajuda-lo, ajudar a reequilibrar seus chacras com reiki ou outra técnica de luz, ou mesmo apenas vibrando bons pensamentos ou mantras, é muito bem vindo.

__________________________________

Sugestão de Ritual para Equilíbrio dos Chacras

Sabe como é, né? Isso é um blog de bruxaria, então não pode faltar um ritual, hihihi!

Escolha uma das pedras citadas em cada chacra. Faça um pequeno círculo com essas pedras, ao redor de uma vela branca. Coloque as mãos próximas à chama da vela.

A partir daqui, comece a transferir esse calor e energias aos seus chacras, começando pelo chacra raiz. Invoque o poder da pedra, chame o nome dela, e visualize essa energia fluir através do fogo para você. Faça um por um, sem pressa, visualizando o chacra reequilibrar-se, e então siga para o próximo. Quando chegar no chacra coronário, veja uma grande lótus se abrir acima da sua cabeça e diga:

“Eu me abro para o universo. Eu me equilibro com o universo. Eu SOU.”

Erga as mãos e agradeça. Está feito. Pode deixar a vela terminar de queimar. Depois poderá reutilizar as pedrinhas normalmente ou separe-as para sempre fazer esse realinhamento de chacras.

__________________________________

Uma observação importante: Quando for equilibrar os chacras, comece pelo chacra raiz, sempre. Ou, se você identificou um problema em um chacra específico, antes de equilibrá-lo, comece por um anterior e depois siga até o final.  Por exemplo: Estou com o chacra do terceiro olho desequilibrado. Então começo a reequilibrar pelo laríngeo, depois vou para o terceiro olho e termino de reequilibrar também o próximo. Lembre-se: os chacras se interligam, como um rio, então siga sempre a ordem da sua fluidez.

Veremos mais sobre o assunto, mas recomendo livros e um estudo mais aprofundado. O assunto é extenso, e por isso não tenho como colocar tudo por aqui. Tentei ser mais objetiva e trazer à luz o suficiente para que saibam o que estudar, por onde começar. Espero ter ajudado!

Agradeço demais o apoio da Peregrina dos Mundos, que me ajudou com as tabelas dos chacras. E que ajuda, heheh! Baita tabelões! E vocês podem ver mais no blog dela, Bosque de Perséfone, que fala de técnicas energéticas e trata com profundidade sobre espíritos e mediunidade. Gratidão, Peregrina! Quem quiser conversar com ela, o email dela é: peregrinadosmundos@gmail.com.

Até a próxima!

Autor: Rosea Bellator
E-mail: oficinadasbruxas.odb@gmail.com

Atenção: A reprodução parcial ou total deste texto é proibida e protegida pela lei do direito autoral nº 9610 de 19 de fevereiro de 1998. Proíbe a reprodução ou divulgação com fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na internet, sem prévia consulta e aprovação do autor. 

Quer ver outros posts? Clique nos seguintes links:

21 COMENTÁRIOS

  1. Olá moça! Novamente estou aqui e gostaria de perguntar o porque que eu não consigo acessar o site do bosque de perséfone?! Diz que eu não fui convidado para o grupo???

  2. Oi Rosea ótimo site, tira todas as minhas duvidas! Eu gostaria de saber se eu posso ativar meu chakra do plexo solar desenhando, lendo, escutando música e estudando a cultura? É que eu tenho o dom da sensitividade e sei que preciso desenvolver esse chakra(eu acho)! Obrigada!…

  3. Rósea, boa noite! Preciso da sua ajuda. Comecei a fazer esse ritual para equilibrar os chacras, porém, me dei conta de que meu piercing acorda inflamado no dia seguinte. Isso ocorreu duas vezes (número de vezes que pratiquei). Alguma sugestão do que pode estar acontecendo ? Dica? Estou fazendo algo errado? Percebo que muitas doenças minhas estão ligadas ao psicológico e não me assusto com isso, mas nesse caso fiquei bem curiosa…Espero que possa me ajudar: )

  4. moça,eu sou uma menina de 12 anos e meio.
    mas por quê me sinto tão diferente?
    sinto como se não fosse o suficiente.
    me sinto um monstro.literalmente.
    acho que tem algo dentro de mim,tão violento e poderoso,que me dá muito medo.
    me sinto tão velha.
    me sinto em um mundo de papelão.
    acho,sinceramente,que estou em um sonho que não consigo acordar.
    se puder,ajude-me

  5. Muitas vezes sintome sobressaltado e preso quando o sinto vejo os olhos e sinto como se criasse um campo a minha volta, branco e azul muito brilhante que afasta tudo o que sinto à minha volta. Estou louco ou é só uma imaginação minha ou tem algo a ver com isto dos chacras ou estou só mesmo a ficar meio perdido na minha própria mente? Já não sei o que pensar

      • Acontece do nada. Começo a sentir dores de cabeça e depois sintome vulnerável e assustado. Só me acontece quando estou sozinho. Sinto uma presença no espaço onde estou e depois para o fazer parar só consigo pensando nesse campo branco e azul a pulsar à minha volta. Sinto-o ligeiramente acima de mim e a envolver-me. Agora consigo sempre “criá-lo” quando desejo e as vezes até o consigo sentir mais focado nas mãos. Não sei o que pensar disto

  6. Oi Rosea gostaria de te perguntar uma coisa toda vez que faço um feitiço ou ritual ou banho eu sinto que foi um fracasso não consigo fazer um bom feitiço por que sera ? Onde eu estou errando ?

  7. Rosea , eu posso escolher um dia pra lidar com cada chakra especificamente? Por ex , na segunda o da base , ai eu vou em busca de ver o por do sol ( ouvindo a música especifica e utilizando a pedra especifica ), no outro dia o chakra acima , vou atras de uma praia , ou um campo ( c a musica especifica e etc) , ou isso deve ser feito em um só dia pra ser mais eficiente? Gratidão mesmo , buscava algo do tipo , espero conseguir atingir minhas metas.

  8. Perfeito Rósea, grande trabalho! Explicou direitinho sobre alguns pontos q eu ainda tinha dúvidas, gratidão por todo o conhecimento compartilhado e demais informações, continuarei estudando, agora sei como equilibra-los melhor. E procurarei conhecer mais sobre o Bosque de Perséfone que vc indicou.
    Luz e bênçãos!

DEIXAR RESPOSTA

Por favor, insira um comentário!
Por favor, insira seu nome.