A noite de 20 para 21 de junho é a entrada do Inverno no Hemisfério Sul e entrada de Verão no Hemisfério Norte. Logo, o Verão acontece entre 20-21 de dezembro no Hemisfério Sul e Inverno no Hemisfério Norte!

Aqui no Brasil estamos no Hemisfério Sul, porém você não é obrigado a seguir a roda sul se não quiser.  Ambos são sabbaths muito importantes, já que um mostra a vida no ápice, o crescimento e amadurecimento e o outro fala sobre o entendimento da morte, a reclusão para proteção e reflexão, além também da preparação da vida que virá em seguida. Ambos causam mudanças drásticas no clima e são impossíveis de serem ignoradas.

Pois é, o mundo é redondo, o Sol movimenta nossas estações, e a vida na Terra, e por isso essas diferenças. Celebre a vida em todas as suas formas!

A seguir, vamos ver algumas sugestões do que fazer nesses sabbaths!

Para quem vai comemorar Yule

Sabbath voltado para o acolhimento, para a reclusão, reflexão. Compreensão de que tudo que morreu volta para a terra e retornará. Que há renovação. Ensinamento da paciência e fé.

Artigos recomendados: Ritual para Yule, O Sabbath: Yule, Oração de Inverno, Meditação de Inverno para Abrir a Mente.

Banho

Dentro de um lenço ou pedaço de pano limpo, coloque: um pouco de folhas de guiné, algumas folhas de artemísia ou 3 anis estrelados inteiros e um pouco de canela em pó ou em pau.  Faça uma trouxinha e amarre com uma fita roxa ou azul ou barbante. Coloque 1 litro de água para ferver. Quando começar a ferver, desligue. Coloque o saquinho lá. Abafe a panela por uns 20 minutos.

Remova o saquinho, reserve-o.

Vá para o seu banho higiênico, e depois pode usar o banho mágico, da cabeça aos pés. Conforme sente a água, visualize seu terceiro olho se abrir, visualize acima de sua cabeça, uma lótus se abrir. Visualize o céu noturno e a lua se alinhando com você. Diga: Eu abro minha mente, eu abro minha intuição, eu abro minha conexão com meus dons e os seres que desejam minha evolução.

Depois do banho, coloque o saquinho do lado de uma vela branca ou roxa e deixe lá até que a vela termine. Enfim, pode enterrar o saquinho e jogar os restos da vela no lixo. Não esqueça de agradecer.

Feitiço

Esse feitiço é muito simples, mas exige visualização. Acenda uma vela branca e deixe-a no chão. Vista-se de maneira confortável. Comece caminhando ao redor da vela. Chame pelo poder que reside dentro de você. Chame pelas forças que desejam sua evolução. Comece a dançar, sempre ao redor da vela, não fique parado em um lugar só! E então, aos poucos, comece a dançar com pulinhos, chamando as forças da natureza, chamando suas forças e pedindo que se unam em você. Peça que os caminhos sejam mostrados e que você tenha orientação. Dance! Feche os olhos de vez em quando e veja outras pessoas dançando com você! A vela é uma fogueira. e vocês estão numa floresta, sem medo. Dance! Cante! E no ápice dessa energia gerada, pare, vá até a vela, coloque suas mãos sobre a chama e diga: Eu liberto meu poder. Eu me conecto com o Todo. – e diga isso várias vezes.

Respire fundo. Você está agitado e gerou muita energia. Deixe a energia ser transformada enquanto você respira de olhos fechados. Quando sentir que terminou, apague a vela. Agradeça. Está feito. Pode usar essa vela no que quiser depois.

Sugestão de Celebração

Comece reorganizando seu altar, deixando somente imagens e símbolos referentes à lua, ao frio, à água, à passagem, caminhos, intuição, face sombria ou anciã, referente à compreensão. Converse com os deuses, com seu guardião, com a natureza e o universo. Com quem você cultua. Escolha algo que realmente deseja que aconteça, tente não pedir muito, assim você foca em algo, evitando diluir a energia em muitas direções.

Concentre-se e permita-se sentir a energia que você mesmo convidou para sua vida. Absorva essa manifestação. Pode colocar fogo no caldeirão e queimar algumas ervas, como arruda para banir energia ruim, levante para levantar os ânimos, flores como um convite para iluminar os caminhos e trazer alegria, artemísia para melhorar a intuição, entre outras, e celebrar. Ou pode também fazer uma fogueira, com o mesmo intuito, também queimando ervas.

E por fim, não precisa ir muito além… abra seu coração para esse final de ciclo. Seu Eu morre, para seu novo Eu nascer. Você precisará de um tempo para si, é sempre assim não é mesmo? Permita o coração e o espírito descansarem. Seus caminhos podem recomeçar e você sempre terá uma nova porta para seguir. Isto é o período de reclusão, mas também de compreensão. Pois tudo que um dia morreu, vai renascer. E esse é seu momento.

Viva, Yule! Viva a Passagem de Inverno!

Para quem vai comemorar Litha

Sabbath voltado para o amadurecimento, celebração da vida como um todo, luz, celebração da terra pronta para acolher a todos além de repassar o conhecimento aos mais novos

Artigos recomendados: Ritual de Litha: Consagração da alma, Feitiços para Litha, O Sabbath: Litha, Celebre o auge do Verão, Meditação de Verão, Cantos aos Deuses e Forças do Sol.

Banho

Dentro de um lenço ou pedaço de pano limpo, coloque: um pouco de folhas de guiné, algumas folhas de levante, um pouco de quebra-demanda e pétalas de uma rosa branca. Todas essas ervas podem ser secas. Ainda que você não tenha todas essas ervas, mas tenha duas, faça! Faça uma trouxinha e amarre com uma fita laranja ou vermelha ou barbante. Coloque 1 litro de água para ferver. Quando começar a ferver, desligue. Coloque o saquinho lá. Abafe a panela por uns 20 minutos.

Remova o saquinho, reserve-o.

Vá para o seu banho higiênico, e depois pode usar o banho mágico, da cabeça aos pés. Conforme sente a água, visualize o céu azul, e uma floresta cujos caminhos vão se abrindo numa energia brilhante. Esses são seus caminhos se abrindo com fertilidade. Visualize a si mesmo entrar nesses caminhos e chegar a algum lugar onde deseja.

Depois do banho, coloque o saquinho do lado de uma vela branca e deixe lá até que a vela termine. Enfim, pode enterrar o saquinho e jogar os restos da vela no lixo. Não esqueça de agradecer.

Feitiço

Durante o pôr do sol ou o nascer do sol, acenda uma vela de qualquer cor, menos preta,  e se concentre no calor dela. Comece pensando no fogo. Veja o fogo crescer. Veja o fogo passar por todo seu corpo. Veja seu corpo tomar a forma de um pássaro e se elevar. Nesse momento, se você estiver se entregando e se concentrando de verdade, você vai sentir seu corpo vibrar, se aquecer, como que um leve formigamento. Aí, nesse momento, chame o que você deseja para si. Por exemplo: Eu desejo que haja amor entre eu e Fulanx. Outro exemplo: eu desejo que meu medo por tal coisa seja queimado e suma! Outro exemplo: Eu desejo que todos os obstáculos no meu caminho para conseguir um emprego sejam queimados e sumam!

Abra os olhos. Agradeça. Deixe a vela terminar de queimar.

Sugestão de celebração

Comece reorganizando seu altar, deixando somente imagens e símbolos referentes ao sol, ao fogo, à luz. Converse com os deuses, com seu guardião, com a natureza e o universo. Com quem você cultua. Escolha algo que realmente deseja que aconteça, tente não pedir muito, assim você foca em algo, evitando diluir a energia em muitas direções.

Concentre-se e permita-se sentir a energia que você mesmo convidou para sua vida. Absorva essa manifestação. Pode colocar fogo no caldeirão e queimar algumas ervas, como canela (amor e sucesso), louro (prosperidade), alecrim (proteção) entre outras, e celebrar. Ou pode também fazer uma fogueira, com o mesmo intuito, também queimando ervas.

E por fim, não precisa ir muito além… abra seus braços para a vida que está no auge. Deixe toda energia negativa, todo pensamento negativo ser queimado pela força do sol em seu auge, pelo verão que se inicia. Permita seu corpo e seu espírito se revigorarem e veja com mais seriedade sua vida, suas escolhas. Você cresceu.

Viva, Litha! Viva a Passagem de Verão!

E é isso, meu povo! Saia do sofá e celebre! Pare de reclamar, improvise! Celebre! Deu pra entender, né? Hunf! 😉

<3 Bom sabbath!

Beijokas!

Autor: Rosea Bellator
E-mail: oficinadasbruxas.odb@gmail.com
Loja: http://lojaoficinadasbruxas.com/
E-mail da Loja: lojaoficinadasbruxas@gmail.com
Youtube: Canal Oficina das Bruxas

Atenção: A reprodução parcial ou total deste texto é proibida e protegida pela lei do direito autoral nº 9610 de 19 de fevereiro de 1998. Proíbe a reprodução ou divulgação com fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na internet, sem prévia consulta e aprovação do autor. 

Quer ver outros posts? Clique nos seguintes links: