E agora, sou bruxo solitário e não sei como estudar!

Calma, meu jovem!

É um problema sério esse da nossa geração… por onde estudar? Quando posso começar a praticar? Tudo leva tempo! Tudo tem seu devido tempo!  Sem pressa!

A primeira coisa é … respirar fundo!

Defina o que você quer!

Muita calma, jovem Padawan deve ter! (Mestre Yoda)

Se você se interessou pela magia é porque algo te chamou a atenção! Eu fui conquistada pelo tarot e aos poucos fui aprendendo aqui e ali. Do que você gostou mais? De manipular ervas para chás? Gostou dos oráculos? Dos feitiços em geral? Da devoção aos antigos deuses? Gostou da forma “mística” de meditação com tambores e animais espirituais? Os elementos da natureza? Sonhos?

Independente do que você tenha gostado, do que tenha te atraído para o mundo da magia, mantenha um foco e tenha paciência. Você vai aprender um pouco de tudo, mas aprofunde-se no tema que mais gosta, só assim você terá algum domínio dentro da Arte da Magia.

Como eu adoroooooooooo exemplos, vamos a um exemplo!

Maria conheceu a magia através de uma amiga que adora chás. Ela tem um jardim e sempre está cultivando algo da estação. Ela sabe o nome de todas as plantas que crescem ali e isso tudo encantou a Maria. O que a Maria fez? Ela comprou uns 3 livros sobre ervas e começou a estudar. Para dar uma variada, ela passou a conversar com os amigos e eles falaram de muitas coisas, entre elas, feitiços com ervas! Maria passou a estudar esse tema também e logo resolveu fazer um teste simples para ver como ia seus estudos teóricos. Passado um tempo, além de ervas e feitiços com ervas, Maria passou a conhecer um pouco sobre os elementos da natureza, sobre meditação e clarividência, porém seu foco se mantinha em ervas. Com esse foco todo, em cerca de 3 anos Maria já conhecia muito sobre as plantas, feitiços com plantas, como meditar usando certos tipos de chás, como usar cada planta em várias situações e muito mais. Maria não aprendeu TUDO sobre ervas em 3 anos, mas já sabe muito mais que outras pessoas que só estudaram superficialmente. Com o tempo, e com esse ritmo focado em ervas, Maria se tornará especialista em ervas e poderá trabalhar com elas da forma que entender. Maria se tornou uma bruxa, conhece vários assuntos básicos da bruxaria, ela não é detentora de todo conhecimento (afinal, ninguém é), mas ela entende e muito do assunto que mais gosta!

Entendeu? Não adianta cair nessa de querer aprender tudo, a bruxaria é muito extensa! Quanto mais você abre seu leque de estudos, menor a profundidade em cada área. É bom estudar um pouco de tudo, porém devemos encontrar um foco e manter-se firme nele. Você não vai ser o bruxo-mago-ninja-poderoso em 3 anos, talvez nem em 10, mas a vida é assim! Como disse meu falecido avô: Nós vamos morrer e não vamos saber nem da metade.

Tem um artigo no meu site que fala também sobre o assunto, mas fala de uma forma diferente com o foco em direcionar o estudo, caso queira dar uma olhada, clique aqui: Quero ser um Bruxo.

Au Revoir!

Rosea Bellator
E-mail: oficinadasbruxas.odb@gmail.com

Escrevi esse texto para o site Frutos do Carvalho, em 20/01/2014, mas estou repostando aqui porque acho necessário 🙂

ATENÇÃO: A reprodução parcial ou total deste texto e imagens é PROIBIDA e protegida por LEI. Para usar este texto entre em contato com a autora.

Quer ver outros posts? Clique nos seguintes links:

COMPARTILHE !
Artigo anteriorSugestão de Meditação I: Para Começar Bem o seu Dia
Próximo artigoMagia & Cuidados na Gravidez
Bruxa natural, sem medo de botar a cara no Sol. Sacerdotisa de Sekhmet, com orgulho. Taróloga pra todas as horas. Escritora sem vergonha, fazer o que, né? Libriana sim, mas com ascendente em Aquário, dá licença!? Aqui a conversa é fluida, sem drama, sem segredos. Bem, segredinhos só na hora de bater o tambor cazamigas! Falou em magia, já to lá! #ÉnóisQueVoa!

10 COMENTÁRIOS

  1. Gostei muito do artigo! Eu realmente comecei a pensar na magia através das pedras e cristais. Eu coleciono há três anos e o senhor que me vendia as pedras, cristais e até minérios gostava de me explicar sobre a energia de cada uma delas. Bem, estou pensando em estudar sobre isso, afinal eu já tenho uma coleção bem grande com mais de 80 variedades.
    Eu sou nova por aqui e realmente cheguei por causa de uma pesquisa relacionada a símbolos celtas e runicos. Eu escrevo fanfics e gosto de dar um tom mais “sério” mostrar que não é só por que eu tenho 14 anos que eu não sei fazer um texto de qualidade com fundamentos históricos… Enfim… Foi bem por acaso. E eu ainda dei sorte. Minha mãe já se interessou por bruxaria e tem um monte de livros!
    Eu não sei bem em que vou focar… Mas seu site me ajudou muito, na verdade, ele foi a porta que me trouxe até esse caminho. E eu fico feliz de não ter só olhado o que eu procurava e ir embora.
    Parabéns pelo site!

  2. Puxa, gostaria de falar um pouquinho de minha experiência. Eu aprendo muito lendo artigos desse blog e de outros que considero confiáveis.
    Eu venho do espiritismo, que tinha me ajudado bastante. Porém eu sentia falta de algo, não sei, rituais, cheiros, maior intuição. Conheci a umbanda e vi muito disso. Mas ainda não era… Acho que nesse meio tempo minha intuição melhorou bastante. Descobri alguns blogs na net e comecei a ler sobre bruxaria. Tinha de tudo, menos informações que precisava. Comprei livros e aí sim comecei a clarear a mente, se é que me entende. Conheci o Oficina das Bruxas por acaso (?) e tô até hoje colhendo mais informações pra enriquecer minha fé/filosofia. Hoje me considero uma aprendiz de bruxaria, uma bruxa no início de carreira rsrsrsrs, mas só a Deusa sabe quando vou saber tudo, acho que vai demorar pra caramba. Sou de linhagem hecatina e estou feliz em servir minha Deusa.
    Fique firme em seus propósitos, iniciante. Tenho certeza que a Deusa vai sempre colocar luz em seu caminho ao longo de sua vida na bruxaria. Eu sou prova viva disso e muitos também o são.

  3. ualll amei, tem me ajudado muito,mas posso fazer uma pergunta…é meio besta…massss… me interessei pela magia, especificamente por causa dos feitiços,eles não são complexos iguais aos estudos das ervas, então como devo fazer…mantenho o foco como?? vou procurando vários feitiços por ai, e anotando os que quero praticar e fazer???? enquanto estudo outros temas??? besta néeee mas ia ficar feliz se me responde-se!

    • Ariel, como você se interessou por feitiços, olhe o que há nos feitiços: invocação de deuses, símbolos, elementos, incensos, ervas, essas coisas, portanto estude cada tópico, só assim vai entender o que é o que, para que serve, porque deve usar, e até como criar seu próprio feitiço 😉

DEIXAR RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here