O Ancião, o Deus Negro, eis a face idosa do Deus Tríplice. É a terceira fase do Sagrado Masculino.

deus ancião - fim do ciclo 1

Esta face pode ser reconhecida em vários deuses, como: Cronos, Amon, Oxalá, Odin, Wanadi, Jurojin e Teutates. Suas maiores características são grande sabedoria, paciência, memória, inteligência e experiência. Grande capacidade mágica e sabe como ninguém domar a energia. Seu corpo já está cansado, mas seu espírito sabe que viverá para sempre, portanto o Ancião lidera e ensina[bb], deixando seu conhecimento para o mundo.  Ele não é mais fértil, não é mais vigoroso. Suas energias nesse sentindo estão se esvaindo. Essas qualidades são de outro tempo, que foram substituídas pelo conhecimento, experiência e um poder mágico inabalável. Ele não tem fraquezas mais em suas crenças. Sua fé está sólida dentro de si. Não tem mais problemas com a visualização, a intuição. Não se assusta mais com qualquer coisa. Ele não cai mais em conversinhas, não se arrepende do passado, sente saudade às vezes, mas não mudaria nada no que fez. O Ancião está ligado ao Universo. Ele sabe que em breve terá sua alma viajando entre os tempos antes de renascer como Cornífero[bb].

O Ancião nem sempre tem a aparência de um idoso, as vezes é representado por deuses da longevidade – ora, quem vive demais é certamente um ancião!Porém é comum que a forma que se apresenta ser de um senhor, bem velhinho, com um dos chifres quebrado, representando as batalhas que já passou, longa barba, cabelos e sobrancelhas demonstrando o tempo, assim como suas rugas. O Sol se pondo e a paisagem amarelada, no clima de outono também representam a natureza morrendo – que é símbolo do deus.

Mas não são somente qualidades que tem o Ancião.

Mesmo com tanto conhecimento, o aspecto do Ancião tem sim seu lado negativo, que pode ou não se manifestar a qualquer momento. Às vezes é ranzinza. Fica birrento que nem criança. Sente que ninguém o entende e está certo (ninguém tem sua sabedoria e tantos pontos de vista), mas ele simplesmente sente-se no direito de ser extremamente ácido e rude. Quando alguém, muito novo principalmente, diz que sabe de algo e o Ancião sabe que a pessoa está errada, imediatamente põe a dar conselhos, a debochar e a rir. “Ah, mas você não sabe nada!”, ele diz. Isso sem mencionar quando acha que as novidades não passam de bobagem e que não há nada mais que se possa aprender. Em um aspecto negativo, o Ancião tem dificuldade para lembrar-se que todos somos mestres e aprendizes. Ele sempre terá muito mais conhecimento, isso é incontestável, mas sempre há algo mais sendo criado e isso ele pode não aceitar. Outro aspecto negativo do Ancião é teimosia em querer fazer coisas que não consegue mais, como levantar peso, andar sozinho, não aceitar ajuda, achar que somente seu jeito está correto. Ele também tem dificuldades em aceitar que seu corpo está fragilizado, doente[bb].

Todo ancião é sábio? Porque é chamado certas vezes de Deus Negro? 

Sim e não. Todo ancião é sábio em alguma área. Por exemplo: Uma pessoa que viveu a vida toda lidando com animais de fazenda sabe muito bem o que faz. Ela compreende tudo, até o menor gemido de um porquinho. Essa pessoa não é sábia na área de tecnologia, mas é sábia na área de animais. Por isso, na nossa vida, temos que escolher nosso próprio rumo, nosso próprio norte, senão envelheceremos sem saber a fundo nada e seremos um ancião que não é sábio.

O Ancião por vezes é chamado de Deus Negro pois representa a era negra no espiral da vida, é quando estamos próximos da morte. Não é relativo ao mal, simplesmente para morrer basta estar vivo.

Pôr-do-Sol. O Sol está escurecendo, perdendo seu brilho... sabemos que irá voltar, mas também sabemos que hoje por hoje o ciclo já está no seu fim, esta é a face do Ancião. Desenho: Rosea Bellator.
Pôr-do-Sol. O Sol está escurecendo, perdendo seu brilho… sabemos que irá voltar, mas também sabemos que hoje por hoje o ciclo já está no seu fim, esta é a face do Ancião. Desenho: Rosea Bellator.

 Porque precisamos identificar a energia do deus Ancião dentro de nós? Por que é tão importante?

O ancião tem a força de todos os ancestrais dentro de si, tem a força do conhecimento e compreende aquele que está próximo da morte. Entender e perceber essa face é entender quem você já foi, quem você é. Entender que você não tem só qualidades, mas também tem defeitos e segredos que não quer que ninguém saiba. Entender o Ancião dentro de nós nos leva a um nível mais avançado de conhecimento, onde após compreender nós mesmos e reconhecer nossa força, aprendemos a usar nosso total poder. Sim, conhecimento é poder! Se o conhecimento vier acompanhado da experiência, da fé sólida e da aceitação, se torna ainda mais poderoso!

Identificar a energia do ancião em nós também serve para pararmos de querer reviver o passado. O que já foi, já foi! Tire proveito das boas coisas e enterre o que já aconteceu… de nada servirá agora ficar se remoendo[bb]. Aceite o agora e faça o que está à seu alcance, e nada de Síndrome de Peter Pan!

Preciso estar de cabelos brancos, cheio de rugas, com meus 60 anos para ser um ancião?

Mais ou menos. Por mais que você estude, se esforce e construa, você nunca terá a vivência e os tombos e alegrias de alguém bem mais velho. Não estou dizendo que você não sabe nada, NÃO! Estou dizendo que  podemos aprender muito mesmo enquanto jovens e que podemos construir coisas novas, porém a nossa base, nosso ancestral, o ancião sempre terá uma infinidade de histórias que são fundamentais. Vamos sempre aprender e ter muito a ensinar, mas me diga, quem tem mais histórias: um jovem de 25 anos ou um senhor de 80? Como vimos, cada pessoa é sábia em uma área, portanto também não vale querer comparar conhecimentos diferentes! E não esqueça: tudo que é criado tem sua base em algo que foi criado faz tempo, por alguém há muitos anos atrás. Sempre usamos o que já existe para criar o novo… e aí eu te pergunto: quem criou sua base? Foi alguém mais velho que você, certamente! Aprenda a dar os devidos valores ao ancião, pois ele, assim como a face jovem e adulta, tem sua importância insubstituível.

Como faço para acordar essa energia dentro de mim?

Essa energia é complicada de acordar… É necessário empenho e tempo.

Primeiro passo: aceite você mesmo.

Segundo passo: escolha seu caminho e pare de pular de um lado para o outro. Você não precisa limitar sua visão e só olhar em uma direção, mas precisa escolher onde vai atuar nesse mundo. Eu escolhi a arte, a bruxaria, a escrita com palavras e com a luz. Posso fazer inúmeras outras coisas totalmente diferentes, mas meu foco é esse. Trace uma meta para si, crie seu foco. Quem não foca em nada não tem “especialidade”, não conhece nada a fundo. E não, você não vai se tornar o mestre dos mestres em todas as áreas do conhecimento. Quando ficar velhinha espero ser uma grande escritora e bruxona[bb]! (HAHAHA!)

Terceiro passo: Ok você se aceita, Ok você já sabe seu foco. Aqui é o passo mais difícil e complicado… muitas pessoas têm dificuldade enorme… muitos mestres não comentam… você não vai acreditar… O terceiro passo é: celebre sua existência, viva e pinte seu caminho da forma mais colorida possível. É difícil mesmo. Muito mais fácil é apenas existir e reclamar do clima ou do trabalho. Olhe para si mesmo! Você tem todas as ferramentas que precisa! Agora é montar seu futuro. Escolheu ser arquiteto? Oras, estude! Faça mini cursos. Não crie obstáculos para si mesmo! A vida é curta. Pratique sua espiritualidade. Se você chegou até aqui é porque teve que reconhecer e aceitar as energias do Cornífero e do Homem Verde. Não importa se você tem 18, 40 ou 60 anos, reconheça a energia do Ancião dentro de si, que são todas as coisas que você já foi e já viveu. Transforme tudo isso em um estrada de fé sólida. Acredite no seu potencial e decole.

Precisa de um Quarto Passo? Pois bem. Caso sinta necessidade, uma tristeza ou um sentimento como se não achasse sentido para a vida, vá conversar com pessoas mais velhas. Fale de sua visão do mundo, peça que ela diga a visão dela. Você precisa abrir sua mente, senão será egoísta e sentirá que sabe mais que a outra pessoa, que ela é devagar, que seus problemas são pequenos. Precisamos ouvir as pessoas (seja pessoalmente, em livros, etc), somente assim podemos crescer. Vamos combinar que uma boa conversa é muito mais cheia de detalhes e calorosa que um livro… eu adoro livros, mas com a pessoa ao seu lado você pode fazer perguntas e obter detalhes que somente a alma calorosa pode dar.

Não é porque estamos falando do Ancião que temos que ser tristes, que perdemos o calor de estar vivos! Tem idosos muito mais alegres e brincalhões que muitos jovens frios, vazios e reclamões.

Acorde a energia do Ancião sendo sempre franco consigo mesmo, confiando em sua fé, colaborando com o crescimento coletivo, agregando conhecimento e sabedoria, sempre enxergando e caminhando dentro de seu foco. Você tem que parar de ter medo de tombar, de viver, de amar. Esta é a melhor magia.

Rosea Bellator

ATENÇÃO: A reprodução parcial ou total deste texto e imagens é PROIBIDA e protegida por LEI. Para usar este texto entre em contato com a autora.

Quer ver outros posts? Clique nos seguintes links:

11 COMENTÁRIOS

  1. Rosea, muito obrigado pro esse texo, ele é fantástico! Ao terminar de ler, me veio um sorriso no rosto. Uma reflexão, de fato, muito boa! Me senti, então, com obrigação de, mais uma vez, dizer: OBRIGADOOOOOOO !!! Sabe, mais que uma crença e fé, a magia, a natureza nos fazem aprender muito, gratidão!

  2. Rosea Rainha, sem querer pedir muito mas já pedindo… as vezes fico perdida entre o Adulto e o Ancião nos panteões… as histórias se confundem… isso seria por que ainda nao escolhi um panteão ou por exemplo, estamos chegando em samhain e nao sei que casal escolher, porque Demeter e Hades e Osíris e Isis não tem faces de anciões para mim e sim de mãe e adulto ou jovem… estou enganada?? perdida?? uma luz por favor?? y.y quero passar o meu aniversario de samhain toda conectada na magia :3 mil beijos e super parabens sempre pelos sites

  3. Boa tarde Rosea…
    Foi muito bom ler esse texto pois, pra mim, é de grande utilidade…principalmente na parte que diz pra ter foco, me fez lembrar um professor meu da faculdade que dizia: vcs podem saber um pouco de tudo mas sejam especialistas em alguma coisa, esse é o diferencial.
    Eu sou daquele tipo de pessoa que gosta de muitas coisas (sou bacharel em química, reikiana nível 2, massagista, cabeleireira, artesã, estudante de astrologia, tarot, runas, e administração,etc), e Deus me livre ser como algumas pessoas que não se encantam por nada mas eu sei q ta passando da hora de focar…
    Obrigada por postar esse texto…
    Namastê

DEIXAR RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here