Um pequeno rito natural para abrir caminhos? Sim! Apenas aguarde a lua nova e seja feliz!

Você vai precisar de…

  • Fogo, que pode ser numa vela ou no caldeirão
  • Água, que pode ser num cálice ou num copo de sua preferência que não seja plástico
  • Terra, que pode ser um vaso com alguma planta ou cristais/pedras de sua preferência
  • Ar, que pode ser música, algum instrumento musical que você usará na hora ou incenso
  • Dia de lua nova
  • Fazer preferencialmente no por do Sol, estando assim “entre o dia e a noite”.

Organize seu cantinho, que pode se na sua casa, no seu altar, no seu jardim, num parque, na praia, onde quiser, desde que esteja em paz.

Faça o círculo mágico se quiser.

Então, comece invocando cada elemento. Sugestão: Comece pelo elemento que você tiver mais afinidade/facilidade de sentir.

“Oh Fogo! Eu chamo teu poder

(acenda a vela) Venha através desta chama

Esteja comigo!

Oh, Água! Eu chamo teu poder

(coloque a mão na água e derrame um pouco sobre si ou sobre a terra)

Venha através deste fluido doador de vida

Esteja comigo!

Oh, Terra! Eu chamo teu poder

(coloque a mão na terra e sinta seu cheiro)

Venha através deste solo fértil

Esteja comigo!

Oh, Ar! Eu chamo teu poder!

(Acenda o incenso e passe ao redor) Venha através deste aroma

Esteja comigo!

Que sejam convidados os 4 elementos da Natureza

Com gentileza e bondade, me guiem!

Ajudem-me a abrir meus caminhos

Para meu corpo, meu espírito e meu coração!

E que possamos estar em conexão

Rumo à evolução!”

Assim que terminar de invocar, aquiete-se… Feche os olhos e tente visualizar seus caminhos se abrindo. O que você quer? Emprego novo? Um amor novo? Que os caminhos espirituais se abram? Visualize com o máximo de detalhes possível…Não tenha pressa.

Quando tiver terminado suas visualizações, termine:

“Eu agradeço os elementos

Fogo, Água, Terra e Ar

Eu reverencio a Natureza

Que permaneçam as bênçãos

E que possam partir em paz quando desejarem!

Que assim seja!”

Enfim, está feito.

Obs: espere a vela terminar se quiser, os restos da cera pode jogar no lixo. Faça o que quiser com a água. E claro, cuide da plantinha.

 

Beijokas!

Autor: Rosea Bellator
E-mail: oficinadasbruxas.odb@gmail.com
Youtube: Canal Oficina das Bruxas

Atenção: A reprodução parcial ou total deste texto é proibida e protegida pela lei do direito autoral nº 9610 de 19 de fevereiro de 1998. Proíbe a reprodução ou divulgação com fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na internet, sem prévia consulta e aprovação do autor.