30/04/2013 by

A Arte da Bruxaria (Pt.7) – Introdução aos Feitiços e Rituais (Pt.1)

Então o bruxo estuda…estuda…estuda… e vai viver copiando feitiços e rituais dos outros? Claro que não! Falaremos aqui sobre a possibilidade e quando o bruxo deve criar sua própria magia e então poderemos entrar em outros assuntos como tabelas de ervas, pedras e cristais, símbolos e afins.

Foto: Karyne Olivier - Bruxa Wicca, minha amiga e muito doida fazendo feitiços :)

Foto: Karyne Olivier – Bruxa Wicca, minha amiga e muito doida :)

 

Você tem medo do que pode acontecer se por acaso você resolver criar seu próprio feitiço? Ou você nem pensa nisso? Ahhhh bruxinho, pra que você estuda então? É só decoreba? Você não se sente um aluno que só cola nas provas?

Muito bem, vamos acabar com esse problema!

Vamos falar do bruxo Leo.

Leo quer um feitiço para afastar problemas. Temos aqui algumas opções, vou destacar três: Leo pode procurar em algum livro, pode procurar na internet ou pode usar os estudos dele e CRIAR o próprio feitiço. Procurar em livros é uma boa ideia, procurar na internet um pouco – existe SIM lugares de confiança – e criar o próprio feitiço pode ser meio arriscado, porém pode ser muito mais eficaz!

Leo decide começar pelos livros, pois ainda não tem confiança. Ele compra alguns livros e começa a tentar. Alguns feitiços são longos demais, ou tem ingredientes que ele nem conhece ou não é exatamente o que ele quer. Leo é apenas um novato e é complicado para ele entender as coisas assim, tão de repente. Então Leo decide dar uma olhada na internet. Ele encontra mais de mil sites diferentes, e tenta vários deles: mas enquanto faz os feitiços dali, ele sente que falta algo. Leo decide conversar com alguns amigos, mas cada um diz uma coisa e o deixa ainda mais confuso.

Um belo dia, Leo está em casa, escrevendo em seu livro das sombras ou alguma anotação qualquer quando percebe que estudou e que tem várias tabelas e compêndios de ervas, pedras, flores e muitas outras coisas usadas como ingredientes em feitiços e rituais. Pacientemente, Leo começa a reler todas aquelas tabelas e começa a ver coisas que precisa para ajudá-lo em sua meta: conseguir um feitiço para se livrar de problemas.

Não é tarefa impossível, mas requer um pouco de coragem e principalmente boa vontade. Leo lista duas ervas que tem como propriedade livrar-se de energia negativa e outra que é para chamar bons fluidos. Em seguida Leo lembra para que serve o caldeirão: dentre tantas atividades, o caldeirão serve para queimar ervas e outras coisas para realização de algo. Leo pega um papel e escreve nele com lápis vermelho (usa a cor vermelha por que tem força para atrair) os problemas que quer se livrar. Enquanto escreve, Leo se concentra ao máximo e pede com toda sua fé à entidade que acredita. Acende o caldeirão. No momento que vai queimar o papel, Leo não procurar nenhuma oração pronta, ao invés disso, ele pede com seu coração, chega mesmo a chorar de emoção, e então queima aos poucos o papel com o pedido. Assim que vê o papel todo em chamas dentro do caldeirão, ele pega as ervas e esfrega com força entre as palmas das mãos enquanto deixa farelos caírem nas chamas. Dessa vez ele faz uma prece sincera e agradece a entidade que pediu para sumir com os problemas que listou no papel que foi queimado. Termina de queimar as ervas e o papel e as chamas do caldeirão apagam. Leo fecha os olhos e apenas agradece. Sobraram algumas poucas cinzas no caldeirão, portanto Leo as recolhe e coloca no seu vaso com uma plantinha que está crescendo, poderia também jogar no lixo ou assoprar ao vento. Ele terminou de fazer o primeiro feitiço criado por ele mesmo. Foi extremamente simples, porém ele utilizou as coisas mais importantes – como já falado – que são: fé, vontade, alguns ingredientes para direcionar a energia que gerou. Ele agradeceu ao ser divino que o ajudou que é de extrema importância, não pense que se fizer um pedido e não agradecer será atendido de qualquer forma. Esse feitiço tem muito mais chances de dar certo que todos os outros que tentou, pois é feito sobre medida ao que queria, foi feito com toda sua humildade e coragem. Parece bobagem falar sobre coragem no momento de criar um feitiço, mas não é. Esse feitiço que Leo fez é muito simples para acontecerem erros, mas em outros feitiços o erro pode acontecer e ter consequências, porém se o bruxo estuda e presta atenção ao que faz dificilmente isso irá acontecer.

E antes de qualquer dúvida: vale sim usar feitiços criados por outras pessoas, porém essa opção de criar o próprio feitiço é muito usada quando não se encontra o que quer e/ou se sente desconfortável com as técnicas[bb]de outras pessoas ou ainda se sente  necessidade, ok? No próximo capítulo falaremos sobre como usar feitiços criados por outras pessoas.

 

Rosea Bellator

ATENÇÃO: A reprodução parcial ou total deste texto é PROIBIDA e protegida por LEI. Para usar este texto entre em contato com a autora.

Veja mais! Clique nos links a seguir:

Veja a parte 2 desse artigo:  Introdução aos Feitiços e Rituais – parte 2

Feitiço da mãe Tríplice

Os ingredientes da bruxa

O que é Magia?

Livro: O livro das Sombras

Bruxa, taróloga, eterna aprendiz e amante dos Mistérios da Vida. Também é uma louca devoradora de livros, escritora e agora decidiu que quer entrar na área da Fotografia e mostrar toda a beleza da Bruxaria.

47 Responses to A Arte da Bruxaria (Pt.7) – Introdução aos Feitiços e Rituais (Pt.1)

  1. Édina Montelli

    Adorei o post, é bem elucidativo, sou assim leio as coisas mas acho que não se encaixam no que quero, acabo sempre fazendo do meu jeito, da forma mais simples possível… gratidão

    • Rosea Bellator Post author

      Então esse é um caminho pra você Édina. Não tem nada de errado, só tomar cuidado e estudar antes de qualquer coisa. É tão bom fazer as coisas do nosso jeito né? :)

  2. Helga

    Maravilha esse post, Rosea, nhaaaa!!! Eu nunca tinha pensado nessa coisa de estudar só pra ficar na teoria e não inovar, não ousar e nem criar!!! Só a bruxaria, enquanto filosofia religiosa que conheço, nos dá essa liberdade de criação, de sermos ativos… E isso é tudooo!!! Agora já entendi pq o Scott Cunningham é meu bruxo xodó, pq ele é um dos poucos q incentivam esse lado criativo em nós no exercício da Arte!!! Parabéns, texto excelente!!!
    Bjbjbj e continue iluminando nossas mentes;p

  3. Bruna

    Adorei! Me senti um pouco mais segura, pois com frequencia faço magia conforme meu coração manda, sempre procuro entender a quem me dirijo, quais os ingredientes/dia/horário adequados, mas sempre ficava um pontinha de dúvida… e se eu não estivesse fazendo certo? Ser uma bruxa solitária não é tão simples, mas é uma delícia!

  4. Luzia Aparecida Brissolare

    Eu sou praticante a cinco anos, no começo eu comprei muitos livros, estudei muito, mas não conseguia fazer um ritual ou feitiços sem me preocupar se estava certa ou errada, buscava sites etc…. até que um dia mudei minha forma de pensar, achei que fazer do meu jeito seria melhor, então pude ter mais confiança e resultados. abraços e muita luz.

  5. soraya.antunes

    Parabéns pelas publicações….bem mais simples…..há alguns anos comprando livros mas alguns ingredientes e nomes difícil de achar na america …porque a maioria são da europa…..fico muito agradecida !!!!!!Será uma forma de guardar e organizar….quero fazer meu livro das sombras mas sem o dejavu de receitas adorei essa matéria……..quero me iniciar …..mas até agora não achei um grupo legal aqui no rio de janeiro…já pertenci à uma ordem no qual tive um cargo de templária…mas sai por não sentir sintonia….fiz meu odu no candomblé e descobri faz tempo que tenho cabeça de mãe de santo e totalmente pagã pela minha ancestralidade carrego nove bruxas…..foi através dessa cabala que entendi a minha afinidade com as wiccas…..

  6. Nadia Fiorio

    Adorei os textos, fiz pesquisas, pois quero me tornar uma bruxa, não sei por onde começar, se vc puder e quiser me ajudar, e me orientar ficarei muito feliz. Salvei todos os textos, irei lê-los durante essa semana. Por favor se vc puder me ajudar…Fico no aguardo.
    Nani

  7. Luiza

    Sou Luiza, se for possível Rose, solicito um encanto, para que minha sobrinha, lembre de mim, seja carinhosa e um pouco agradecida.

    • Rosea Bellator Post author

      Luiza, não podemos forçar ninguém a nada, mas podemos tentar fazer com que seu sentimentos de verdade apareçam! Tente o seguinte: acenda uma vela de mel com o nome da pessoa escrito e por cima o seu. Espere queimar tudo, caso não queime, reacenda a vela! Espere o resultado nos próximos dias.

  8. marcello

    Ola senhorita eu estou com algumas duvidas sobre a criaçao de rituais voce poderia me ajudar?? Muito obrigado espero que me retorne…

  9. Luke Spellman

    olá rosea
    eu sinto que tenho um poder muito forte em mim algo que veio comigo
    acredito que possa criar meus feitiços seguindo a wicca entre outros mas sinto uma grande força no Deus catolico
    enfim o que eu quero saber é : posso criar feiticos e dirigi-los ao deus catolico ao enves da deusa Mae? Logico que nao seria magia negra. obrigado

    • Rosea Bellator Post author

      Luke, magia não existe somente na wicca, nem só na bruxaria… a magia está em várias religiões, filosofias e caminhos. A diferença é a forma como tratam, ou o termo. Veja na igreja católica. Muita gente acende vela para santo, ou faz banho de flores para, por exemplo, tirar azar, etc. Isso é magia, só que feita e forma diferente. Tem quem chame de simpatia.
      Outra coisa: na bruxaria ou na wicca (que não são a mesma coisa) não tem somente uma deusa, mas sim deusas e deuses. Tem bruxo que não cultua deus nem deusa nenhum.
      E por fim: magia é magia, não importa a quem dirija. Agora se você PODE ou NÃO PODE, aí é com você.
      Ah sim, não podemos esquecer: mesmo os bruxos ou wiccanos não vivem de magia para ferir os outros, se bem que, pessoas que ferem outras não precisam ser bruxas,… existem pessoas más em todas as religiões, em todo canto da terra.

  10. nikolas

    ola, Rosea sou novo nesse site e entrei por acaso pesquisando sobre bruxos de verdade e feitiços, como um ótimo leitor e fã de Harry Potter, esse site era bem o q eu esperava msm mas eu queria saber o q vc acha sobre o livro do Harry e todas aquelas magias feitas pelas varinhas. É possivel que um bruxo solte um poder ou magia brilhante pela varinha ou faça um liquido sumir do caldeirao? vc acha que Harry Potter é so uma historia inventada ou é realmente possivel murmurar uma palavra e atirar um jato de luz em aguem?

  11. Luiza

    Tenho filho que tem bom rendimentos mensais e precisada estou de efetuar o pagamento do pitu, IVA etc. Como fazer para que ele sinta vontade de me ajudar! Vc pode me ensinar um feitico ?

  12. Jhonata da Cruz Medeiros

    Oi, nossa, eu sempre quis conhecer a Wicca, mas só agora estou podendo aprender. E eu não fazia ideia de como a Wicca é linda, nossa, além de ter feitiços, coisas um tanto arcaicas, carrega uma filosofia de vida muito bacana. Obrigado por compartilhar aqui as coisas que você sabe, porque muita coisa que você diz aqui esta mudando muitos pensamentos meus e consequentemente minhas ações. Eu sou um bruxo e não sabia, e agora quero praticar a Bruxaria para me ajudar e ajudar outras pessoas. E o mais interessante, para saber, para conhecer, para evoluir.

    • Rosea Bellator Post author

      Jhonata, você está confundindo.
      Wicca é uma religião que traz elementos da bruxaria, e bruxaria é a prática da magia.
      O texto – e o blog – é sobre bruxaria, ok?
      Fico feliz que tenha gostado :)

  13. mary

    ola lindo seu blog acho linda as bruxas queria ser uma bruxa do bem as vesses eu faço minhas magias dar td certo mas diferente sem caldeirão lindo lindo

  14. Nogueira

    Olá, Rosea, estou fuçando aqui no seu site por um certo tempo, mas só agora tomei coragem para escrever um comentário aqui.

    Primeiramente, devo te agradecer pela iniciativa de colocar a luz do conhecimento a Bruxaria e suas ramificação e te incentivo a continuar essa lindo trabalho, definitivamente existe um grande premio para você do lado espiritual te esperando quando você passar desse estagio de evolução que nós nos encontramos.

    Em segundo lugar, te parabenizo por tudo o que você escreve aqui, pois é de uma qualidade pristina! ^_______^ Gostaria de conhecer mais pessoas como você ‘in real life’, sabe? É chato conviver só com um monte de peão cabeça dura e sem cultura… –”

    Pode ter certeza de que você ganhou um seguidor aqui no seu blog!

    • Rosea Bellator Post author

      Obbaaaaaaaaa! Fico feliz em saber que faço um trabalho de “uma qualidade pristina” >.<
      Obrigada Nogueira!
      Agora é pedir aos deuses que dê certo o projeto de livro!
      HAHA!
      Seja bem-vindo!

  15. Mariina Cogo

    Oi eu bem pra fazer feitiços é obrigado a usar objetos em volta,fazer um circulo,ter um rosário na mão ou as palavras em si já bastão? Achei muito interessante seu site muito bom :)

  16. Brieht

    Rossea eu estou realmente muito confusa com tudo isso. Mas oque mais me deixa confusa neste blog são as postagens. Como eu leio pelo celular é difícil dizer se tem categorias para escolher. Você poderia me enviar por gmail todas as suas postagens todas mesmo,? Sei que dará trabalho mais eu realmente quero muito ler tudo que vc escreve.
    Biavcipola@gmail.com

Deixe um Comentário!